Confidencial
Semana da Cidadania

Semana da Cidadania

O Observatório Social de Irati, através do presidente Leonel e demais voluntarios  promoveu a Semana da Cidadania. A abertura foi na segunda (1º) com a presença do palestrante Nei da Nóbrega Ribas, presidente do Observatório Social do Brasil, que falou sobre o papel do Observatório no combate a corrupção. Durante a semana foram ministradas palestras que estimulam o cidadão a assumir seu papel no combate a corrupção.  

 

O ciclo de palestras será encerradocom a do iratiense,
juiz federal, André Wasilewski Duczak, 
filho de Isis e Henrique Duczak.
O tema será o combate à corrupção.

 

Aprovado o empréstimo

A Câmara de Irati autorizou a Prefeitura a emprestar na Caixa Econômica Federal R$10 milhões para pavimentação e recape de várias ruas da cidade. Apenas o vereador Roni Surek (PROS) votou contrário. O projeto foi defendido pelos vereadores da Casa, principalmente, pelo entendimento de que a malha viária da cidade precisa de recuperação urgente. Apenas na CEF, Irati tem capacidade de endividamento de R$ 25 milhões.

 

Atestando sua incompetência

O ex-prefeito Odilon Burgath fez um chororô danado em sua página nas redes sociais pela aprovação da Câmara de vereadores do empréstimo de R$ 10 milhões para a Prefeitura de Irati. Odilon reclama da Câmara não ter aprovado um empréstimo em seu mandato e ter aprovado agora. O protesto de Burgath acaba por reconhecer que o atual prefeito Jorge Derbli foi muito mais competente, tanto na elaboração do projeto que atendeu mais de 50 ruas em Irati, quanto na articulação política.

 

O Chororô

O ex-alcaide teve o projeto negado pela Câmara devido a dois motivos principais. Primeiro, a uma relação péssima com a Câmara e, segundo, pela precariedade do projeto. Odilon apresentou na época apenas o pedido do empréstimo e já quando não tinha mais articulação, incluiu os nomes das ruas, mas como informação, e não no projeto especificamente. Rafael Lucas, na época, destroçou qualquer tentativa de sucesso de Burgath ressaltando a fragilidade do projeto.

 

Voto Contrário

O vereador Roni (PROS) foi o único voto contrário ao empréstimo. Alegações variadas, pedidos de vistas, aparentemente, com o intuito de ganhar os holofotes. Vencido, ele votou contrário ao empréstimo. Quando o projeto é importante, bem elaborado e atende a população, não tem argumento que convença. Votar contrário é votar contra o povo. Não é uma ou outra administração que paga o empréstimo, mas sim, o povo.

 

                                                   “8 x 1”

                                     Placar de aprovação do empréstimo de R$10 mi em Irati

 

Solda também busca financiamento

Tramita na Câmara de Rio Azul um empréstimo de R$ 5 milhões para atender a três setores da administração. R$3,3 milhões para pavimentação, R$ 1 milhão para investimentos em máquinas e caminhões e R$700 mil investimento na praça central da cidade. Nos próximos dias, a Câmara deve votar o processo, mas tem vereadores que são contra ao empréstimo. Uma consulta à população feita pelo Legislativo pode ter bagunçado, ainda mais, a cabeça dos beneficiados.          

Inédito

O prefeito Rodrigo Solda conseguiu um fato inédito em sua administração. Independentemente de a Câmara aprovar, ou não, esse Projeto de Lei, a Prefeitura ficará, no mínimo, seis meses sem pagar nenhum empréstimo. Isso se deve ao fato de que a Prefeitura quitou todos os empréstimos que tinha até o momento. Com isso, a sua capacidade de endividamento passa a casa de R$ 40 milhões. A informação traz ainda mais credibilidade à administração de Rodrigo, mostrando capacidade na gestão com ênfase no financeiro, mostrando que tem condição ainda de assumir outros financiamentos.

É de doer os ouvidos

Murchou a orelha. O presidente Nei Cabral cortou o vereador mais falador da Casa e solicitou que se atentasse ao tema. É perceptível que o excesso de fala desnecessária desmotiva a plateia que míngua a cada dia. Debate é bom, mas com consistência. Só apartando os vereadores, ele tomou 40 minutos da sessão. Tomou, porque não agregou.

Vistas de novo

O vereador e ex-presidente da ACIAI, Rogério Kuhn, apresentou projeto para restringir a presença das feiras itinerantes e transitórias como a “Feira do Braz”. A lei defende o comércio que gera a empregos na cidade e restringe a feiras de produtos de origem duvidosa, falsificada e sem nota. Mas a redação da lei está dando o que falar. Marcelo Rodrigues pediu vistas pela segunda sessão consecutiva para ajustar o texto da lei e tirar dúvidas.

