Seis poços artesianos são perfurados em Rio Azul para solucionar crise hídrica

Cerca de 420 famílias serão atendidas com água potável com esta ação

A crise hídrica ainda abala muitas cidades do país, e para solucionar este problema em Rio Azul, a Prefeitura fez a perfuração de mais seis poços artesianos que vão atender as comunidades. Este é o início do processo de implantação de sistemas de abastecimento de água na área rural do município.

Foram feitas perfurações no Parque da Pedreira, Rio Azul de Cima, Marumbi dos Ribeiros, Marumbi dos Elias, Água Quente dos Meiras e Barra da Cachoeira, em todos eles foi encontrado água. Agora, o processo é fazer o teste de vazão e qualidade da água, para ver se é potável para o consumo. Cerca de 420 famílias serão atendidas com a perfuração dos seis poços em Rio Azul.

A Prefeitura, junto da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, irá buscar recursos para fazer a implantação da rede de abastecimento de água, que pode ser por meio da Sanepar ou da Funasa, pelo Governo Federal, e também conseguir novos convênios para que todo o interior do município seja atendido. “Seguidamente, estamos enviando propostas para conseguir recursos para fazer sistema de abastecimento de água nas comunidades rurais”, disse o secretário da pasta de Agricultura, André Gembarowski.

Comunidade do Marumbi dos Ribeiros também teve um poço perfurado (Foto:Reprodução)

Em anos anteriores, já foi feita a perfuração de outros poços. Inclusive, na comunidade de Faxinal dos Paulas a rede de abastecimento de água está em construção, que é uma parceria com a Sanepar, e a obra está bem avançada.

Gembarowski destaca a importância dessas perfurações que é uma questão de saúde, pois com água potável várias doenças de veiculação hídrica podem ser evitadas, além de trazer mais qualidade de vida e infraestrutura às famílias de Rio Azul.

Também, irá agilizar o dia a dia das pessoas do interior. “A partir do momento que a gente traz um sistema de abastecimento de água para a comunidade, você melhora as condições de saúde das pessoas e a qualidade de vida das famílias, que podem utilizar mais tempo para desenvolver outras atividades na propriedade”, conclui André.

Veja na galeria abaixo os poços perfurados. 

Fotos: Reprodução