Formação de Cooperativa em Irati busca apoiar produtores rurais

Projeto será apresentado em encontros em todas as regiões agriculturas do município

Daniela Valenga, com reportagem de Amanda Borges

A Prefeitura de Irati, por meio da Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, apresentou a produtores rurais do município o projeto de criação da Cooperativa Irati. O objetivo é estimular essa forma de organização que incentiva o desenvolvimento e geração de lucros entre os associados.

“O cooperativismo é um guia que poderá trazer para as pessoas o incentivo da manutenção e a qualificação do método de trabalho de produção agrícola”, explica Helder Alberto Beal, especialista nas áreas de economia, administração de empresas e psicologia social. Segundo Beal, as pesquisas recentes demonstram o sucesso do cooperativismo no desenvolvimento econômico e social em vários países. “Formar uma cooperativa é uma modernidade e o que está dando certo no mundo”, aponta.

“Os bancos e cooperativas de crédito que estão se instalando em Irati mostram como o agronegócio é forte no município na cidade. Agora, esse é o momento de Irati ter uma cooperativa própria”, ressalta o Prefeito Jorge Derbli. Para isso, uma reunião realizada no dia 4 de maio, apresentou o projeto para cerca de 40 produtores locais e foi recebido de forma positiva pela maioria.

“É uma decisão e união dos agricultores que vai formar essa cooperativa, mas o poder público tem o dever de apoiar a futura organização”, aponta Raimundo Gnatkowski, secretário de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar.

As próximas etapas para implementar a Cooperativa será realizar reuniões nas oito regiões, que dividem as 86 comunidades de Irati, para ouvir os agricultores e, a partir disso, organizar uma assembleia geral que irá eleger a diretoria da organização

O prefeito Derbli destaca que os produtores de Irati trabalham com diferentes formas de produção, como cereais, leguminosas, hortifrutigranjeiros, embutidos, turismo rural, entre outros, e que o cooperativismo é uma forma de organizar e apoiar os produtores. “Nós temos uma produção grande e diversificada e a cooperativa irá abranger todas as áreas, de forma direta e profissional, para trabalhar pelos produtores”, fala.

Alex Cosmos, produtor rural da comunidade de Pinho de Baixo, que atua na área de vinhos, tem expectativas para a criação da Cooperativa. “Acredito que vai trazer muitos benefícios para os pequenos produtores e também para o nosso município, que só tem a ganhar”, coloca.

Derbli aponta que os principais beneficiados pela implantação da Cooperativa serão os pequenos produtores. “É importante ter uma assistência técnica, através dessa organização, para fazer uma comercialização, compra de insumos em grandes quantidades para fornecer a esses pequenos produtores e gerar um lucro extra no final do ano”, exemplifica.