Em novo decreto, Derbli determina toque de recolher em Irati

MATÉRIA EM VÍDEO NO FIM DA PÁGINA Na tarde desta segunda-feira (23), após a divulgação do novo boletim da Secretaria

MATÉRIA EM VÍDEO NO FIM DA PÁGINA

Na tarde desta segunda-feira (23), após a divulgação do novo boletim da Secretaria Estadual de Saúde, em que registrou 24 casos suspeitos de coronavírus em Irati, o prefeito Jorge Derbli decidiu por implantar o toque de recolher no município.

A medida já era esperada, pois muitos municípios da região já aderiram a esta ação, que está sendo fiscalizada pela 8ª Companhia Independente da Polícia Militar. A ação começa às 00h de terça-feira (24), e será a partir das 21h até as 6h do dia seguinte.

O prefeito já tinha decretado, na sexta-feira (20), a suspensão das atividades do comércio e indústrias para evitar aglomerações, com exceções para alguns estabelecimentos essenciais.

Nos locais permitidos o funcionamentos, fica restrita a aglomeração de pessoas, devendo ser respeitado o limite de clientes por metro quadrado (m2), conforme regra:

– Até 05 clientes em espaço de até 150m2.
– De 06 a 10 clientes em espaço de 151m2 a 300m2.
– De 11 a 25 clientes em espaço de 301m2 a 1000m2.
– De 26 a 50 clientes em espaço acima de 1001m2

O não cumprimento das medidas estabelecidas no decreto será caracterizado como infração à legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções aplicáveis e, no que couber, cassação de licença de funcionamento. Inexistindo penalidade específica para o descumprimento das medidas de que trata o Decreto, fica estabelecido o valor entre R$ 300,00 a R$ 5.000,00, como multa pela infração.