Campanha do X-Solidário arrecada mais de R$ 87 mil em 2018

O valor arrecadado na campanha foi divulgado na quarta-feira (17) pelo Grupo Ivasko de Irati. Foto: Israel Macedo Um passo

O valor arrecadado na campanha foi divulgado na quarta-feira (17) pelo Grupo Ivasko de Irati. Foto: Israel Macedo

Um passo inicial foi dado para que seja construído em Irati o Hospital Erasto Gaertner, ampliando os atendimentos a pacientes portadores de câncer, que hoje são realizados pela unidade avançada. Neste ano, a Campanha do X-Solidário, que abraçou essa causa, foi um sucesso e contou com o apoio de entidades, empresas e da população.

O X-Solidário existe há 10 anos e é realizado pelo Grupo Ivasko. Ao total, foram arrecadados R$ 87.811.00, através da venda de 16.338 lanches. Destes, 1.539 x-saladas não foram retirados pelos consumidores, mas foram doados para escolas e centros municipais de educação infantil de Irati e cidades da região.

Foram repassados R$ 13.171,65 para a Associação do Núcleo do Portador de Câncer de Irati (Anapci) e R$ 74.639,35 para ajudar no financiamento do projeto para a construção do Hospital Erasto Gaertner em Irati.

Segundo a coordenadora da iniciativa, a empresária Edna Ivazko, a campanha foi desafiadora e em 2018 mais do que dobrou o valor arrecadado no ano anterior. Sempre buscamos um resultado melhor. Houve várias frentes de vendas e isso nos ajudou muito. É com grande alegria e confiança de que o projeto será realizado que entregamos esse valor, comenta.

Edna ressaltou o apoio dos colaboradores do Grupo Ivasko, além da ajuda de empresas de outros municípios, como Rebouças e Rio Azul. A campanha está ganhando corpo e as pessoas entendem o motivo, o que facilita a venda dos lanches, explica.

A presidente da Rede Feminina do Combate ao Câncer, Ieda Waydzki, fala que houve muita participação de voluntários e agradeceu ao Grupo Ivasko pela iniciativa de ajudar o próximo. Plantamos uma semente de termos o nosso hospital aqui em Irati para atender pacientes de toda a região. É um sonho grandioso, acrescenta.

UNIDADE AVANÇADA

Irati conta há um ano com uma unidade avançada do Hospital Erasto Gaertner. A estimativa inicial era atender 180 pacientes por mês, número que foi superado. Em menos de um ano, foram mais de 3 mil consultas, diminuindo consideravelmente as viagens para Curitiba.

A unidade vem crescendo mês a mês. Começamos com a quimioterapia apenas na segunda-feira. Hoje, realizamos também na terça e quarta, e é provável que inicie também na quinta. Isso significa que o projeto aumentou muito o que foi planejado, relata.

Com a construção do hospital, procedimentos de radioterapia, cirurgias, internamentos, inclusive em unidade de terapia intensiva, serão possíveis em Irati. Hoje, além de consultadas, são realizadas quimioterapias e procedimentos relacionados a esse tipo de tratamento.

A OBRA

O projeto para construção do Hospital Erasto Gaertner em Irati tem valor estipulado de R$ 50 milhões. Somente o conjunto de projetos necessários custa aproximadamente R$ 380 mil. Um dos objetivos é buscar apoio de representantes estaduais e federais, uma vez que o aporte financeiro necessário é grande.

Uma área de aproximadamente 13 mil metros quadrados, localizada no bairro Riozinho, próximo a Unicentro, foi doada ao Erasto Gaertner pela família Derbli. De acordo com o empresário e prefeito de Irati, Jorge Derbli, há alguns anos, os terrenos eram para abrigar a sede da sua empresa, mas acabou mudando de ideia. Na área há duas construções iniciadas pelo empresário, que também foram disponibilizadas.