Inácio Martins deve adotar uso de pulseiras para pacientes com Covid-19

Medida ainda passará por aprovação da Câmara de Vereadores

A Prefeitura de Inácio Martins deve implantar o uso de pulseiras em pacientes positivados ou com suspeita da Covid-19. O projeto de Lei foi enviado pelo Executivo à Câmara de Vereadores e passará por duas votações.

A medida consiste no uso de pulseiras por parte dos pacientes para monitorar os casos e, se houver descumprimento, poderão ser denunciados e haverá multa. “Esta é uma maneira de restringir as pessoas de saírem e, se saírem e forem identificadas usando as pulseiras, serão denunciadas a Vigilância Sanitária ou a Polícia Militar e terão consequências”, disse o prefeito de Inácio Martins, Junior Benato.

Serão dois tipos de pulseiras, laranja e lilás. A primeira será colocada quando o paciente fizer o teste, em que é considerado um caso suspeito da doença, e ficará em quarentena até sair o resultado. A segunda será quando o paciente confirmou para Covid-19 e deve cumprir o isolamento. “O comércio também vai adotar para pedir as pessoas levantarem a manga da blusa, na época de inverno, para ver se utilizam a pulseira e podem entrar no estabelecimento. Esta recomendação será feita logo após a aprovação da Lei”, comenta Junior.

A proposta de Lei foi enviada à Câmara de Vereadores na segunda-feira (24), e agora passará por duas votações. O presidente da Casa, Edmundo Vier  (Dimas), informa que na quarta-feira (26) deve haver uma sessão extraordinária para primeira votação. “É de extrema importância esse projeto neste momento agravado, não só aqui, mas em todos os municípios da região. Tenho plena certeza que todos os vereadores estão em concordância. A pulseira é a melhor forma, neste momento, de monitorar, porque fica livre. Nós precisamos tomar sempre precaução, é o momento de fazer alguma coisa para diminuir os casos”, destaca.

A pulseira só poderá ser retirada com autorização médica, e a multa no descumprimento desta medida é de cerca de R$ 300, se houver reincidência, será cobrado o dobro do valor. Esta é mais uma medida da Prefeitura de Inácio Martins para combater a Covid-19 no município, em comum acordo com os vereadores.

Até esta terça-feira (25), de acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde, o município registra 666 confirmações da Covid-19, com 591 recuperados, 64 pacientes estão em isolamento domiciliar. Onze pessoas faleceram por complicações da doença. Inácio Martins registrou 30 novos casos em 24h.