Imbituva sedia fase regional do Jogos Escolares e recebe 2.300 participantes

Evento contou com a participação de mais de 60 colégios, sendo quatro de Imbituva

Sthefany Brandalise

A cidade de Imbituva foi palco da 70ª edição dos Jogos Escolares do Paraná (JEPS), fase regional, que reuniu cerca de 2.300 participantes, incluindo atletas, professores, dirigentes, árbitros e a equipe organizadora. A competição, que aconteceu de sexta-feira (17) até quarta-feira (22), contou com a participação de mais de 60 colégios, sendo quatro deles de Imbituva: Santo Antônio, Alcides Munhoz, Jeocondo Bobato e Rui Barbosa.


Os estudantes competiram em várias modalidades, incluindo futsal, voleibol, handebol, basquetebol, atletismo, xadrez e tênis de mesa.


O prefeito de Imbituva, Celso Kubaski, destacou a importância do evento para a cidade. “Para nós é uma satisfação, porque envolve muitos atletas. Segundo a organização, mais de 2 mil estudantes fizeram parte desses jogos, e isso tem muita importância social, esportiva e econômica também, porque esses alunos ficaram em Imbituva todos esses dias, e isso faz girar a economia e fez com que o envolvimento da família imbituvense nos jogos escolares se fizesse presente. O evento foi um sucesso”, disse.


Allan Mattos, professor de Educação Física, explica porque Imbituva foi escolhida para sediar os jogos: “Imbituva foi escolhida para sediar os jogos escolares porque era do interesse do município, principalmente, de nós professores. A escolha estava entre dois municípios, Imbituva e Ivaí. Porém como Ivaí já tinha sido sede, os coordenadores deram essa oportunidade para Imbituva. Esse evento agregou muito conhecimento para nós professores e também promoveu, fomentou e incentivou ainda mais nossos alunos que queiram representar a cidade em outros eventos”.


“Além de promover a prática esportiva o evento traz a socialização, a inclusão, a promoção e o incentivo para o esporte. Com a vinda de 11 municípios para a Imbituva pode ter certeza que agregou o comércio local também, pois além de ter o refeitório destinado para os atletas, a gente vê que eles saíram aqui na cidade, no comércio, compraram lembranças, saíram comer lanches, pizza, e isso foi muito lucrativo para todos”, finaliza Mattos.

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.