Capital da Oração

Durante estes 115 anos, Prudentópolis também conseguiu o título da cidade paranaense mais religiosa, por causa da forte participação da comunidade nas atividades das igrejas

Samilli Penteado

Por causa da visível fé presente em muitas famílias de Prudentópolis, a religiosidade se tornou outro ponto forte no município, recebendo, em dezembro de 2020, o título de Capital da Oração no estado.
Até que a nomeação ocorresse, a cidade foi marcada por inúmeras celebrações religiosas que ganharam destaque entre os moradores e, agora, são acompanhadas mais facilmente pela população de outras cidades. Páscoa, Natal, Novenas de São João Batista e outras datas são extremamente conhecidas e aguardadas pelos prudentopolitanos, não somente pelas festividades, mas por todas as celebrações religiosas que existem.
Sobre o assunto, o Pe. Dionisio Horbus, da Paróquia São Josafat, discorreu que uma das datas mais comemoradas na comunidade ucraniana é a Páscoa.

“Todas as celebrações que envolvem a Páscoa são momentos grandiosos na cidade”, completou o sacerdote. Esse período pascal, desde a Sexta-feira Santa até a Ressureição de Cristo, é marcado por uma enorme circulação de pessoas na igreja ucraniana, entre eles, muitos turistas.
Porém, para o padre não são somente as celebrações que proporcionaram o reconhecimento à cidade. De acordo com ele, a participação dos prudentopolitanos é parte crucial nesse aspecto. Conforme o sacerdote, “é uma vocação natural do município ser chamada de capital da oração, praticamente não há nenhuma localidade que não possua uma capela, e fora isso as pessoas são muito religiosas. Cada família procura ter o seu continho da oração, ter o seu momento de oração”, explicou o religioso.
Pe. Dionisio também destacou as missas e terços realizados na igreja. Seguindo o raciocínio do religioso, essas celebrações deixam visível o interesse da comunidade em consumir o que a igreja oferece aos fiéis. “É um título que se justifica pela vivência da fé que as pessoas têm”, afirma.


IGREJAS


A primeira paróquia do Rito Ucraíno – Católico, a Paróquia São Josafat, foi fundada em 1899. Ela permanece da mesma maneira que foi planejada e construída durante os primeiros anos do município. Atualmente, a igreja segue sendo um ponto turístico de Prudentópolis por causa da beleza e de todas as imagens presentes dentro do ambiente.
Já a Paróquia São João Batista, que fica a poucas quadras de distância, é uma das mais conhecidas em referência religiosa realizada no rito latino. De acordo com a Diocese de Guarapuava, as novenas em louvor a São João Batista, padroeiro de Prudentópolis, teriam iniciado em junho de 1915. No decorrer desses mais de 100 anos, a celebração das novenas foi ganhando força e cada vez mais a presença de prudentopolitanos. Com isso, o espaço da igreja foi se tornando pequeno para tantas pessoas, causando a necessidade de um novo local para as novenas de São João.
Diante da surpresa pela forte participação do público, os responsáveis pelas celebrações tiveram a ideia de sediar as novenas em tendas inspiradas nas barraquinhas. A mudança propiciou o comparecimento de mais pessoas, fazendo com que a Novena de São João Batista fosse crescendo e se tornando conhecida em toda Prudentópolis e região.