Prefeitura de Irati realiza serviço de dragagem e limpeza no Rio das Antas

O projeto é para que o tratamento ocorra em todos os afluentes do rio

Esther Kremer

A prefeitura de Irati, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, iniciou o serviço de dragagem e limpeza do Rio das Antas e seus afluentes no município. O projeto começou no dia 05 de julho de 2021 e parou no dia 24, foi retomado em novembro do mesmo ano e, agora, não tem previsão de parada. O serviço conta com uma extensão de 28,5 km.
A dragagem já foi feita no município outras vezes, mas não em toda a extensão do rio, a intenção é que o serviço se estenda pelos próximos três anos e continue nas outras gestões. O objetivo do projeto é diminuir as enchentes em épocas de chuvas intensas, ajudando, principalmente, a população ribeirinha.
Irati enfrenta graves problemas com grandes fluxos de chuvas, pois o rio atravessa toda a parte central do município. Em janeiro de 2021, uma forte chuva alagou áreas mais baixas da cidade, mesmo com o canal hídrico em funcionamento, não foi possível conter os alagamentos.
O prefeito de Irati, Jorge Derbli, vistoriou o serviço na localidade do bairro da Vila São João e enfatizou a importância de fazer a limpeza de forma contínua. “Este é um trabalho muito importante para o município, existem casas que ficam muito perto dos rios e quando acontecesse uma enchente a população é a que mais sofre, não podemos deixar isso acontecer”, disse o prefeito.

“Moro aqui já faz 20 anos, passei por duas enchentes, entrou água na minha casa e eu perdi praticamente tudo. Essa limpeza que a prefeitura está fazendo é muito boa” – Maria Custódio

A secretária do Meio Ambiente, Magda Adriana Lozinski, esteve presente na vistoria das obras e comentou sobre o projeto. “A intenção é fazer a limpeza total do rio, para que a gente consiga atender o município no seu perímetro total e evitar enchentes, cheias e alagamentos”.
Magda também falou sobre a dragagem ser algo permanente e que seria o ideal para o município de Irati. A secretária garantiu um cronograma para que, posteriormente, este tipo de tratamento não pare.
Além da limpeza e do alargamento, também é retirado todo o entulho das encostas, porém a população continua poluindo os rios, mesmo com a Prefeitura oferecendo o serviço de transbordo do lixo e facilitando o descarte destes materiais.
Os alagamentos na cidade impactam diretamente nos setores ambientais, sociais e econômicos , segundo a secretária, um dos fatores que contribuem para este fenômeno é a existência de vários resíduos eletrônicos, lixos, madeiras e entulhos que são descartados pela população nas encostas e até dentro dos rios.

“Essas pessoas precisam sair deste local, é perigoso e com certeza vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance” – Jorge Derbli

“Uma coisa que nos deixa muito triste é saber que a gestão faz todo o trabalho, dispende de um valor, de tempo e nos deparamos com essa falta de conscientização, isso acaba impactando nas pessoas ribeirinhas da Vila Nova e na Rua Coronel Saboia, onde é o ponto mais crítico da nossa bacia hidrográfica”, comenta Magda.
A Prefeitura e a Secretaria do Meio Ambiente pedem a colaboração da comunidade, para que não façam o descarte irregular de lixo. O município dispõe de serviços para o descarte de resíduos eletro/eletrônicos, orgânicos e recicláveis.
O morador José Onório, reside há 23 anos no bairro da Vila São João, na encosta de um dos afluentes do rio, e comenta sobre o serviço realizado. “Já passei por vários alagamentos aqui e agora essa limpeza do rio é algo muito bom para nós, vai ajudar a não acontecer essas enchentes”, disse.
Além de elogiar o trabalho feito, Onório fez um pedido para a Prefeitura.“Eu quero pedir para que o prefeito tire a gente daqui, para que possamos ficar mais tranquilos em dias de chuva, isso é um problema sério para a minha família e o pessoal que mora aqui perto”, explicou.
Maria Custódio também reside na localidade e relatou o mesmo problema. “Moro aqui já faz 20 anos, passei por duas enchentes, entrou água na minha casa e eu perdi praticamente tudo. Essa limpeza que a prefeitura está fazendo é muito boa, não vai encher mais, porém o que a gente realmente quer é sair daqui, já fomos avisados que pode acontecer o desmoronamento, então, esse é o meu pedido para o prefeito Jorge”, disse.
Os pedidos e relatos foram feitos pessoalmente para o prefeito, o mesmo garantiu que as mudanças vão acontecer o mais breve possível. “Essas pessoas precisam sair deste local, é perigoso e, com certeza, vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance”, finalizou.