PROVOCAÇÃO

O vereador Hélio de Mello tocou num assunto que merecia destaque há muito tempo. Mello retomou a questão do Teatro Denise Stoklos e a necessidade de retomar a obra. O vereador explicou que temos políticos ligados à região que podem ajudar de forma convincente neste processo. O reitor da Unicentro, Aldo Bonna, que vai assumir a Superintendência do Ensino Superior, o deputado Sandro Alex que é secretário da SEIL, a deputada Leandre Dal Ponte, e ainda, Evandro Roman, que podem somar os esforços necessários para retomar a obra que está parada desde 2009. Helio foi enfático em que cobrou que, se o governo não terminar a obra, deve passá-la para o município. 

PALHAÇADA

Se o ditado diz "já que ninguém gava Zéca, Zéca gava", um ex (pré?)-candidato recentemente conseguiu seu próprio "Personal Gavêitor Tabajara" e, para não fazer a palhaçada sozinho, vai em dupla, como fazem Patati e Patatá. E, não contente em querer ser o "pai da criança" de serviços rurais executados pelo município, a mais recentemente palhaçada foi querer tomar para si a autoria da realização de um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para professores na rede municipal. Se é Patati ou Patatá, não sabemos. Mas uma coisa é certa: "É PACABÁ"!

 

Ico na Berlinda

O Chefe do Núcleo de Educação de Irati está vivendo dias de incertezas. Aclamado para o cargo por todos os apoiadores de Ratinho na região, Ico Ruva deve ter sido um dos nomes que reuniu a unanimidade na indicação. Mas o processo seletivo que a secretaria está adotando para a permanência dos chefes de núcleos pode colocar em risco a nomeação de Ico. Prefeitos, como Adelmo, já foram a Curitiba mostrar a indignação com o processo de escolha. A permanência de Ruva é consenso regional. 

“Nada é tão admirável em política quanto uma memória curta”.

John Galbraith

 

Greca no DEM

Em vista às próximas eleições o rearranjo político já iniciou. Um exemplo disso é do prefeito Rafael Greca (PMN) que num evento em Brasília na quarta (3) ingressou oficialmente ao partido Democratas. Sua saída do PMN devido à minguação da legenda devido à cláusula de Barreira. Aí, tem articulação de Pedro Lupion (DEM) que é vice-líder de Bolsonaro na Câmara.

 

Condenado a Prisão

O deputado federal Boca Aberta (PROS) foi condenado a 22 dias de prisão em regime semiaberto por perturbação do trabalho ou sossego. Ele poderá recorrer. Em janeiro de 2017 ele foi a UPA em Londrina e entraram contra a autorização de médicos e enfermeiros e filmaram os profissionais. Essa decisão reflete na vida de Rossoni. Com isso deve ter desdobramentos políticos e perca de direitos e pode levar o primeiro suplente Rossoni a assumir a vaga.

 

Tumultuada

O ministro Paulo Guedes participou nesta quarta (3) de uma sessão tumultuada na CCJ. O ministro destacou que a aposentadoria média dos parlamentares é de R$ 28 mil, enquanto a dos trabalhadores que recebem pelo INSS é de R$ 1,4 mil. Seu comparecimento acontece após desistência de convite na semana passada, o que pegou de surpresa o próprio presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR). O evento de hoje é, portanto, uma “segunda chance” para discutir com os deputados sobre a reforma da Previdência, já que o governo precisou atuar nos bastidores para evitar uma convocação, que tornaria obrigatória a presença do ministro.

 

CCJ aprova Reforma de Ratinho

A CCJ da ALEP aprovou na quarta (3) a reforma administrativa proposta pelo governo do Ratinho Junior (PSD). Uma das principais ações da reforma é a redução de secretaria de 28 para 15. Ainda o governo diz que vai resultar na extinção de 339 cargos e economia de R$10,6 mi ao ano. Isso trava por exemplo a reestruturação da secretaria da Família que absorve a pasta da Justiça. O escritório da secretaria da Família continua sem chefe definitivo.

 

Arregando para o PT

O ex prefeito de Imbituva e radialista Zezo Pontarolo fez comentários enaltecendo o trabalho do Governo do PT em especial a Dilma Rousseff. De nada estranho seria, se Zezo não fosse o comandante do PSDB em Imbituva. Em sua fala numa segunda ressente, ele diz que os equipamentos vindos na prefeitura no mandato do atual prefeito Bertoldo, é tudo conquista dele e vindo do mandato da Dilma que segundo ele foi a presidente que mais mandou recurso. O problema não é mentir, é acreditar naquilo que mente.

 

Foto flagra

A Prefeitura de Irati está fazendo um grande esforço para combater a Dengue. Mas o lixo nas bocas de lobos não pode ser admitido nos dias atuais. Esta foto é da Rua João Cândido Ferreira, esquina com à Rua Antônio Cavalin.  Não cobro da Prefeitura, mas sim, da população, pelo desleixo. Cada um tem de fazer a sua parte e jogar lixo no lugar certo.