Secretária aposta em novos projetos para desenvolver Guamiranga

Trabalho da pasta será direcionado ao fortalecimento da organização social e econômica dos agricultores

A agricultura de Guamiranga é um dos principais setores para o desenvolvimento da economia da cidade. Atualmente, mais de 80% da arrecadação da cidade provêm do agro. Como culturas predominantes a cidade possui o tabaco, soja, feijão, milho, leite, piscicultura, assim como algumas atividades que vem ganhando força nos últimos anos, como por exemplo a fruticultura (uva, morango, maracujá, etc), olerícolas, mel e atividades não-agrícolastal como vinícolas, agroindústria de panificados, geleias e doces, etc.

Para fomentar todo esse potencial, a Secretaria de Agricultura pretende criar novos projetos, além dos trabalhos que estão em andamento. As ações que estão sendo planejadas, estão alinhadas à análise de conjuntura realizada no município de Guamiranga nos últimos anos como Extensionista Rural através de um trabalho realizado diretamente com as comunidades. “A partir desta sexta-feira (29) daremos início às reuniões com grupos de agricultores por áreas temáticas, para a realização da análise situacional e posteriormente, realização de um planejamento estratégico. Vale ressaltar que estamos seguindo todos os protocolos de distanciamento social e higienização, de acordo com os decretos municipais e orientações”, explica a Secretária de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Guamiranga, Cristiane Tabarro Borgo.

O trabalho da pasta será direcionado ao fortalecimento da organização social e econômica dos agricultores, sobretudo nos aspectos relacionados à formação, a organização da produção e na gestão dos possíveis novos empreendimentos econômicos; buscando por alternativas locais/regionais que permitam o fortalecimento da produção de alimentos, da segurança alimentar e nutricional, da diversificação de produção, da autonomia, do autoconsumo e qualidade de vida da família. “Iremos também sob o ponto de vista organizativo, fortalecer as Associações dos agricultores, assim como o CMDRS – Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e Sustentável”, destaca Borgo.

A Secretária ainda completa que um dos pontos focais do trabalho será com jovens e mulheres, reconhecendo-os como participantes ativos da economia rural, garantindo a sua participação efetiva nas decisões, considerando sua história e participação social exercida na família, propriedade e comunidade.

Um dos projetos é lançar o Programa de Desenvolvimento Rural do Município de Guamiranga, onde estarão elencados todas as ações em prol dos nossos agricultores, suas famílias e comunidades, dialogados com parceiros. “Seguimos num propósito único e exclusivamente ao desenvolvimento rural do nosso município, através da sua dialogicidade com a realidade e sensível à necessidade do outro, numa perspectiva humana que reintegra a ação da coletividade para a transformação da realidade”, conclui Cristiane.