IAT diz que empresa Dallegrave em Irati deve parar atividades

Órgão informa que a fábrica está com a licença ambiental vencida, e é caracterizada como potencialmente poluidora do meio ambiente

O Instituto Água e Terra (IAT), através do Escritório Regional de Irati (ERIRA), verificou, nesta semana, as denúncias de irregularidades ambientais cometidas pela empresa Indústria e Comércio Dallegrave S A Madeiras e Papel, no município de Irati. E informa que a empresa necessita de uma nova licença ambiental, desta forma, deve paralisar as atividades.

A Associação de moradores da Colina Nossa Senhora das Graças tem reivindicado sobre mau cheiro e fumaça, que causam transtornos e geram prejuízos para a saúde dos que moram no entorno, e já procurou vários órgãos para solucionar o problema. 

De acordo com o IAT, a empresa obteve autorização ambiental para testes de produção e a mesma encontra-se vencida no momento. O Instituto informa que o empreendimento atuou de forma lícita no período de testes, porém necessita da emissão de uma nova licença ambiental.

Por conta disso, a empresa, caracterizada como potencialmente poluidor do meio ambiente, deve paralisar suas atividades. O Instituto está na tentativa de contato para emissão da autuação cabível e solicitação da paralisação das atividades pela falta de licenciamento ambiental emitido pelo IAT.

Ainda, o IAT ressalta que o empreendimento pode apresentar novo pedido de licenciamento, o qual será analisado pelo órgão ambiental estadual para a possibilidade de reativação das atividades.