Prefeitura de Prudentópolis intensifica rigor na fiscalização de medidas no combate à Covid-19

Último decreto n°322 publicado em 16 de junho, proíbe a venda de bebidas alcoólicas na cidade das 20h às 06h, a permanência indeterminada de pessoas em praças e locais públicos e reitera a aplicação de multas se necessário de acordo com o Código de Posturas Municipal

Foi realizada na quinta-feira (18), uma reunião técnica para a implantação de fiscalizações mais rigorosas no combate a pandemia em Prudentópolis. O encontro contou com a presença do prefeito de Prudentópolis, Adelmo Koslwski, secretário de Saúde Marcelo Hohl Mazurechen, comandante da Polícia Militar, Tenente Walla, membros do comitê técnico de enfrentamento à Covid-19.

No encontro foi discutido a estruturação de um novo sistema para acompanhamento das fiscalizações e aplicação de penalidades através de uma central única, bem como a divulgação de um número de telefone para denúncias relacionadas ao descumprimento das medidas de enfrentamento à pandemia. “Nós desde o início da pandemia temos conduzido essa situação balizada em critérios técnicos e na orientação do comitê técnico formado por profissionais da área de saúde. Por isso, precisamos manter esse posicionamento para continuarmos combatendo da melhor forma possível a propagação do vírus aqui na cidade”, comenta o prefeito.

O último decreto n°322 publicado em 16 de junho, proíbe a venda de bebidas alcoólicas na cidade das 20h às 06h, a permanência indeterminada de pessoas em praças e locais públicos e reitera a aplicação de multas se necessário de acordo com o Código de Posturas Municipal. “A medida será amplamente fiscalizada assim como as demais já anteriormente editadas; e tem como objetivo a redução da circulação imotivada das pessoas após o horário comercial; o que proporciona a redução do contato social, e por outro lado a redução de outras espécies de acidentes e também contribui para a diminuição da ocupação de leitos hospitalares e de leitos de UTI, tão necessários neste momento de pandemia”, explica o secretário de Saúde.

Para a equipe técnica, este é o momento de aumentar o rigor na fiscalização das medidas já adotadas, para que com a colaboração da população não sejam necessárias medidas mais drásticas, evitando assim o contágio comunitário na cidade. Atualmente, há 19 casos confirmados da doença na cidade, até o momento, foram publicados 17 decretos no combate à pandemia.