Coluna Política Edição 2337, 6 de setembro

06 Setembro 2017 15:42:45

Nilton Pabis

Cobertura empenhada Foto Politica Evandro.jpg

O deputado federal, Evandro Roman, conseguiu junto ao ministro da Integração Nacional, empenhar emenda para cobertura do CT Willy Laars. Este foi um compromisso assumido com o prefeito Jorge Derbli, na intensão de transformar o parque de rodeios numa arena multiuso. Próxima etapa é elaboração do projeto e aprovação para então licitar. O valor empenhado no último dia 29.

 

Quadro Negro

A retomada em noticiário da Operação Quadro Negro mexeu esta semana com a política paranaense. De forma midiática e insistente, a RPC noticiou a delação do empresário Eduardo Lopes de Souza, da Construtora Valor, preso desde 2015. Em sua delação ele acusa políticos de ter recebido valor desviados das obras.  Em seu relato, ele cita nomes como o próprio governador Beto Richa, o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, deputado e presidente da Alep, Ademar Traiano, o deputado estadual Plauto Miró, dentre outros.

 

Falta provas

A delação está para ser aprovada pelo Supremo, mas Eduardo não apresentou uma única prova objetiva, material, de suas denúncias que envolvem meio mundo da política nativa. O delator é envolvido em desvio de dinheiro em construção de escolas, que foi descoberto em 2015. O empreiteiro fraudou medições e recebeu por aquilo que não tinha feito.

Porque vazou?

Lopes de Souza se comprometeu a entregar provas materiais que embasariam sua delação. Mas antes de mais nada, informou que destruiu documentos, planilhas e conversas ao celular. A delação dele está nas mãos do ministro Luiz Fux, para ser homologada pelo STF, que não tem convicção de que os termos e o caráter da delação são adequados, e se há o suficiente para justificar a abertura de um processo. Cabem as perguntas: Por isso a delação vazou? Para pressionar o STF e especificamente Luis Fux?

É mentira

O governador Beto Richa afirmou nesta segunda-feira que as acusações atribuídas a ele na Operação Quadro Negro são falsas, levianas e irresponsáveis. “Vou dizer com todas as letras: é mentira”, disse, reforçando que a delação do empresário Eduardo Lopes de Souza não traz uma única prova. “Todas as acusações deste criminoso não merecem crédito. Ou querem transformar um criminoso contumaz em herói? ” Segundo Richa, os ataques que está sofrendo são fruto de ilações, e ressaltou que a delação sequer foi aceita pela Justiça. “Se não tivesse mencionado o governador, estaria preso até hoje. Inventou esta historinha para conseguir a liberdade, e conseguiu”, relatou Richa. “Como não existiu nada do que ele inventou, vai voltar para a cadeia”.

Com Beto BETO.jpg

Os prefeitos Junior Benato, presidente da Amcespar, Adelmo Klosowski, de Prudentópolis, e Luis Adyr, de São Mateus do Sul, tiveram audiência com o governador Beto Richa na tarde desta terça (5). Além dos pedidos apresentados, os prefeitos manifestaram apoio ao governador e mostram que acreditam em sua lisura frente a administração do Governo do Estado. Benato ainda ressaltou o apoio que os municípios estão recebendo do governador mesmo em período de recessão, e que não aconteceria se não fosse a austeridade de Richa. Acreditamos na inocência de Richa, disse Benato.   

Cadê a merenda?

Bordão utilizado pelo personagem “Seu Boneco” da Escolinha do Professor Raimundo dá menção ao questionamento feito pelo vereador Rogério Kuhn e comentado por Ronildo Surek. Após reclamação de professores e conversar com a secretária Rita, utilizou da tribuna para relatar a preocupação com o corte de recursos na merenda escolar. Kuhn visitou algumas creches na última sexta e segunda. O secretário Valmir, vai na tribuna explicar a distribuição de recursos.

Roman tinha razão

O deputado Evandro Roman defendeu em seu voto a tese de que o procurador da República, Marcelo Muller, que agora trabalha pra JBS, já estava minando o terreno enquanto estava na procuradoria. Que teria utilizado da estrutura pública para beneficiar os delatores. Parece que, com o pronunciamento dos áudios encontrados por Janot, se confirmou a tese de Roman que mostrou ter muito embasamento em seu voto.

Osmar no ‘Podemos’

Osmar Dias recebeu nesta semana, a visita de Eliseu Chociay, membro da executiva estadual do Podemos, que foi renovar o convite para ele ingresse em seu partido e saia candidato a governador. Osmar deve seguir para o Podemos, partido de seu irmão Álvaro Dias. Mas, também disse que só vai em abril, quando os prazos legais estiverem esgotados para a mudança de sigla.

 

R$ 800 mil

Este foi o valor empenhado pelo deputado Evandro Roman para cobertura da pista de laço do CT Willy Larrs

 

“Seis pessoas me incomodam mais do que 60 mil habitantes”

Jorge Derbli

 

Rápidas:

O prefeito Jorge Derbli ainda mantém silêncio sobre a indicação do próximo secretário de Saúde.

A mudança de Derbli pode se estender a outros nomes além da pasta da Saúde. Mas está apenas no “poderá”.

Ratinho Jr teve longa conversa com o governador Beto Richa hoje. Ele sairá do governo, no dia 11. Em seu lugar ficará mesmo João Carlos Ortega, que é homem da absoluta confiança de Ratinho Jr.

 

capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Santa Chiara Comunicação