AMCESPAR busca apoio do governo para resolver demandas regionais

Reunião aconteceu com deputados da base e secretários da Casa Civil, SEDU e SEIL

Nilton Pabis

A Associação de Municípios do Centro Sul do Paraná (AMCESPAR) foi recebida no Palácio Iguaçu pelo alto escalão do governo Ratinho Junior. O objetivo da reunião, ocorrida na última quarta-feira (11), foi apresentar demandas da região que precisam da intervenção do governo para solucioná-las. Da reunião que foi agendada pelo presidente da entidade, Junior Benato, apenas o prefeito Jorge Derbli não compareceu devido a viagem a Brasília.
Muitas das demandas históricas da região foram resolvidas pelo Governo como a ligação asfáltica entre Irati a São Mateus. Agora, a AMCESPAR, composta pelos dez municípios da região sudeste, quer o apoio para solucionar novas demandas. Este foi o tom da reunião que aconteceu no Palácio Iguaçu. Além dos prefeitos Junior Benato, presidente da associação e Cleonice Schuck, presidente do CIS, também estiveram presentes os prefeitos Celso Kubaski, de Imbituva, Leandro Jasinski, de Rio Azul, Lula Thomaz, de Teixeira Soares, Marcelo Leite, de Guamiranga, Osnei Stadler, de Prudentópolis, Luiz Zak, de Rebouças e Moacir Szinvelski, prefeito de Mallet. O secretário de Indústria e Comércio de Irati, Marcelo Rodrigues, representou o prefeito Jorge Derbli.


Antes de apresentar as demandas locais, que foram expostas por Junior Benato e pela prefeita Cleonice, os deputados Hussein Bakri, Artagão Junior, Alexandre Curi, Emerson Bacil e Luiz Claudio Romanelli puderam explanar sobre as suas participações nas conquistas dos municípios. Mas a reunião foi baseada na presença dos secretários que tem a maior expressão em obras e influência dentro do governo: João Ortega, do Paraná Cidades, Sandro Alex, da SEIL e Guto Silva, da Casa Civil, que na oportunidade representou o governador Ratinho Junior.
Os temas apontados trataram do desenvolvimento regional passando, principalmente, pela geração de empregos e também do desenvolvimento logístico. Benato fez uma defesa na questão que os municípios da região Sudeste são compostos de pequenas propriedades rurais. Esse é um dos motivos que necessita que o Governo veja a região com mais atenção.


A prefeita Cleonice, que coordena o CIS, fez reivindicações ligadas a saúde como a agilização nas demandas para construção do centro de especialidades e também o aumento de recursos para acelerar os procedimentos no Erasto de Irati. Outra pauta conjunta debatida foi a implantação do IML em Irati.
O secretário João Carlos Ortega afirmou que o Paraná tem uma condição favorável de atender os municípios. Falou ainda sobre a digitalização dos processos da secretaria que tem o objetivo de diminuir a burocracia para que o recurso seja liberado mais rápido.


Junior Benato afirmou que esta proximidade entre o Governo do Estado e os prefeitos é muito importante para afinar a sintonia entre os poderes.

“Esta reunião oportuniza para que a Amcespar possa reivindicar as demandar regionais. Uma delas é a criação do hospital de Imbituva, que ajuda a desafogar os atendimentos da região. Outra é o aumento de subsidio para a Patrulha Rural”, diz Benato.

Segundo o chefe da Casa Civil, deputado Guto Silva “Na pandemia muitas prioridades mudaram, não só da área da saúde. Nosso objetivo aqui é fazer um trabalho orçamentário para poder dar cabo dessas demandas. A orientação do governador é isso!”, diz.
De acordo com Guto, agora é preciso gastar muita energia e foco em ações que gerem emprego e tragam investimentos para os municípios. “O Estado está equilibrado financeiramente o que permite que possamos executar obras em todo o Estado e a região Sudeste tem nosso olhar voltado para ela. Para que os investimentos possam acontecer precisamos de projetos”, enfatizou Guto Silva.


A liberação de recursos e sua tramitação são baseadas em projetos. “Então, pedimos aos municípios e a suas equipes que estejam atentos com projetos prontos de onde buscam investimentos. Desta forma, a missão que o governador Ratinho nos passou de atender os municípios fica mais pratica”, finalizou.

Já o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, disse que o Sudeste do Paraná é uma região que está estrategicamente localizada. Os investimentos que o Governo está realizando na região, como a pavimentação da PR 364 entre Irati a São Mateus, a duplicação da Br277 e 373, no novo modelo de pedágio implantado – acontecendo já nos primeiros anos da nova concessão – trazem possibilidades gigantes de desenvolvimento. Também a nova Ferroeste que corta a região vai transformar a realidade dos municípios da AMCESPAR num novo polo de desenvolvimento.


A prefeita Cleonice afirmou ter saído contente da reunião. “Acreditamos que levamos a mensagem da necessidade dos nossos municípios e da nossa região. Além de buscar incremento para ampliar os exames no combate ao câncer, trouxemos uma demanda sobre a construção do novo centro de especialidades. Onde trabalhamos para incorporar a uma área que já é doada pelo município de Irati, ficando com um espaço de praticamente 12 mil m², em que será possível fazer a obra com toda sua magnitude”, aponta.


Também, o prefeito Celso Kubaski disse que é importante a união dos prefeitos por demandas em comum. “Se apenas eu, como prefeito de Imbituva, defender a reativação do hospital do município é uma situação fragilizada. Mas se todos os prefeitos defendem perante o Governo. O pedido ganha muito mais peso porque é uma demanda ampliada”, finaliza.

Confira as entrevistas:

https://youtu.be/dAjxGlCfJKM

https://youtu.be/2VxoIPmdQsU

https://youtu.be/JKaOzhPEvXQ

https://youtu.be/lT7NRyTYpa4

https://youtu.be/nMACfmsxYOM