COLHEITA

Safra de kiwi tem crescimento neste ano na região

05 Maio 2017 15:44:30

A espera é de uma grande colheita, principalmente em Mallet. Já o preço não está agradando os produtores

Vinícius Batista
18361949_1212223862233067_508805012_o.jpg
Foto: Arquivo pessoal/ Eugênio Demczuck
Na região, apenas Fernandes Pinheiro, Irati, Imbituva, Guamiranga e Mallet produzem a fruta

A colheita do kiwi está gerando expectativas distintas nos munícipios da região. Na cidade de Mallet, referência na produção desta cultura, a espera é de uma grande safra. Já em outros municípios, devido a difícil comercialização da fruta, a produção se estabilizou e em algumas ocorreu a diminuição de investimento na cultura do kiwi.

A expectativa de produtividade, safra 2017, em Mallet, é de 500 toneladas, dobrando a produção de 2016 que foi de aproximadamente 250 a 280 toneladas, segundo dados da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (SEAB). Já em Irati, a previsão é de apenas 45 toneladas, tendo 4 hectares de área plantada. Dos nove municípios da região, apenas Fernandes Pinheiro, Irati, Imbituva, Guamiranga e Mallet investem na produção do kiwi.
Segundo Margareth Maksemovicz, secretária de Agricultura de Mallet, são encontradas três espécies da fruta no município - monty, bruno e amarelo. De acordo com ela, os produtores estão animados com a produtividade deste ano, devido à quantidade. Já o preço não está tão animador. "A expectativa é das melhores por parte dos produtores, existe uma grande procura pela fruta, a espera é de ótimas vendas".
Para Eugênio Demczuck, produtor da cultura de Kiwi na região de Fernandes Pinheiro, que abastece várias cidades de todo o estado, comenta que o clima colaborou, a espera é colher 55 toneladas. Ele explica que devido ao fato de Mallet estar com a colheita a todo vapor é necessário aguardar certo tempo com o kiwi armazenado. "O segredo é armazenar, não que o preço será muito melhor, mas a comercialização será mais fácil, não só em Mallet, mas municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul também estão com uma grande produção", relata Demczuck.

IRATI

Em Irati, apenas três produtores investiram na produção de Kiwi, devido ao fato da difícil comercialização e consumo da fruta na cidade. Muitos produtores estão mudando para culturas que possuem um mercado mais abrangente, como morango, repolho e cebola. "Irati já possuiu 12 produtores de kiwi, porém a cultura não se expandiu para outras regiões, não se tem a tradição de comer esta fruta", comenta Antonio Sidney Martins, engenheiro agrônomo, responsável pela área de fruticultura da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Irati.

IMPORTAÇÃO

O kiwi não figura entre as frutas mais produzidas no Paraná, a maior parte do kiwi recebido no estado é importado de outros países, segundo dados do Centro Estadual de Abastecimento (CEASA-PR). A Itália é o maior importador de Kiwi para o estado do Paraná, com cerca de 623 toneladas. Em segundo lugar, o Chile com aproximadamente 143 toneladas, logo em seguida na terceira colocação, Argentina com 47 toneladas. O preço médio da fruta comercializada em fevereiro de 2017 é de R$ 6,50 kg do kiwi importado, ou R$ 65 caixa com 10 kg. Já o nacional R$ 4,38 kg, ou R$ 35 caixa com 8 kg. Os  dados do Ceasa-PR.

 


 



 

 

 

capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Santa Chiara Comunicação