Rio Azul volta com apresentação do teatro da Paixão de Cristo

Depois de dois anos parados, comunidade se prepara para a encenação

Jaqueline Lopes

A comunidade de Rio Azul prepara o retorno da apresentação da Paixão de Cristo, que acontece na Sexta-Feira Santa, dia 15 de abril. Após dois anos parados por causa da pandemia, o grupo decidiu voltar e fará a encenação tradicional. Os ensaios já começaram e todos os cuidados contra a Covid-19 serão seguidos.
A última apresentação foi em 2019 e foi um sucesso. Depois disso não foi possível dar sequência a atração. Mas este ano, com a flexibilidade dos decretos municipais, a organização, em que está Samuel Bucco, Amandha Pedrozo, Evandro Pedrozo, Marcos Duda, Adão Amorim, optou por retornar e analisaram todas as dificuldades para conduzir.
De acordo com um dos organizadores, Adão Amorim, o elenco é quase o mesmo de 2019, e são atores de Rio Azul, a estratégia é que com a repetição não precise de tantos ensaios para não haver aglomerações. Segundo o organizador, “são pessoas que têm suas ocupações, mas reservam um pouco do tempo para este resgate cultural, que são movidos pela paixão por esta arte e pela fé”.

Atores do elenco de 2019 serão mantidos para a encenação em 2022 – Foto: Reprodução

Os ensaios acontecem de forma escalonada, com discípulos, soldados, e há a utilização da máscara e o álcool gel, evitando contatos. O teatro vai abordar os últimos momentos de Jesus e a Ressurreição. A ordem será: Jesus prega no monte; Judas tentado; chegada de Jesus a Jerusalém; encontro com Maria Madalena; ida de Judas ao templo, – Santa Ceia; Jesus no Monte das Oliveiras, Jesus interrogado às escuras pelos sumo-sacerdotes; negação de Pedro; Jesus levado a Pilatos; caminho da cruz; crucificação e ressurreição.
De acordo com Amorim, a encenação da Paixão de Cristo vai além, pois é uma junção da arte e da fé, os atores são religiosos e também adoradores do teatro. “O foco posso dizer que é uma ligação da fé e da arte, da cultura, dos costumes. Somos movidos pela paixão pelo teatro e pela religiosidade”, destaca.
A apresentação irá seguir os protocolos de saúde, com utilização da máscara, retirando apenas no momento das falas, assim como acontece nos eventos públicos em geral de Rio Azul. A Prefeitura ficará encarregada da iluminação no dia da apresentação e também do som, que é necessário para entendimento do público.
A apresentação acontece na Sexta-Feira Santa, dia 15 de abril, no Estádio Municipal Orestes Pallu. A organização ainda estuda se será feito a apresentação ao vivo com público, ou apenas transmitida em uma live.