Parceria com a Ucrânia gera resultados positivos para Irati

Graças à grande quantidade de imigrantes no município foi possível estabelecer algumas relações

Irati tem uma parceria com o governo da Ucrânia, especialmente, com a região leste do país, que é especialista na área tecnológica voltada para a saúde. Esta cooperação resultou na chegada de dois aparelhos extremamente modernos, capazes de fazer um levantamento de vários exames nos pacientes que vivem em locais mais distantes do centro urbano.

Estes equipamentos ficarão em duas Unidades Básicas de Saúde no interior de Irati, segundo a secretária de Saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, um aparelho ficará em Gonçalves Júnior e o outro em Itapará. “Estes aparelhos vão melhorar a qualidade de tratamento dos pacientes, lá mesmo serão feitos os exames e o resultado sai na hora. Vai economizar o tempo e o deslocamento da pessoa até a cidade”, afirma a secretária.

As comunidades de Gonçalves Júnior e Itapará ficam afastadas da zona urbana e são compostas, em sua maioria, por descendentes de ucranianos que terão uma tecnologia vinda da Ucrânia, disponível para ser usada dentro das unidades de saúde ou nas residências quando necessário.

Os aparelhos não têm custo para a Prefeitura de Irati, ficarão por três meses sendo testados, por ser um projeto piloto, vai ser analisado e corrigido, para posteriormente, ser feito um investimento. O enfermeiro Agostinho Basso explica como os aparelhos vão auxiliar no trabalho dos profissionais da saúde. “Quando o técnico de enfermagem vai em uma residência no interior com o equipamento, que por sinal é portátil, ele terá acesso a um eletrocardiograma, o oxímetro de pulso, oxigenação, terá a verificação da pressão, temperatura, espirômetro, analisador de glicose e de urina, e o mais interessante é que se tiver acesso à internet os resultados podem ser enviados em tempo real, tanto para a unidade de saúde, quanto para o médico, ou pode ser arquivado para ser apresentado posteriormente”, disse o enfermeiro.

Trata-se de uma tecnologia que recebeu a certificação da Áustria como sendo uma das melhores do mundo. Este projeto é pioneiro no Brasil e começou pela cidade de Irati, Sérgio J. Maciura fala da importância destes aparelhos para a região. “Ficamos felizes que este trabalho está dando resultados positivos e que o governo ucraniano, por meio do nosso embaixador que está em Brasília, proporcionou a chegada destes aparelhos, principalmente agora, que é um momento crítico da saúde”,

A Ucrânia tem se destacado na tecnologia direcionada à saúde, Vânia Mara Vieira, conta que, futuramente, chegará em Irati outros aparelhos e a parceria irá proporcionar avanços. “Por sermos conhecidos com o embaixador da Ucrânia e ter um grande número de imigrantes aqui, estas raízes estão se fortalecendo vamos melhorar as coisas o quanto antes”, disse.

130 ANOS DA IMIGRAÇÃO UCRANIANA NO BRASIL

Em 2021, será comemorado 130 anos da imigração ucraniana no Brasil. “É uma história muito bonita e por esta razão que Irati foi escolhido para fazer parte do projeto de aproximação entre a Ucrânia e o Brasil”, finaliza Sérgio.