Livro “Meu quintal, meu mundo” é lançado na Câmara de Vereadores

O livro busca conscientizar sobre a necessidade de cuidar do planeta

Redação

A escritora e professora Neiva Cosa lançou o livro infantil “Meu quintal, meu mundo”, na terça-feira (3). A obra infantil tem como objetivo conscientizar crianças quanto à importância de cuidar do meio ambiente. O evento foi sediado na Câmara de Vereadores de Rebouças e, além dos vereadores, estavam presentes diretores de escolas, secretário de Educação e colegas professores.

De acordo com a autora, o livro é um projeto de longa data e teve início quando ainda trabalhava como professora no Colégio Maria Ignácia, e realizava práticas educativas, com uma temática ambiental. 

Neiva também contou que, nas experiências pedagógicas que teve, algumas famílias acabaram se envolvendo também e percebeu que tocando a consciência das crianças chegava até os pais. A partir dali, começou a investigar cada vez mais a concepção de trabalho integrado. Segundo ela, os pais começaram a escrever também e mandar os textos para que ela observasse e isso chamou sua atenção. Essa foi uma das motivações para que surgisse o livro.

Em 2019, quando a Feira de Sementes esteve em Rebouças, ela e outra professora estavam vendendo livros que produziram. A escritora notou que as crianças se interessavam por eles e que chegavam a pedir aos pais para comprar os livros. “Esse momento tocou meu coração”, disse. Foi então que pensou em escrever o livro. A autora também afirmou que o lançamento teve de ser adiado em virtude da pandemia.

A obra

Sobre o tema do livro, Neiva aponta: “esse quintal é simbólico, sendo um lugar que você gosta de ficar, que você se sente bem e o nosso quintal é o nosso planeta”. A história se dá de forma que atraia as crianças. A autora destaca que o objetivo principal é sensibilizar, conscientizar e contribuir na formação das crianças.

“Para que a gente tenha uma geração mais consciente, mais equilibrada. Uma geração que a gente não precise ficar impondo nada mas que, internamente, todos tenham essa responsabilidade com relação ao lugar que nós vivemos. Eu penso na Amazônia, mas eu também devo pensar onde vivo”.

Durante o evento, o vereador Ricardo Hirt Júnior se manifestou sobre o livro. Ele foi um dos primeiros a ler o trabalho, que chama atenção para as coisas simples, mas que na infância embutem um significado muito grande nas crianças. “Nesse mundo tecnológico, certos valores, coisas simples, o imaginário acaba ficando de lado. E, se olharmos realmente com os olhos de uma criança, podemos ver que no nosso entorno (no quintal de nossa casa) há coisas interessantes. Basta saber a perspectiva que você às observa”, comenta Ricardo, citando que a obra tem um valor educativo muito grande.

O presidente da Casa, Getúlio Gomes Filho, disse que a Câmara de Vereadores ficou lisonjeada em poder sediar o evento. “Temos de agradecer e parabenizar a professora Neiva por esse belo trabalho, que muito vem contribuir para a formação educacional de nossas crianças”.

Também se manifestaram em Tribuna os vereadores Claudemir Herthel, João Cosa e Elizabete Piani, enaltecendo o trabalho da escritora e a obra.