Notas informativas Prefeitura Municipal de Irati – 16/07

Casos confirmados de Covid-19 sobem 150% em 14 dias em Irati No dia 01/07 havia em Irati, em números absolutos,

Casos confirmados de Covid-19 sobem 150% em 14 dias em Irati

No dia 01/07 havia em Irati, em números absolutos, 32 casos de Covid-19 confirmados. Após 13 dias, ou seja, dia 14/07, houve um aumento de 150% no número de casos, chegando a 79 confirmados no Município. A informação é do coordenador da sala de crise, o enfermeiro Agostinho Basso.

A faixa etária mais atingida em Irati corresponde a indivíduos de 20 a 49 anos de Idade.

Os grupos mais atingidos são de pessoas com morbidades cardíacas como hipertensão arterial sistólicas (HAS), diabéticos e obesos.

Segundo Basso, “como já era previsto e esperado, o mês de julho está registrando uma maior procura pelas pessoas nas unidades básicas de saúde e também na UPA. Com o inverno, diminuição da temperatura, umidade do ar e chuvas, as doenças respiratórias e gripais são mais frequentes. Com isso a procura pelo atendimento aumenta consideravelmente”. O enfermeiro acrescenta que, com o receio de contágio pela Covid-19, aumentou ainda mais a demanda nas unidades de saúde e pronto atendimento.

Em relação às pessoas atendidas até o momento, Basso explica que “é difícil dizer com exatidão, mas é possível afirmar que foram mais de 2.500 pessoas desde o início da pandemia. De março até o dia 12/07 foram descartados 587 casos incialmente suspeitos”.

O crescimento do número de infectados era esperado para essa primeira quinzena de julho, comenta o profissional. “A Secretaria de Saúde de Irati estava preparada para este pico, já que na região Sul do Brasil, com a ocorrência do inverno, há o aumento significativo das síndromes gripais, respiratórias e alérgicas”.

Segurança profissional e estrutura pronta para atuar

“A Prefeitura de Irati também investiu no enfrentamento à Covid-19 no treinamento de equipes, preparar uma unidade específica para atendimento de eventuais casos, EPIs, e equipamentos para Santa Casa”, argumenta Basso. Desde o início da pandemia, na primeira quinzena de março de 2020, a as secretarias de Saúde e de Finanças trataram de dar todo o suporte necessário para preparar os equipamentos de saúde pública, onde as principais ações foram:

– Abertura da UPA da Vila São João, um local de mais de 2.800 metros quadrados, destinado ao atendimento de urgência e emergência, e também abrigando a Unidade do SAMU.

– Implantação do SAMU (Serviço Avançado de Atendimento Médico de Urgência), uma reinvindicação antiga e necessária para o município.

– Aquisição de cinco respiradores novos que foram destinados à Santa Casa de Irati, e manutenção e recondicionamento de mais oito respiradores, sendo seis para a Santa Casa e dois para a UPA.

– Aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção individual) para os colaboradores da Secretaria Municipal de Saúde.

– Treinamento e capacitação dos colaboradores da UPA e Unidade Sentinela da Covid-19.

– Instalação de uma Unidade Sentinela específica para atendimento à Covid-19, na UBS do Loteamento Joaquim Zarpellon.

– Implantação do COAF (Centro de Operações Especiais e Fiscalização) para o enfrentamento à Covid-19.

– Implantação do sistema de transporte inter hospitalar exclusivo Covid-19, realizado pelo Estado do Paraná, pelas ambulâncias da EcoSalva, com equipe multiprofissional e atendendo a toda a região, com sede em Irati.

Além disso, Agostinho Basso ressalta que “a UPA Municipal está totalmente pronta e preparada para o atendimento inicial de pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19, tendo uma ala específica para este fim. Neste setor há um consultório médico exclusivo, um consultório de enfermagem exclusivo, uma sala de coleta de exames (PCR), um quarto de isolamento com respirador para ventilação mecânica e outros equipamentos, e uma enfermaria com cinco leitos para casos clínicos da Covid-19. Todos os profissionais foram capacitados para o enfrentamento da pandemia”.

