Santa Casa de Irati realiza assembleia de posse dos Conselhos

No dia 31 de janeiro, aconteceu a assembleia de posse dos Conselhos Deliberativo, Fiscal e Administrativo da Santa Casa de Irati para o biênio 2019/2020. Na mesma ocasião, ocorreu a prestação de contas do ano 2018 apresentada pela contadora, Joselia Haliski, para todos os presentes. Através da apresentação dos relatórios das receitas e despesas do ano passado, a instituição fechou o balancete anual com um déficit de R$ 1.603.096,62.

No dia 31 de janeiro, aconteceu a assembleia de posse dos Conselhos Deliberativo, Fiscal e Administrativo da Santa Casa de Irati para o biênio 2019/2020. Na mesma ocasião, ocorreu a prestação de contas do ano 2018 apresentada pela contadora, Joselia Haliski, para todos os presentes. Através da apresentação dos relatórios das receitas e despesas do ano passado, a instituição fechou o balancete anual com um déficit de R$ 1.603.096,62.

Membros dos conselhos se reuniram no fim de janeiro/ foto: Assessoria SCI

Segundo o provedor, doutor Ladislao Obrzut Neto, a economia feita no primeiro semestre do ano anterior, sofreu uma queda devido a equipamentos que se defasaram e necessitaram de manutenção como o caso de uma ampola do tomógrafo no valor de R$ 200 mil, a qual teve que ser trocada. A manutenção de software para ajustes no estoque custou aproximadamente R$ 88 mil. Outra despesa grande foi o parcelamento de impostos que estavam atrasados desde o ano de 2014, sendo que o acerto com os valores corrigidos contribuiu bastante para este resultado. Além destes imprevistos, o que mais pesa neste déficit de 2018, é a falta de reajuste nas tabelas do SUS, que todos os anos, não permite que as Santas Casas do Brasil fechem suas contas, já que a demanda é grande, as despesas só aumentam, e a arrecadação permanece a mesma há muitos anos.
A provedoria abriu um espaço para os conselheiros presentes discutirem sobre a situação do hospital, na qual todos concordaram que as prefeituras que enviam seus pacientes para Irati, devem colaborar com uma ajuda de custeio mensal, para que a instituição possa manter as contas em dia. Vários citaram a situação crítica da saúde básica dos municípios, e foi unânime a decisão de que a Santa Casa de Irati, atenderá somente urgência e emergência através da Classificação de Risco. As consultas e procedimentos que são eletivos pagos conforme contratos assumidos com o Estado, Municípios e CIS (Consórcio Intermunicipal de Saúde), continuarão com os atendimentos normais, porém, atendimentos básicos não encaminhados pelas Secretarias Municipais de Saúde, não serão mais atendidos, diminuindo assim as despesas mensais do hospital.
Os conselhos empossados neste dia, ficaram compostos pelos seguintes membros:
Conselho Deliberativo – Efetivos
Rosiliane dos Santos, Anselmo Krupeizaki, Mauricio Chami, Feliz Sikora, Felipe Lucas, Herculano Batista Neto, José Valdecir de Souza, Luiz AntonioAndrassa, Laudelino A. Fillipus, PotitoSakane, Sergio Iarema, Sergio Luiz Bora, Voadir Mendes, Ladislao Obrzut Neto, Vitorio Sergio Menon, Zinder Esculápio, Divair Martini, Ana Cristina Bueno, Taila Oliveira Silva e Marcelo de Souza
Conselho Deliberativo – Suplentes
Bruno Leonardo Alencar, Sidnei Jorge, Helcio Menon, Marisa Pabis, Helio de Melo, Walter H. Trevisan, Sergio Agulham, Rosali Staziack, Genilse A. Holtman, Suzane I. Klassmann e Luiz C. Vieira de Souza
Conselho Administrativo
Ladislao Obrzut Neto – Provedor / Laudelino AntonioFilipus – Vice-Provedor / Sidnei Jorge – 1º Secretário /  Walter Henrique Trevisan – 2º  Secretário /  Marisa Pabis – 1ª Tesoureira / Anselmo Krupeizak – 2º Tesoureiro
Conselho Fiscal – Efetivos
Sergio Luiz Bora, Herculano Batista Neto, Sergio Iarema e Voadir Mendes
Conselho Fiscal – Suplentes
Feliz Sikora, Denise Dietrich, Helcio Menon e Albina Kovalski