Realidade que só piora

20 Junho 2017 16:09:45

No Brasil, é visível a expansão da criminalidade. O cenário é de diversos tipos de violência, que atingem a população, que está cansada de ver os rumos que o país segue, com políticas públicas de segurança ineficientes e que nada resolvem. Notícias de furtos, roubos, violência contra a mulher, entre outras, já passaram a fazer parte do cotidiano das pessoas. Infelizmente, parece que a violência tem se tornado algo banal.
A nossa realidade é de um lugar onde não se preza, por exemplo, pela educação, pelas oportunidades, e por um sistema prisional que possa trazer a possibilidade das pessoas ingressarem novamente na vida em sociedade de forma digna e conscientes de que o crime não leva a nada de bom. Não podemos ver estes aspectos apenas como 'desculpas' para a criminalidade se expandir. Ao contrário. São situações que devem ser pensadas e mudadas, antes que o caos se estabeleça.
No início desta semana, uma notícia chamou a atenção. Uma senhora de 65 anos foi presa pelo crime de tráfico de drogas. Na idade em que a vida passa a ganhar um novo ritmo, de se aproveitar mais os dias e o tempo, essa idosa passa pelo constrangimento de ser presa. 
A realidade dela é a de muitos. Afinal, o 'mercado das drogas' é movimentado, devido ao grande número de usuários de entorpecentes. Um dos medidores dessa situação são os números de furtos ocorridos. Neles, qualquer produto que se consiga subtrair de uma residência, por exemplo, é possível utilizar como moeda de troca.
É importante que os responsáveis pela segurança pública sempre estejam atentos. Se há furtos, há tráfico. Se há tráfico, há violência que cresce. Quem sofre os impactos dessa situação são as pessoas, que perdem bens conquistados com trabalho e esforço. São as famílias que sofrem com jovens dependentes químicos.
Além de eficiência dos profissionais da área e dos governantes com políticas e investimentos adequados, a população também deve cumprir o seu papel. Somente fingir que não vê não resolve nada. É preciso denunciar, participar. A manutenção da segurança é dever de todos nós.

A nossa realidade é de um lugar onde não se preza, por exemplo, pela educação, pelas oportunidades, e por um sistema prisional que possa trazer a possibilidade das pessoas ingressarem novamente na vida 

capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Folha de Irati