Governo do Estado entrega oxímetros para Guamiranga

Município recebeu 17 unidades para serem distribuídas nos Pronto Atendimentos

Na semana passada, a Prefeitura de Guamiranga recebeu 17 unidades de oxímetros de dedo na 4ª Regional de Saúde, entrega foi feita à secretária de Saúde do Município, Rosana do Nascimento Fiuza, que afirmou a importância deste material, principalmente neste momento que a saúde enfrenta.

Os equipamentos recebidos, fooram através de um Projeto Todos pela Saúde realizado pelo Banco Itaú, que vão auxiliar no combate a pandemia de Covid-19 e outras doenças, e será distribuído para todas as unidades básicas de saúde do município. “Esta administração vem buscando investimentos e investindo cada vez mais em saúde, para que assim possamos sempre atender os nossos municípios com qualidade e precisão no atendimento”, disse a secretária

O diretor da 4ª Regional de Saúde, Walter Henrique Trevisan, explicou que a entrega destes equipamentos veio por meio do Governo do Estado, para ser distribuído em todos os 399 municípios do estado do Paraná. “Estes equipamentos vão monitorar a saturação do oxigênio na respiração dos pacientes que vão até os postos de saúde. O ideal desta saturação é de 95 a 100%, avaliando essa saturação, podemos nos antecipar no tratamento”, afirma Walter.

Trevisan falou que vem acontecendo, em pacientes com coronavírus idosos e com comorbidades, sintomas de hipóxia silenciosa, que constitui na baixa oxigenação no sangue. “O que é bem perigoso, pois a baixa oxigenação provoca a falta de ar, mas essas pessoas não sentem falta de ar”, ressalta o diretor.

Com os oxímetros de dedo, distribuídos, agora, em todos as Unidades Básicas de Saúde de Guamiranga, bem como em todo o Paraná, será possível antecipar o diagnóstico quando detectar níveis de saturação abaixo do normal. “Para que possamos encaminhar a um hospital, esta é uma medida pensada com o objetivo de diminuir o número de internamentos. Evitando complicações não terá um grande número de pacientes nas UTIs”.

Juntamente da triagem clínica será feito o teste de saturação, pois a hipóxia silenciosa acontece, também, em pessoas que têm sintomas leves da Covid-19. Walter conta que este equipamento era usado nos hospitais. “Nos Pronto Atendimentos não tinha estes equipamentos, agora os profissionais de saúde terão mais este aparelho para evitar o agravamento do coronavírus e de outras doenças”, informa o diretor.

A secretária de Saúde de Guamiranga falou que todo investimento em saúde é sempre importante. “A saúde pública sempre precisa de melhorias e investimentos, este material é muito bem-vindo, principalmente, no momento delicado que enfrentamos”.