INÁCIO MARTINS

Banco é assaltado e funcionários são feitos de reféns

13 Junho 2017 14:36:37

Assaltantes fizeram pessoas de escudoS para evitar reação da Polícia Militar

Kelly Ramos
WhatsApp Image 2017-06-12 at 18.31.01.jpeg
Foto: Reprodução WhatsApp
Pessoas foram feitas de reféns dentro e fora da agência bancária

A agência do Banco Itaú de Inácio Martins, localizada no centro da cidade, foi assaltada na tarde desta segunda-feira (12), por volta das 15h. As informações  são de que aproximadamente cinco homens, que utilizavam armas longas, entraram na agência e fizeram pessoas de reféns. Eles chegaram e saíram atirando do local, causando momentos de pânico na população. 

Segundo testemunhas, a ação foi rápida. Os assaltantes, que estavam com os rostos cobertos, obrigaram o gerente da agência a sacar todo o dinheiro que havia em dois caixas eletrônicos. Na sequência, saíram para a parte externa, onde mantiveram um grupo de pessoas sob ameaças. Neste momento, a situação passou a ser acompanhada por policiais militares, que acionaram a sede da PM na região, em Irati.
Eles fugiram utilizando um veículo Ônix, cor branca e levando três reféns, sendo um dentro do carro, um no capô e outro no teto. "Eles foram usados como escudos. Os policiais não reagiram em respeito a essas pessoas, que estavam como reféns da quadrilha", explica o subcomandante da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar, capitão Luciano Romão.
Durante a fuga, os reféns, que são funcionários do banco, foram soltos - o último deles próximo a saída para o município de Cruz Machado.
O veículo utilizado no crime foi abandonado cerca de 12 quilômetros da cidade de Inácio Martins, na comunidade de Cachoeira. O carro estava próximo a um local de pescaria, sempre movimentado, não chamando a atenção dos moradores. O Ônix, que foi roubado, estava com uma placa fria de Telêmaco Borba. 

SUSPEITOS

Segundo o capitão Romão, a forma de atuação da quadrilha e pertences encontrados no veículo utilizado no crime dão pistas para se chegar aos criminosos. Ele explica que o caso passa a ser investigado pela Polícia Civil.
Romão relata que equipes permaneceram em rotas próximas a Inácio Martins em buscas de suspeitos ainda na noite de segunda-feira. "A área rural do município é muito extensa e possui vários acessos, por isso mantivemos equipes. O nosso objetivo é a prisão em flagrante", destaca o capitão. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito foi localizado.


 

 

capa site1.jpg

Jornal Folha de Irati Rua da Liberdade, 740 Centro, Irati - Paraná,
fone: (42) 3423-2169 e 3423-1588
https://www.facebook.com/FolhaDeIrati

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Folha de Irati