Rio Azul ainda não foi notificado sobre irregularidades na vacinação contra a Covid-19

Município tem quatro denúncias na CGE e informa que, assim que receber, irá apurar os fatos

A Secretaria de Saúde de Rio Azul se pronunciou sobre as denúncias feitas na Controladoria Geral do Estado do Paraná (CGE), em que aparece com quatro suspeitas de fura-filas na vacinação contra a Covid-19. Município informa que não foi notificado, mas que seguiu todas as orientações da SESA.

A Secretaria enviou uma nota de esclarecimentos sobre os fatos e diz que “ainda não recebeu formalmente as eventuais denúncias relacionadas ao“Fura-Filas” da vacina contra a Covid-19 para que os fatos sejam apurados o mais brevemente possível”. 

A pasta enfatiza que seguem o plano de vacinação com as orientações da Secretaria Estadual de Saúde (SESA). “Ressaltamos que as doses aplicadas seguem rigorosamente o Plano de Escalonamento Municipal baseado nas orientações da Secretaria Estadual de Saúde, e vem ocorrendo de forma transparente e amplamente divulgada nos meios de comunicação. Assim, caso constatado que houve o cometimento de alguma irregularidade, serão tomadas todas as medidas cabíveis”.

O CASO

O Governo do Paraná colocou suas ferramentas de controle para identificar pessoas que tenham sido vacinadas contra covid-19 fora dos grupos prioritários. A Controladoria-Geral do Estado (CGE) recebe denúncias, cruza informações, visita prefeituras que receberam as doses e, publica a lista das regionais de saúde com a quantidade de suspeitas de fura-filas. Dos municípios da 4ª Regional de Saúde aparecem Rio Azul e Inácio Martins.

Em pouco mais de uma semana, perto de 200 denúncias chegaram à CGE por meio dos canais da Ouvidoria-Geral, muitas acompanhadas de anexos e fotos que ajudam a mostrar a situação. As informações numéricas, protegendo a identidade dos suspeitos, relativas às denúncias recebidas nas 22 Regionais de Saúde do Paraná, passarão a ser divulgadas na página Paraná sem Fura-Fila, no portal www.coronavirus.pr.gov.br, na área destinada à Vacinação, em que também será possível registrar denúncias.