Equipe da Prefeitura de Irati está em Brasília nesta semana

Prefeito Derbli, vice Ieda e equipe estão em viagem para cumprir agenda de resolutividade de obras, apresentação de projetos e novas articulações

Secom

Nesta semana, uma equipe da Prefeitura de Irati está em Brasília para tratar de diversos assuntos na esfera federal. O grupo é composto pelo prefeito Jorge Derbli, a vice-prefeita, Ieda Waydzik; o secretário de Planejamento, João Almeida Junior; a secretária de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Jessica Custódio e a engenheira civil, Marília Ferreira.
A agenda da equipe é extensa, visto todas as demandas a serem atendidas nesta viagem de trabalho, que será finalizada na quinta-feira (12). Um dos assuntos já tratados foi com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte, para a liberação de três obras: Centros Municipais de Educação (CMEIs) do Rio Bonito e do Dallegrave, e a nova Escola Municipal Antonina Fillus Panka, da Vila Nova.
Derbli e Ieda participaram de uma reunião com o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, solicitando novos recursos para a Santa Casa de Irati. Eles receberam a confirmação da saída de recursos da medida provisória, destinando R$ 2 bilhões para ajudar as Santas Casas e hospitais filantrópicos do Brasil.


Ambas as reuniões foram acompanhadas pela deputada federal, Leandre Dal Ponte, que também recebeu a equipe iratiense em seu gabinete.
Em outra agenda, a vice-prefeita Ieda, e a deputada Leandre, estiveram com Cristiane Rodrigues Britto, da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, conhecendo os programas do órgão, que podem ser executados no município de Irati. Na capital, elas encontram a deputada estadual, Cristina Silvestri, que é Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).
Derbli e Ieda também estão desenvolvendo ações com o deputado federal, Evandro Roman, nesta semana. Entre os assuntos estão a agilidade no processo para a cobertura da pista de laço do CT Willy Laars e a luta para conseguir que a área da Cachoeira do Pinho, que é de propriedade da União (Eletrobrás) sob administração da Copel Geração e Transmissão S/A, seja repassada ao município. O objetivo é estruturar o espaço para que a administração municipal possa cuidar deste ponto turístico.