Prefeitura de Imbituva planeja reorganização de trânsito no município

As alterações serão feitas em etapa para que a população possa se acostumar

Redação

A prefeitura de Imbituva planeja começar a reorganização do trânsito no quadro urbano a partir deste mês. A iniciativa foi tomada após pedidos de vereadores, secretários, comerciantes e também motoristas, para que haja uma melhor circulação de veículos. As mudanças serão feitas em etapas. Será alterado o sentido de ruas, colocadas lombadas e placas, criadas ciclovias, entre outras coisas.

As ruas que terão as primeiras alterações são as transversais da Avenida Sete de Setembro, sendo elas: Rua Eugênio Lejambre, Padre Thomaz Kânia, Benjamin Constant, Joaquim Gaspar, Antonio Lourenço, Capitão Edson Graeser, Travessa Antonio Emilio Pontarolo. Na avenida a circulação continua como é.

Até o final deste ano, serão construídos 26 pontos de lombadas e travessias. Segundo o vice-prefeito de Imbituva, Zaqueu Bobato, nos próximos dias será licitado o material para a realização das obras. Bobato também aponta que está sendo estudada a possibilidade de mão única, com a criação de ciclovia, para proporcionar mais segurança aos pedestres e ciclistas em vias que dão acesso a importantes bairros, como é o caso do Jardim Tangará e Vila Zezo (Rua dos imigrantes e Rua Prof. Souza Araújo).

“Será um importante passo para integrar os bairros mais afastados até o Centro. Isso dará mais segurança para aquelas pessoas que precisam recorrer até os serviços prestados no Centro da cidade e que se locomovem utilizando bicicletas”, diz.

Zaqueu destaca que o processo de reorganização do trânsito é urgente, pois o tráfego de veículos aumentou muito na última década e o planejamento do trânsito não acompanhou esse crescimento.

Outro fator motivador das mudanças é o caso do transporte escolar no Colégio Estadual Santo Antônio. A rua fica trancada com os ônibus estacionados nos dois sentidos, e, isso inviabiliza a fluidez do trânsito e coloca em risco a vida dos alunos.

“Nós também estamos colocando semáforos em pontos estratégicos como no caso do cruzamento Av. Sete de Setembro-Transbrasiliana e Rua Alberto Diedrichs. Nos próximos dias, atendendo o apelo da Direção e pais dos alunos da Escola Rui Barbosa, estaremos colocando o semáforo no cruzamento próximo a Igreja Luterana. Tudo visa o bem comum, e, sobretudo, a segurança para o nosso povo”, afirma.

Plano de ação

Segundo Bobato, em um primeiro momento serão feitas as mudanças nas transversais da Avenida Sete de Setembro, para que a população possa se acostumar. Na sequência, a Rua Santo Antônio (que passa em frente à Secretaria Municipal de Saúde) terá mão única. No caso, da Santo Antônio, por ser BR, a prefeitura está em contato com os órgãos competentes para obter autorização. Se for permitida, ela será rua de mão única e também a Santos Dumont (que passa em frente ao Bar do Colono).

“É um trabalho em etapas. Não podemos fazer tudo repentinamente o que há muitos anos foi deixado de lado. Por isso, precisamos que a população tenha calma neste processo necessário que é o de promover alterações no trânsito. Temos a dimensão que mudanças geram conflitos, no entanto, é para o bem comum essas mudanças, e, nós as faremos.”, destaca.