CAPS II do CIS/Amcespar promove campanha para o Setembro Amarelo

A campanha acontece durante todo o mês de setembro e tem como principal objetivo a prevenção ao suicídio

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) CIS/Amcespar iniciou a campanha do Setembro Amarelo com uma palestra do Major Diogenes Munhos sobre a prevenção ao suicídio. Durante todo o mês de setembro estarão desenvolvendo, também, grupos de apoios para pessoas e familiares que sofreram com problemas de suicídio.

 Os grupos são confidenciais, sigilosos e gratuitos. Tem como objetivo trocar experiência, valorizar a vida e formar uma rede de apoio entre as pessoas que tiveram traumas envolvendo o suicídio. Serão ofertados grupos de apoio para pessoas com comportamento suicida, de forma semanal no CAPS por um determinado período, e grupos de apoio para os familiares que sofrem pelo mesmo motivo, de forma quinzenal, também no CAPS.

A diretora administrativa do CIS, Angela Maria da Cruz Cardoso, enfatizou a importância do mês de setembro e a campanha que é feita em prol da vida. “Precisamos valorizar a vida, valorizar o ser humano, precisamos entender que todos carregamos dores, cicatrizes e uma história. Todo o sofrimento que uma pessoa passa tem um motivo e o mês de setembro marca uma luta, traz a sociedade para olhar essas pessoas que estão em sofrimento”, disse.

Angela elogiou o trabalho que o CAPS II está fazendo em prol das pessoas que precisam de ajuda. Sobre a palestra, a diretora também relatou que foi uma ótima experiência, em que todos os presentes puderam ter a sensibilidade e o incentivo de ajudar o próximo, principalmente as pessoas com pensamentos suicidas.

A diretora também explicou que o CAPS e todos os setores de saúde tem o dever de proteger a população. “Enquanto tiver vida, nós precisamos ajudar, uma pessoa que está prestes a cometer suicídio não tem mais nada, apenas a vida, e nós precisamos ajudar, essas pessoas pedem por socorro, não é falta de Deus ou frescura, é um pedido de socorro”, finalizou.

A psicóloga e coordenadora do CAPS II, Paula Jordania Macarroni, comentou sobre a importância da campanha para a população. “A campanha do setembro amarelo tem como objetivo a conscientização da população sobre a importância da prevenção do suicídio. Considerando que esta é uma questão de saúde pública o CAPS iniciou as ações levando informações aos profissionais da rede intersetorial e damos continuidade com as ações de prevenção que foi a implantação dos grupos que tiveram início esse mês e se estende até o final do ano”, disse.

A palestra de abertura aconteceu na quarta-feira (01). O CAPS II organizou e disponibilizou um evento on-line de Técnica de Abordagem a Tentativa de Suicídio com o Major Diogenes Munhoz, do Corpo de Bombeiros de São Paulo, idealizador desta técnica.

O evento contou com a direção do CIS e equipe CAPS II, coordenação de Saúde Mental de Inácio Martins, enfermagem do Hospital de Teixeira Soares, inspetoria de alunos CEFEP – Presidente Costa e Silva – Irati PR, CRAS de Fernandes Pinheiro -PR, Emanuelle de Matos  Secretaria Municipal de Saúde de Fernandes Pinheiro, Internato – Colégio Florestal – Irati PR, coordenação/e equipe – CRAS de Rebouças, Cap. QOBM Spak do Corpo de Bombeiros de Irati PR, CREAS de Irati PR, Secretaria Municipal de Saúde de Rebouças, Tânia  Selhorst- Coordenação da Atenção Básica de Rebouças, Secretaria Municipal de Saúde de Rio Azul, Terapia Ocupacional do INSS de Curitiba, Sandra Daniel da Secretaria de Saúde Inácio Martins, assistente social da Secretaria de Saúde de Rebouças, CREAS de Fernandes Pinheiro, Conselho Tutelar de Fernandes Pinheiro, SCAPS 4ª Regional, Sargento Ezequias e Soldado Fábio- Pelotão de Mallet,  direção auxiliar do Colégio Antonio Xavier da Silveira de Irati, Colégio Florestal, CAPS de Osasco SP, CRAS e Núcleo Regional de Educação de Irati, Hospital de Caridade São Pedro Mallet, Colégio Estadual do Campo de Faxinal dos Francos, Setor de Saúde Mental de Irati, Colégio Estadual Aurea Aparecida Lopes de Inácio Martins, Secretaria Municipal de Saúde de Guamiranga,  Psicologia da Secretaria de Saúde de Teixeira Soares, Psicologia da UBS Ademar de Irati e a  equipe do Hospital Santa Casa de Irati.