Mesmo na pandemia, ações solidárias prevalecem

Eles passaram por várias ruas do município distribuindo os kits para os pequenos

A magia do Natal continua em Irati. A solidariedade está ativa nas pessoas mesmo na pandemia. Nesta semana, um grupo de amigos e voluntários fez a entrega de mais de 1.619 kits de doces às crianças do município, passeando pelas ruas com o Papai e a Mamãe Noel.

Os voluntários percorreram 10 bairros de Irati, começaram pela Lagoa, passaram pelo Jardim Orquídea, Pró Morar, Vila Matilde, Vila Raquel, Joaquim Zarpelon, entre outros, e finalizaram na Vila Nova. Eles também pararam na Colina Nossa Senhora das Graças agradecer ao trabalho feito e por ter guiado eles.

A equipe faz o trabalho há oito anos. Eles arrecadam os doces, montam os kits e distribuem às crianças no Natal. Neste ano, devido à pandemia, eles adaptaram a forma de arrecadação, pois não poderiam ir buscar ou fazer como sempre fizeram.

De acordo com a voluntária, Zeneide Zanlorense, mais conhecida por Neide, este ano foi melhor que 2019, eles conseguiram dobrar a quantidade e distribuíram mais guloseimas. Neide conta que começaram em Novembro a pensar em formas de arrecadar os doces para distribuição. Como não podiam se reunir, criaram um grupo no aplicativo WhatsApp e foram inserindo pessoas e divulgando a ideia. Também, arrecadaram cerca de R$ 1.200,00, que foi revertido em doces.

A novidade este ano também ficou por conta da Mamãe Noel. Todos os anos apenas o Papai Noel, que é interpretado pelo Adilson Ferreira, faz a distribuição sentado em uma poltrona vermelha em cima de um caminhão enfeitado, em que são colocadas as guloseimas. Agora, sua esposa, Sandra Mara Molinoski, o acompanha. “O Papai Noel tem que ter uma esposa, então, este ano, nós implantamos a Mamãe Noel. Eles vão sentados em cima do caminhão, no sofá, e nós vamos atrás com os carros, também com doces, para entregar às crianças”, disse Neide.

O povo de Irati é muito querido, acolhedor, na hora que a gente precisa ele está disposto a ajudar.

Zeneide Zanlorense (Neide)

Para fazer as entregas e preparar os kits, os voluntários seguiram todos os protocolos de prevenção a Covid-19, com luvas, máscaras e álcool gel. “Queremos agradecer ao Agostinho Basso que nos orientou desde o começo, porque a gente estava com medo de não conseguir fazer as entregas por causa da pandemia, mas ele nos informou quais as formas para fazer tudo certo, para não haver o risco de chegar um perto do outro e se contaminar”, comenta Neide.

Como tudo deu certo, os voluntários agradecem a todos que ajudaram nesta ação. “Quero agradecer a todas as pessoas que nos ajudaram. Na última mensagem que eu enviei no grupo, chorei, porque eu estava muito emocionada. Agradeço de coração a todas as pessoas que nos ajudaram. Não temos palavras. Muito obrigada”, destaca.

Papai e Mamãe Noel estavam no caminhão entregando doces

MENSAGEM DE NATAL

Neste Natal, além de alegrar o dia das crianças, os voluntários deixam uma mensagem especial a todos os leitores do jornal. “Eu quero desejar um feliz Natal a vocês. A gente não imaginava que teria toda essa repercussão. Nós agradecemos a todas as pessoas de Irati, e que tenham um feliz Natal e desejamos, de coração, que tudo que foi doado para nós, seja dado em dobro para as pessoas”, conclui Neide.