Instituições de longa permanência de idosos

O enfermeiro explica ainda que a Secretaria de Saúde de Irati não está fazendo a testagem em instituições de longa permanência de idosos. “Isto não está sendo necessário neste momento, pelo fato destas pessoas estarem em quarentena desde o início da pandemia e, portanto, sem receber visitas. Por não terem contatos com pessoas de fora do convívio, não faz parte do protocolo fazer a testagem. A não ser que tenham alguém com sintomas, aí sim, testa essa pessoa e isola o suspeito, e se faz testes em quem vier a apresentar sintomas”.

Os reclusos na Delegacia de Polícia também estão sendo acompanhados, segundo Basso. “A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um profissional médico para atender semanalmente os detentos da Delegacia de Polícia de Irati, onde são avaliados, passam por consultas quando necessário, e são medicados e testados com PCR, quando estão com sintomas de Covid-19.  Também são monitorados pelo serviço de vigilância epidemiológica, tanto nos casos de Covid como também outras patologias infectocontagiosas. A Secretaria de Saúde de Irati disponibilizou EPIs para serem utilizados pelos agentes da carceragem”.

Desde o início da pandemia foram feitos 86 testes rápidos

Desde que teve início a pandemia, foram enviados a Irati, pelo Governo do Estado, através da SESA, 240 kits de testes rápidos e, destes, foram realizados até o momento, seguindo os protocolos, 86 testes rápidos.

Já o teste PCR (orofaríngeo), considerado padrão ouro pelo laboratório Lacen, do Governo do Estado, teve realizados até o dia 12/07 um total de 615 exames.

“Qualquer pessoa com síndrome gripal deve procurar uma UBS ou unidade sentinela, para passar por uma triagem e ser orientada quanto os cuidados, ou então, coletar o exame e   passar por consulta médica”, recomenda Basso.

“É de extrema importância obedecer às orientações repassadas pelas autoridades sanitárias, tendo em vista o grande risco de contágio portanto, seguir as e a patogenicidade da Covid-19”, complementa o enfermeiro, como procedimento para evitar a disseminação do vírus, bem como, complicações da doença.

De acordo com o profissional, as restrições estabelecidas pelos decretos estão dando resultados. “Não temos dúvida nenhuma dos resultados positivos que vieram em decorrência das medidas restritivas adotadas nos decretos municipais e estaduais. Cada vez que evitamos que as pessoas circulem, se aglomerem ou entrem em contato próximo, estamos evitando e retardando o contágio, e com isso, estamos dando condições de atendimento das pessoas contagiadas nos equipamentos de saúde (hospitais, enfermarias e UTIs), pois, se não fossem estas medidas, o sistema de saúde pública já teria entrado em colapso. No Paraná e em Irati não seria diferente”.

Basso concorda que o isolamento domiciliar e o distanciamento social são os melhores remédios para o enfrentamento da pandemia. “E eu diria que são os únicos, até que tenhamos um medicamento comprovadamente eficaz, ou uma vacina que nos traga imunidade. Enquanto isso não é possível, temos todos e cada um de nós, que fazermos a nossa parte. Ficando em casa aqueles que podem ou fazem parte do grupo de risco, tomando todos os cuidados de prevenção ao sairmos de casa para o trabalho ou fazer compras. No ambiente de trabalho devemos ter cuidados individuais, cuidar dos outros colegas e também dos clientes, e na rua agir como se o vírus estivesse a nos rondar. Agindo assim, estaremos ajudando as autoridades sanitárias e os órgãos públicos a vencer esta pandemia e voltar o mais rápido possível ao novo normal”, comenta.

COEF é órgão que analisa, compila e define ações

O COEF é o Centro de operações Especiais e Fiscalização, órgão criado exclusivamente para este momento de crise da Covid-19, e tem como objetivo reunir-se para analisar, interpretar, discutir, decidir e deliberar sobre a situação atual da pandemia no Município, na região, no Estado e no Brasil.

Tem como função, a compilação e análise dos dados, propor ações de prevenção, controle e combate ao Coronavírus, dar assessoria e respaldo técnico ao prefeito em seus decretos municipais, responder aos questionamentos e dúvidas referentes às ações tomadas, bem como, estar atento e vigilante para com o futuro próximo referente à pandemia.

