Plano de gestão do Parque Estadual Salto São Francisco é apresentado

Instituto Água e Terra apresentou o projeto aos prefeitos de Prudentópolis, Guarapuava e Turno em reunião na última segunda-feira (01°)

Na segunda-feira (1°) foi dado um importante passo para a implantação do Parque Estadual Salto São Francisco na região da Serra da Esperança que engloba os municípios de Guarapuava, Prudentópolis e Turvo. No encontro, foi apresentado aos prefeitos o Plano de Gestão do Parque São Francisco.

O Parque terá, ao todo, 7 mil hectares. A infraestura do parque passará por melhorias a partir de agora. Além disso, haverá a possibilidade de organizar as atividades de visitação, veiculação de comerciais e de todo equipamento de uso público dentro da unidade conversação. A vigilância, recepção e limpeza ficarão sob a coordenação do IAT com apoio das prefeituras.

A Secretária de Turismo de Prudentópolis, Cristiane Guimarães Boiko Rossetim, avalia que a implantação do parque deve trazer benefícios para toda a região. “O Salto São Francisco é o maior salto do sul do Brasil e tem um potencial turístico enorme. Estamos felizes com esse passo que foi dado e com esse trabalho conjunto podemos movimentar a economia e o turismo não só de Prudentópolis, mas de toda a região, que contêm inúmeras belezas naturais”, diz Cristiane.

A reunião contou com a presença do prefeito de Prudentópolis Osnei Stadler, juntamente com o seu vice, Evaldo Hofmann Júnior, a Secretária de Turismo Cristiane Boiko, Secretário de Meio Ambiente, Humberto José Sanche,s e Chefe de Gabinete Alex Fabiano Garcia. Além disso, o encontro contou ainda com a presença do Prefeito de Guarapuava Celso Góes, do Prefeito de Turvo Jerônimo Gadens do Rosário, Diretor de Patrimônio Natural do IAT Rafael Andreguetto, Chefe do Escritório Regional do IAT de Guarapuava Jorge Luiz Carolo Teixeira e a Chefe de Unidades de Conservação do IAT Guarapuava, Aline Hlatki.

Salto São Francisco

O Salto São Francisco é a maior queda d'água da região sul do Brasil e uma das maiores do país. A queda está localizada na Serra da Boa Esperança, numa região de tríplice fronteira entre os municípios de Guarapuava, Prudentópolis e Turvo, no estado do Paraná, dentro da Área de Preservação Ambiental da Serra da Esperança. Possui aproximadamente 196 metros de queda livre, o que equivale a um prédio de 60 andares, onde a água transforma-se em névoa antes de tocar no chão.