PREJUÍZO

Chuva causa danos na qualidade da produção de fumo na região

09 Fevereiro 2018 15:08:31

A chuva em excesso adiantou o processo de maturação das folhas, o granizo também causou prejuízos nas lavouras

Vinícius Batista
produção de fumo.jpg
Foto: Reprodução Internet
A expectativa inicial de produção para a safra 2017/2018 na região é de quase 66 mil toneladas

A chuva que em muitas vezes é aliada dos agricultores, desta vez foi a vilã dos produtores de fumo da região, fazendo que a produtividade e a qualidade do produto fossem afetadas. O excesso de chuva ocorreu desde o plantio até a colheita, causando grandes prejuízos principalmente para as pessoas que dependem da produção desta cultura em suas pequenas propriedades.

De acordo com informações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SEAB), a expectativa inicial para a região de Irati, que envolve também os municípios de Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbituva, Inácio Martins, Mallet, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares, é de produzir quase 66 mil toneladas de fumo, número este que deve apresentar uma queda em relação ao balanço final da produção.

O destaque na região é Rio Azul, pioneiro na produção de fumo na região, a expectativa de produção no município é cerca de 16 mil toneladas, em uma área de pouco mais de 7 mil hectares. Rio Azul figurou nos últimos anos como segundo maior produtor de fumo em todo o Estado.

O engenheiro agrônomo da Secretaria de Agricultura de Rio Azul, Ângelo Ubrich explica que a chuva pode prejudicar a qualidade do produto, tornando as folhas mais sensíveis, adiantando também o processo de maturação das plantas, “ Ainda é cedo para afirmar o tamanho do prejuízo, os produtores estão fazendo o processo de secagem do fumo, a qualidade será verificada quando as empresas iniciarem o processo de compra do produto”.

Segundo o produtor Marcio Tonca, a chuva castigou boa parte produção e prejudicou também o processo de colheita em sua propriedade, que está localizada no Riozinho, em Irati, “Muitos pés foram afetados por granizo e outros estão murchos devido à quantidade excessiva de chuva. Nós também estamos enfrentando dificuldades para colher, em muitos dias temos que parar o trabalho devido às chuvas no final do dia e isso atrasa ainda mais o processo”, conta

Para o produtor, ainda que a produção deste ano não seja das mais esperadas, a produção de tabaco é uma boa opção, considerando a demanda de área para o cultivo, “O fumo ainda é mais rentável para nós, devido ao fato de nossa propriedade ser pequena, pois outras culturas necessitam de uma área maior, com isso, ele é a nossa melhor alternativa”.

NÍVEL ESTADUAL

O Departamento de Economia Rural (Deral) projeta uma produção menor também para o fumo, em função do clima. Neste período 17/18 a produção de fumo deve ser de 188.313 toneladas, volume 3% menor que no ano passado quando foram colhidas 194.359 toneladas de folhas. Houve aumento de 7% na área plantada, mas o período seco entre agosto e setembro, seguido de chuvas excessivas prejudicou o desenvolvimento das lavouras.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens

produção de fumo.jpg
estimativa fumo SAFRA_1718.jpg
capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Santa Chiara Comunicação