Fazem parte do COEF:

Prefeito Municipal – Jorge Davi Derbli Pinto

Secretária Municipal de Saúde – Jussara Aparecida Kublinski Hasen

Secretário Municipal de Segurança Pública – Claudio Adão Pereira

Secretário de Finanças – Juarez Miguel da Silva

Comandante da Guarda Municipal – Averaldo Lejambre

Coordenador do COEF – Agostinho Basso

Provedor da Santa Casa de Irati – Ladislao Obrzut Neto

Coordenador da Vigilância Sanitária – Adriano Farias

Ouvidor Municipal do SUS – Leandro Ditzel

Assessora Jurídica da Prefeitura – Ester Bibas

 

Assistência Social destina produtos à instituição de longa permanência para idosos

A Secretaria de Assistência Social de Irati destinou recentemente 200 cestas básicas, 100 kits de higiene e 100 recipientes de álcool em gel para a Instituição de Longa Permanência para Idosos. A ação é desenvolvida a partir da construção e implementação do plano de contingência para atuação na situação de emergência em saúde pública da COVID-19.

Dentre essas ações, o município faz um repasse mensal de R$ 15 mil e um repasse complementar no valor de R$ 60 mil também será feito por meio do fundo municipal dos direitos da pessoa idosa, conforme aprovado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

Para a secretária de assistência social, Sybil Dietrich, a sociedade está vivenciando um momento complexo, o qual exige uma atenção especial à Instituição de Longa Permanência para Idosos, como medidas preventivas e de cuidado aos residentes. Segundo ela, também está prevista no plano de contingência da Assistência Social para atuação na situação de emergência em saúde pública da COVID-19 mais uma remessa de produtos de alimentação, higiene e equipamentos de proteção individual para esta instituição.

 

Ecovale disponibiliza canais para atendimento ao público

A empresa Ecovale Tratamento de Resíduos Urbanos, está disponibilizando um número de telefone fixo para atendimento aos munícipes de Irati, o 3422 7027.

Por meio deste número oficial de atendimento ao público, todas as ligações terão custo local e serão direcionadas à central de atendimento da empresa, localizada em União da Vitória (PR). Esta política é adotada em todos os municípios que a empresa presta serviços de coleta e transporte de resíduos sólidos.

A empresa ressalta que também está disponibilizando as opções de atendimento por e-mail ([email protected]com.br) e via aplicativo WhatsApp (42) 3135 5160. O atendimento será realizado de segunda-feira a sexta-feira, das 07h30 às 18h.

Em razão disso, não estão sendo fornecidas informações ou aceitas reclamações por qualquer outra forma que não seja pelos canais já mencionados.

Tais medidas visam atender com maior qualidade e agilidade os munícipes, além de alimentar o banco de dados interno da empresa.

 

Prorrogado prazo do 1º Concurso de Haicai Professor José Maria Orreda

Está prorrogado o prazo de envio dos livros com os poemas selecionados para o 1º Concurso de Haicai “Professor José Maria Orreda”. Inicialmente, o prazo divulgado para o envio, através do correio, era agosto de 2020, mas em virtude da pandemia causada pela Covid-19, este prazo foi prorrogado, ainda sem definição de data.

Também fica adiada a premiação dos classificados no 1º Concurso de Haicai “Professor José Maria Orreda”, com a publicação dos poemas selecionados na obra RIO DE MEL – Antologia de Haicai, após o lançamento no 8º Encontro Regional de Haicai de Irati.

Integrantes do Grêmio Haicai Chão dos Pinheirais de Irati, promotores do concurso, agradecem a compreensão e se colocam à disposição para esclarecimento de dúvidas nos e-mails: [email protected] , [email protected] e [email protected].

 

O inverno e as pessoas em situação de rua

Com a chegada do período mais frio do inverno, a Secretaria de Assistência Social de Irati está reforçando o trabalho de atendimento às pessoas em situação de rua.

Por isso, se você encontrar alguém dormindo na rua em uma das noites frias de Irati, informe o Serviço de Abordagem Social – CREAS, pelo telefone 9 9117 5939, mencionando o local. Uma equipe será deslocada para atendimento.

Sua atitude pode salvar uma vida.

 

Decreto 196/2020 vigora at