Antiga estação ferroviária de Inácio Martins ganhará revitalização com nova praça

Inácio Martins investe em criação de nova praça no município, a estrutura sera montada em trono da estação ferroviária

Inácio Martins mais uma vez investe em espaços de lazer para a população, agora com a criação de uma praça no município. Uma estrutura nova montada no Centro, que vai atingir todas as faixas etárias. A praça será construída na área de entorno da estação ferroviária. O projeto, que já está pronto, foi executado pensando no urbanismo e paisagismo no local. Naquele espaço terá a área de lazer com pista de caminhada, parque infantil, academia ao ar livre, bancos, iluminação, arborização e jardinagem. O nome do local ainda não foi definido, mas a Prefeitura estuda deixar como Praça da Estação. A administração municipal foi responsável por todo o projeto e também pela sua execução, que deve iniciar em janeiro de 2019, e em 12 meses ser concluída. O orçamento da praça ficou em R$ 230 mil, e será feito com recurso próprio da prefeitura. Segundo a administração, o valor foi uma devolução do que sobrou na justiça de uma dívida trabalhista do Clube Guarapuavinha, com o leilão da sede. O projeto foi enviado ao jurídico, o qual aceitou a disponibilização do valor para execução da obra.

A população será beneficiada com um ambiente completo e constituído de equipamentos para prática de exercícios, lazer familiar, descanso e apreciação ambiental, espaço estruturado com iluminação, segurança, conforto, lazer e sustentabilidade, diz o projeto disponibilizado pela administração municipal. Os técnicos da prefeitura procuraram preservar as raízes culturais, tendo como parâmetro a extinção da RFFSA mediante a Medida Provisória nº 353, de 22 de janeiro de 2007, convertida na Lei nº 11.483, de 31 de maio 2007. Assim, poderão construir um espaço de esporte e lazer, respeitando as diretrizes gerais das políticas urbanas estabelecidas no Plano Diretor Municipal que estabelece que a área é uma ZCL Zona de Cultura e Lazer. De acordo com o projeto, a implantação de espaços públicos de lazer, cultura, recreação e a proteção às áreas verdes promove na população a melhoria da qualidade ambiental e de vida e a noção de desenvolvimento sustentável, fazendo com que o local tenha mais espaços de lazer aos munícipes.