Demissões triplicam em Irati

Número é baseado na contagem feita pela Agência do Trabalhador do município, e pode ser maior, pois há outros meios de fazer o requerimento

A crise de desemprego causada pela pandemia da Covid-19 começou a atingir Irati e região, várias empresas optaram pela demissão dos funcionários e isso pode ser visto pela quantidade de pessoas que procuraram a Agência do Trabalhador no município para solicitar o seguro desemprego.

De acordo com o chefe da agência, Marcelo de Ávila Francos, cerca de 300 pessoas solicitaram o auxílio no último mês, desde que o vírus chegou ao Brasil. O órgão faz o requerimento de 50 a 60 pessoas por semana. O número é alto comparado a outros meses, pois, segundo Francos, chega a 100 solicitações por mês.

A quantidade de demissões ainda não está disponível pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o site não é atualizado desde janeiro deste ano. “Nós temos notado uma demanda aumentou na procura pelo seguro desemprego, muitas empresas estão demitindo em grande escala e essa demanda foi sentida nessa procura”, disse.

Marcelo explica também que o número de demissões pode ser maior que a solicitação do seguro desemprego. “Temos aquelas pessoas que não recebem o auxílio, pela quantidade de tempo de serviço, meses insuficientes, então pode ser bem maior o número, e como não temos os números de demissões, porque o Caged não atualizou, deve ser maior. Mas podemos confirmar 300 seguros neste mês”, comenta.

Há também os seguros solicitados pelo aplicativo ou pelo site da Carteira Digital que não passam pela agência. “O número se solicitação do seguro também pode ser maior, porque têm aqueles que são feitos pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, e não passam pela agência, e como não temos o controle pode ser que mais pessoas da região tenham solicitado. Este número de 300 solicitações foram os feitos na agência”.

Também não há novas vagas de emprego na agência de Irati, às vezes, aparece alguma, mas em Irati já faz um tempo que não tem novidade. A maior demanda da agência é na solicitação do seguro desemprego.

A agência em Irati atende mais municípios da região, como Inácio Martins, Rebouças, Fernandes Pinheiro e Rio Azul, e agora, no período de pandemia, também auxilia outras agências como a de Teixeira Soares.

FUNCIONAMENTO DA AGÊNCIA EM IRATI

A agência do trabalhador em Irati estava fechada e os funcionários trabalhando em home-office, conforme determinação do Ministério da Economia, porém, devido à grande procura e a dificuldade encontrada na recepção de documentos via e-mail e no uso das tecnologias por parte de quem procura o serviço, eles irão retornar o atendimento, porém será agendada uma data e horário e tomada todas as medidas de higienização.

“A partir da próxima semana, a agência atenderá com horário agendado, porém, a pessoa ficará do lado de fora. Nós vamos elaborar uma agenda para poder recepcionar a documentação dos trabalhadores que necessitarem habilitar o seguro desemprego, claro que, sempre mantendo o atendimento por telefone, embora saibamos que nos é colocado que não conseguem a ligação. A demanda é muito grande, entendo eu que a população em geral precisa compreender este momento que vivemos, existe esta dificuldade, que não foi vivido por ninguém e todos estão tentando, e vamos encontrar aqui na agência a melhor maneira de atender a todos”, finaliza Marcelo.

As portas ficarão fechadas e a equipe trabalhará na área interna, tomando os cuidados necessários, documentação será higienizada, pois, devido a grande procura não há como promover a circulação dentro do local, mas todos que procurarem a agência serão atendidos.

Os telefones para contato são: (42) 3423-1783 e (42) 210400-80.