PREVENÇÃO

Produtores rurais devem ficar atentos a vacinação da febre aftosa

26 Outubro 2017 20:42:31

Nesta etapa devem ser imunizados todos os bovinos e búfalos, de qualquer idade

Kelly Ramos
aftosa.jpg
Foto: Reprodução
Na nossa região precisam ser vacinados aproximadamente 82 mil animais

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) alerta os produtores rurais sobre a campanha de vacinação da febre aftosa, que vai de 1º a 30 de novembro. Na nossa região precisam ser vacinados aproximadamente 82 mil animais. Nesta etapa devem ser imunizados todos os bovinos e búfalos, de qualquer idade.

No Paraná, é adotada a estratégia de vacinação semestral de animais com até 24 meses de idade e vacinação anual de animais com mais de 24 meses. Segundo a médica veterinária da Adapar, Cristina Bittencourt, os produtores devem tomar algumas medidas, como verificar as idades dos animais, anotar e comprar vacinas para todo o rebanho. “A comprovação pode ser feita online nas próprias lojas veterinárias. Também devem citar os outros animais existentes, para que sejam relacionados em cadastro”, explica.

Cristina comenta que é importante que as vacinas sejam mantidas em refrigeração, aplicadas em horários do dia em que as temperaturas sejam mais amenas, além da utilização de seringas e agulhas limpas e fervidas. Ela lembra que a dose é de 5 ml para todas as idades, tamanhos e pesos de animais, via subcutânea ou intramuscular.

Para quem quiser vender ou transportar animais no período de vacinação, primeiro deverá fazer a imunização, comprovar corretamente, para só depois retirar a Guia de Transporte Animal (GTA). A médica veterinária da Adapar também alerta os produtores sobre as consequências para quem não fizer a vacinação. Segundo ela, a partir do dia 1º de dezembro, estão autorizados a aplicar multas, que no mínimo serão de R$ 967,90.

Segundo Cristina, a Adapar tem conseguido acompanhar e fiscalizar a vacinação dos rebanhos. “Estamos a campo. Já agendamos vacinações assistidas em várias propriedades, para ver se realmente está sendo feita de acordo com o exigido”.

ÁREA LIVRE

O Paraná é uma Área Livre de Febre Aftosa com Vacinação, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal – OIE. Encontram-se nesta mesma condição sanitária outros 23 estados e o Distrito Federal.

O Paraná está em um bloco junto com Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e a previsão para a paralisação da vacinação é somente junho de 2021. “O Ministério da Agricultura fará uma auditoria em janeiro e a antecipação da suspensão vai depender dessa avaliação”, explica Cristina.

 

 

Imagens

aftosa.jpg
capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Santa Chiara Comunicação