Centro Cultural é espaço que faltava na comunidade do Guamirim, em Irati

Novo prédio foi inaugurado em 2019 e é bastante utilizado pelos moradores e escolas

Jaqueline Lopes

Uma das obras paradas que foi finalizada e está em uso pela população é a do Centro Cultural do Guamirim. Em 2019, foi entregue o prédio novo para a comunidade que utiliza bastante o espaço. O local ficou mais aconchegante e acessível para os moradores que têm um espaço para lazer e eventos no geral.
O Clube Guamirense, como é chamado, já tem 77 anos de existência. Antes, era de madeira e, com o tempo, o espaço foi deteriorando e acabou interditado. Desta forma, a comunidade se uniu e foi atrás para conseguir recurso e fazer um novo prédio, que teve emenda do deputado federal Evandro Roman. O valor total de R$ 408.984,26 previu repasse de R$ 300 mil pela Caixa Econômica Federal, recurso de Roman, e contrapartida da Prefeitura.
As tratativas para conseguir a obra começaram em 2014. Sidinei Marques explica que ele, Toninho Filipus, Sergio Stroparo e o Baixinho, foram atrás para conseguir o recurso, que foi viabilizado pelo deputado Roman. Apesar de ter a emenda, a construção começou, mas foi paralisada. Na primeira gestão do prefeito Jorge Derbli, a obra foi retomada e finalizada.

“O Centro Cultural veio agregar muito para a escola” – Verônica Barbosa Furmanowicz

Após a conclusão, o espaço foi entregue a comunidade e começou a ser utilizado, principalmente pelas escolas. São realizadas reuniões, aulas de Educação Física para dança e outras atividades. Além disso, de acordo com Diogo Vnuk, é possível fazer qualquer evento, como casamento, aniversário, cursos, entre outras atividades, desde que não seja com fins lucrativos particular. Neste caso, somente a diretoria pode utilizar.
Segundo Verônica Barbosa Furmanowicz, diretora da escola municipal do Guamirim, a escola não tem um espaço adequado para algumas ações, e o Clube passou a ser uma referência. “O Centro Cultural veio agregar muito para gente, porque não tínhamos um espaço para fazer reunião com pais, apresentação dos alunos, projeto extra, fazer ensaios, não tínhamos local físico na comunidade. Utilizamos o Clube para essas ações e eventos”, disse.
Para o deputado Evandro Roman, o local merecia um novo prédio. “Este novo espaço era um sonho da comunidade, e assumi um compromisso com os moradores de fazer com que a comunidade tivesse de volta o clube. Foi um recurso de R$ 300 mil que viabilizei para contribuir com o Guamirim”, observa o parlamentar.
O prefeito Jorge Derbli também comenta sobre o prédio, que foi mais umas das obras paradas finalizadas pela gestão. “Ficamos muito felizes em entregar essa obra entre tantas paralisadas que assumimos na administração. Com muito esforço, empenho do setor de obras, a Câmara nos ajudando, entregamos a comunidade o novo Centro Cultural do Guamirim”, comenta Derbli.

Novo prédio do Guamirim é bastante utilizado pela comunidade – Foto: Secom