Rio Azul ganha 34 tablets para agentes comunitários de saúde

Anuncio foi feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, e pelo secretário Beto Preto

Jaqueline Lopes e AEN

Na terça-feira (08), o governador Carlos Massa Ratinho Junior, junto do secretário de Saúde, Beto Preto, anunciou o repasse para a compra de tablets destinados a Agentes Comunitários de Saúde (ACS) cadastrados nos estabelecimentos de Atenção Primária de Saúde (APS) do Estado. Rio Azul foi contemplado com 34 aparelhos que ajudarão nos trabalhos.
O município foi habilitado no programa com um incentivo financeiro e receberá mais de R$ 40 mil para a compra dos aparelhos. Os tablets terão como objetivo informatizar o trabalho diário, otimizar o tempo de visitas domiciliares, além de dar mais agilidade coletiva no envio das informações.
Ratinho Junior destacou a importância da atuação das profissionais de Saúde no enfrentamento à Covid-19 e no diálogo diário com a população. “Quero homenagear as tantas mulheres que se dedicam e se dedicaram ao longo desse enfrentamento da pandemia, mas também no dia a dia. É um esforço muito grande. Meus cumprimentos às agentes de Saúde, às médicas, às nossas gestoras, a todas vocês que ajudam a população paranaense”, afirmou.
Para o prefeito de Rio Azul, Leandro Jasinski, esta é mais uma conquista que vem para somar aos trabalhos na Saúde. “Este é mais um benefício que vai dar agilidade ao trabalho dos agentes comunitários, otimizando o serviço e melhorando ainda mais no atendimento da Saúde para a nossa população”, disse.
A secretária de Saúde de Rio Azul, Cristiana Maria Schuvaidak, comenta que investir nestes aparelhos fará a diferença no trabalho. “Se quisermos uma saúde pública de qualidade temos que investir em tecnologia. É isso que nós estamos caminhando dentro do município. Primeiro, precisamos ter agentes comunitários em todas as comunidades, tanto no interior quanto na cidade, conseguimos isso agora com o concurso, pois são eles que trazem a demanda da comunidade para a atenção básica. É o elo entre saúde publica e população”, comenta.

FACILIDADE


A secretária ainda enfatiza que agora será modernizado o trabalho dos agentes.“Com o tablets, as anotações deles será em tempo real, esse programa vai fucnionar de modo offline e quando estiverem em um local com internet poderão subir no sistema e virão para o ministério. Com isso, haverá mais tempo para atender a população”. Além disso, os tablets facilitarão o registro e controle das ações desenvolvidas em cada território e o fortalecimento dos programas municipais de controle de doenças como a Dengue, Chikungunya, Zika Vírus, entre outras.
A Secretaria de Saúde de Rio Azul vai contratar mais agentes e também quer conseguir os aparelhos para os agentes de endemias e vão entrar com recurso próprio do município para adquirir o restante para as duas categorias da pasta.