Governador entrega chaves da casa própria para famílias em Prudentópolis

Construção do Residencial com 49 unidades recebeu R$ 3,3 milhões de investimentos do FGTS, em um trabalho integrado dos governos estadual e federal, e a prefeitura

Na tarde de quinta-feira (25), 49 famílias de Prudentópolis receberam as chaves da casa própria na cerimônia de entrega que contou com a presença do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, famílias beneficiadas, prefeito Adelmo Luiz Klosowski, presidente da Cohapar, Jorge Lange, e lideranças da região.

Elas foram beneficiadas por um projeto conjunto do governo do estado com o governo federal e a prefeitura, que envolveu investimentos mais de R$ 3,3 milhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a construção do empreendimento.

Os imóveis, cujo projeto construtivo foi elaborado pela Cohapar, possuem modelos de 38, 43 e 50 metros quadrados, com unidades de 49 adaptadas para pessoas com deficiência. As residências têm de dois a três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, com lotes que comportam possíveis ampliações futuras.

“Ter um ambiente seguro para criar os filhos, um lar, é o grande projeto das famílias, que hoje se concretiza”, afirmou o governador. “Essas são as primeiras 49 casas de um conjunto maior que ainda vamos entregar em Prudentópolis”, informou ele.

Além desta entrega, as ações em andamento em Prudentópolis prevêem a construção de mais 202 casas, sendo 40 delas em um condomínio exclusivo para a terceira idade, e a regularização de 427 lotes, já em execução. Juntos, os projetos somam investimentos de R$ 20,2 milhões de recursos federais e estaduais que serão destinados ao município ao longo dos próximos anos. “Essa é a primeira etapa, mas a programação para Prudentópolis é extensa. Estão previstas construções também para os idosos”, disse Ratinho Junior.

O prefeito Adelmo destacou a importância de receber o governador e do trabalho que sua equipe vem fazendo em habitação. “Além destas 49 unidades, conseguimos entregar 180 casas, entre rurais e urbanas, em nossa gestão. É muito gratificante porque a gente vê no semblante das pessoas a satisfação de receber a casa nova e, ainda mais, o governador trazer outros benefícios para o município”, comentou Klosowski.

Prudentópolis recebeu mais alguns convênios do governador Ratinho Junior/ Foto: AEN

 

Famílias beneficiadas

As famílias beneficiadas têm renda máxima de R$ 2.700 e pagarão prestações que variam de R$ 234 a R$ 562 por mês. O período de financiamento é de até 360 meses, gerido pela Caixa Econômica Federal. “É um sentimento de alegria, de uma conquista que a gente sempre busca na vida. Um sonho realizado”, afirmou a dona de casa, Francieli Pereira, de 25 anos. A nova proprietária da casa 441 vai trocar o aluguel por uma prestação mensal de R$ 380.

José Adilson Soares, 29 anos, assumiu prestação de R$ 418. “Trabalhando de salário a gente nunca conseguiria guardar dinheiro para comprar a casa. Só podemos agradecer”, disse. O valor, menor do que a média do aluguel cobrado no município, tornou-se viável graças aos subsídios do programa Minha Casa Minha Vida, a doação dos terrenos pela prefeitura de Prudentópolis e a instalação gratuita das redes de energia elétrica, água e esgoto, feitas pela Copel e a Sanepar.

Novo residenclal foi construído no bairro Vila Nova/ Foto: AEN

 

ATENTO

“O Governo do Estado está muito atento à questão da habitação para poder fazer com que mais famílias tenham uma casa própria", ressaltou Jorge Lange, presidente da Cohapar. Ele explicou que o empreendimento tem três modelos de imóveis, com 38, 43 e 50 metros quadrados. As 49 unidades também são adaptadas para pessoas com deficiência. As residências têm de dois a três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, com lotes que comportam possíveis ampliações futuras.

PRESENÇAS

Participaram do evento o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; os deputados estaduais Luiz Cláudio Romanelli e Alexandre Curi; o vice-prefeito de Prudentópolis, Osnei Stadler; além de prefeitos e vereadores da região.