CONFIDENCIAL

Coluna Política de sexta-feira (29)

29 Setembro 2017 16:18:13

Principais fatos políticos da semana

Nilton Pabis
Foto politca Jorge e Caputo.jpg
Foto: Assessoria
Derbli e Caputo

Para saúde 

O prefeito Jorge Derbli recebeu a informação do secretário Michelle Caputo Neto, que Irati vai receber R$ 690 mil para compra de um ônibus e mais um micro-ônibus para saúde. A aquisição destes dois veículos vai melhorar e muito o transporte no setor da saúde, dando mais agilidade. Com o apoio do governo Beto Richa vamos cumprindo o que prometemos a população. Mas, tudo tem de ser aos poucos para que tudo dê certo.
 
Exército se movimenta

Postagens na net, mostram o general Mourão do Exército Brasileiro, falando numa loja Maçônica em Brasília que o alto comando do Exército está acompanhando os fatos e que pode sair as ruas. Mourão foi apenas repreendido pelo comando, mas sem sanções. Segundo o general, a opinião dele é a mesma do alto comando. O Exército já tem planejamento para a ação caso os poderes não resolvam a situação.  
 
Irati a São Mateus

A estrada de Irati a São Mateus esta a um passo de se realizar. Após várias exigências do BID, há um posicionamento de que as tratativas estão em fase final e o governo elegeu o dia 20 de outubro como dia limite para assinar o convênio para autorizar a abertura da licitação. Este é o passo mais importante a ser dado para a tão sonhada estrada. Mas, os esforços que estão sendo realizados para romper a burocracia não são poucos.
  
Declinou

O vereador soldado Elias que foi convidado para assumir a chefia de gabinete pelo prefeito Jorge Derbli declinou do convite. Segundo Elias os cargos de chefe de gabinete e vereador são incompatíveis, o que lhe impede de assumir o gabinete. Para tal o vereador teria que renunciar ao cargo de vereador, o que para ele seria uma afronta a votação que teve. Já a lei permite a nomeação para secretaria. Elias tinha absorvido o convite como uma missão dada a ele pelo prefeito, mas impossível de assumir.
 
Cláusula suspensiva

O convênio de R$1 milhão para solucionar em parte o problema dos alagamentos no centro de Irati, principalmente no trecho das Esquina da Munhoz da Rocha com a Carlos Thoms está sob cláusula suspensiva. Isso acontece porque a equipe técnica da prefeitura do setor de Engenharia não entregou o projeto em tempo hábil. O que consta no documento do Ministério como motivo é o Projeto de Engenharia e o Licenciamento Ambiental Prévio.
 
Renovado

Esse é um projeto de emenda orçamentária do deputado Evandro Roman e de vital importância a região central do município, principalmente para área comercial. Um dos responsáveis pela elaboração do projeto foi o funcionário público e vereador Zequinha Budnar (PV) que em tese deve primar pelo andamento do projeto, mas houve atraso no cumprimento dos prazos. Embora tenha-se prorrogado o prazo por mais 90 dias, como deve ser interpretado o fato: técnico ou político? Se um projeto deste fosse perdido, de quem seria a culpa? Com a palavra o setor.
 
Ladislau busca intervenção
O provedor da Santa Casa de Irati, LadislauObrzut, esteve com o secretário da Justiça, deputado Artagão Júnior, nesta quarta-feira (27), ocasião em que discutiram projetos de melhorias e ampliação do hospital. Ladislau busca em Artagão um interlocutor com a SESA para ampliar a ala que atende ao SUS e para isso precisa de recursos do Estado. Mensalmente, a Santa Casa de Irati realiza cerca de 1500 consultas e 460 internamentos pelo SUS. 
“Karas Case”
O caso Wilson Karas chegou ao fim. Absolvido por quatro votos favoráveis, o que chamou a atenção foi o voto de “minerva” do vereador Schereda, o primeiro a se manifestar. Isso acontece uma vez que os outros vereadores substitutos, Alceu Hreciuk e Cesar Jacumasso tinham menos comprometimento com o mandato do que os que estão exercendo o cargo. Mesmo assim,Genilce e Jorge Zen votaram com o relatório. Outra situação que chamou a atenção, mas dentro da legalidade, foi a possibilidade de Karas votar no processo.
Voto técnico
A melhor explicação do voto foi feita pelo vereador Rogerio Kuhn (PV). Rogerio explicou a boa relação que tem com o vereador e a importância do seu trabalho para a sua comunidade, mas devido aos fatos seu voto teria de ser técnico. Todos os demais vereadores, inclusive os da comissão optaram por fazer voto técnico e defender o relatório. Pode se dizer, sem sobra de duvida que os votos que salvaram Karas foram políticos.

37,8%

É o número percentual da aprovação do governo Beto Richa que cresce no Paraná.
 
Frase: “Essa cadeira é minha.”
Vereador  Wilson Karas, após sua absolvição
 
Rápidas:
Uma briga esta chamando a atenção.  Edson Klemba versus Dangui. Klemba fala na Câmara, Dangui rebate no rádio.
O vereador Roni Surek convidou o ex-prefeito Odilon para usar a Tribuna na Câmara. Será que ele vai falar de como deixou o município. Uma prévia nas redes sociais na segunda já pode ter dado o tom de como será...
Ainda sobre o ex, dizem que Burgath vai sair candidato a deputado federal. Segundo informações ainda desarticuladas, ele tentaria ocupar a vaga deixada por Dr Rosinha junto à APP.

Imagens

Foto politca Jorge e Caputo.jpg
capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Santa Chiara Comunicação