Sobre os trilhos do trem Teixeira Soares completou 103 anos com comemorações inéditas

Com a impossibilidade da realização de eventos públicos, a administração da cidade proporcionou nove horas de conteúdo exclusivo na internet aos seus munícipes

A segunda semana de julho costuma ser de muita festa em Teixeira Soares, isso porque para comemorar o aniversário da cidade, o município realiza a tradicional ExpoTexas. Porém, em 2020, devido ao cenário da pandemia, a festa precisou ser realizada de outra maneira.

Em duas lives, transmitidas pelo Face book do Departamento de Cultura, autoridades e figuras históricas lembraram fatos marcantes da cidade, levando alegria, cultura e informação aos munícipes que assistiam seguros em casa. “Esse talvez seja o momento mais crítico da nossa história. Claro que gostaríamos de estar juntos com a nossa população, mas infelizmente não houve a possibilidade. Nós estamos realizando todos os esforços para que nossa diminuir o contágio da doença e minimizar os impactos econômicos diante da situação em que vivemos”, conta o prefeito de Teixeira Soares, Lula Thomaz.

As lives obtiveram ótimos resultados, com 20 mil visualizações, seis mil comentários e mais de 600 curtidas em nove horas de transmissão. Vários convidados deram sua contribuição as transmissões, como por exemplo, a jornalista Lorena Panassolo.

Em 2016, Lorena realizou a exposição Teixeira Soares: “Memórias e histórias”. Seu trabalho fez partes das atividades de aniversário de 99 anos da cidade. “A partir de um trabalho de faculdade, acabei iniciando minha pesquisa. Como jornalista eu sou muito curiosa, e quanto mais eu pesquisava, mais curiosa eu ficava. Foram aproximadamente 17 objetos, 200 fotos, manequins com roupas das apresentações, pesquisa realizada em um livro, além das pessoas que conversei por redes sociais e familiares”, conta Lorena.

O amor pela cidade é transmitido por gerações. “Minha mãe é filha da terra, foi criada aqui em Teixeira e tinha um amor enorme pela cidade, sempre contribuindo para o progresso da mesma. E eu sem dúvida alguma herdei isso dela, também nasci e fui criada aqui. Juntou isso com a paixão por história e fotografia que herdei da família do meu pai (que sempre me apoiou no projeto e que tornou ele possível) e então resolvi procurar um pouco sobre a história da cidade”, completa Lorena.

Teixeira Soares – 103 anos

Hoje, com uma população de mais de 12mil habitantes, Teixeira tem em seu DNA a forte produção agrícola, sendo que segundo dados do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, cerca de 50% da população economicamente ativa mantem seu vínculo com a agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura.

Há 103 anos, em 1917 sob os trilhos do trem, nascia Teixeira Soares. Desde sua constituição a cidade é uma localidade de muito progresso na região. Em seus primeiros anos, por exemplo, a vila de Teixeira Soares já contava com serrarias, fábrica de caixas, de cabos de vassoura, barricaria, um bom “Club”, cinema e ótimos hotéis.

A cidade preserva em sua cultura os costumes de seus colonizadores com interferências advindas de outros estados e países tais como tradições gaúchas, tradições alemãs e tradições italianas fixadas principalmente na dança e na comida.