Prefeitura assina ordem de serviço para fachada da Feira do Produtor

Arquitetura da obra vai homenagear a imigração polonesa no Paraná

Amanda Borges

Por meio da reforma e ampliação da fachada, a Feira do Produtor Iratiense vai se tornar um ponto turístico municipal. O estilo arquitetônico do projeto, assinado pelo engenheiro Dagoberto Waydzik, vai homenagear os 150 anos da imigração polonesa no Paraná. A ordem de serviço para o início dos trabalhos foi assinada no sábado (30) pelo prefeito Jorge Derbli. 

Os recursos para a obra foram viabilizados graças às articulações da deputada federal Leandre Dal Ponte. No total, o custo será de R$ 247.138,60 e a empresa nomeada para a execução do serviço foi a WAM Licitações, conforme informações da assessoria.

Atual fachada da Feira/ Foto: Amanda Borges

De acordo com Derbli, a obra faz parte de um esforço da gestão em trabalhar pelos agricultores de Irati. A prova disso é a reforma completa na estrutura da feira, que migrou de um espaço de madeira para um barracão industrial, em 2019.

“Um ambiente confortável para eles, que vêm vender os seus produtos, que tiram da terra através do suor de seu trabalho, e para as pessoas que vêm aqui comprar”, afirmou o prefeito. Ainda, ele reforçou que, a partir da entrega da obra e em razão do estilo da construção, a Feira do Produtor Iratiense se tornará um atrativo turístico. Além disso, outras mudanças deverão acontecer na estrutura do espaço em breve, como a pavimentação do estacionamento em torno do barracão.

A vice-prefeita de Irati, Ieda Waydzik, deseja que a obra contribua para que a Feira se torne referência a nível regional e estadual. “Porque produtos bons nós temos, gente boa nós temos, gente de fé e gente trabalhadora. Precisamos, agora, atrair turistas para comprar, mais do que já temos, para usufruir dos produtos aqui da Feira”, explica.

Foto: SECOM

No mesmo sentido, tornar o lugar mais atrativo significa mais lucro para os feirantes. Raimundo Gnatkowski, conhecido como Mundio, além de secretário de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar de Irati, expôs durante 20 anos na Feira do Produtor. Para ele, toda e qualquer melhoria no local significa diferença efetiva na vida de quem trabalha ali. Por isso, define a obra como um “sonho realizado”.

“A motivação deles já é outra, os clientes quando vêm aqui também já trazem uma nova motivação”, disse Mundio a respeito do impacto de cada melhoria no local. O secretário também explica que com todas as obras mais produtores se inspiram a vender, oferecendo mais variedade aos consumidores iratienses.

Foto: Amanda Borges

O presidente da Feira do Produtor, Oscar Orchel, reforçou o que foi dito por Raimundo. “A gente sempre espera dar o melhor para os nossos clientes, temos as mãos abertas para acolher eles aqui e expor os nossos produtos. A melhoria é o conforto para quem vêm expor aqui, então ficamos muito gratos por isso”, reforçou a liderança. 

Oscar começou a frequentar a feira ainda criança, aos sete anos de idade, acompanhando seu pai que, por meio da comercialização dos produtos, sustentava a família. “Eu aprendi a fazer troco, a trabalhar, se hoje eu sou quem sou, eu aprendi dentro da feira”.

Seu companheiro de chapa, Irineu Lukavy, vice-presidente, também construiu sua história nos corredores da feira, onde trabalha há 35 anos. “Assim que eu casei eu fui fazendo feira”, brinca o produtor. Por isso, diz que ver os investimentos no espaço é motivo de muita alegria. “É só agradecer ao prefeito e a Leandre, porque sem o apoio deles a gente não consegue e temos que trabalhar para nos sustentar”, afirma Irineu.

E o trabalho continua. Hoje, são vendidos produtos de hortifruti, variados tipos de queijos, vinhos, leite, carnes, ovos, sucos, geleias, bolachas, pastéis, caldo de cana, artesanatos, entre outros produtos. Ainda, é servido um café colonial com variedade de quitutes doces e salgados, feitos de maneira caseira. No sábado (30) o valor do café foi totalmente revertido para uma iniciativa social.

Foto: Amanda Borges

O presidente da Câmara de Vereadores de Irati, Helio de Melo, presenciou a assinatura da Ordem de Serviço e elogiou o projeto. “Para quem conhecia aquele espaço que era de madeira, ver esse espaço que foi construído e, agora, ganhando essa nova cara, além de deixar o lugar agradável para o povo vir buscar os seus produtos, aqui, é mais um ponto de referência para as pessoas que visitam Irati e, principalmente, para os Iratienses”, finaliza Hélio.