Teixeira Soares pavimenta estradas rurais a partir da extração de calcário

Obras possibilitam mais facilidades no tráfego de moradores e na passagem do transporte escolar

Amanda Borges

Desde o início do mês de fevereiro, a Prefeitura de Teixeira Soares tem trabalhado por melhorias nas estradas rurais da cidade. A técnica de pavimentação adotada pela gestão é a utilização de pedras de calcário, extraídas na pedreira do próprio município. Graças a realização das obras, todos os que circulam pelos trechos recém pavimentados podem contar com melhores condições de acesso, inclusive os alunos que dependem do sistema de Transporte Escolar da cidade.
A Vice-prefeita e, atualmente, Prefeita em exercício do município, Juliana Belinoski, conta que as obras iniciaram no dia dois de fevereiro, com a extração de uma quantidade inicial de calcário, 3.800 metros lineares. Na sequência, para que as pedras possam ser utilizadas nas estradas do município, é necessário transformá-las em britas. “E hoje, aqui na pedreira, a gente já faz esse trabalho da britagem e consegue levar até as estradas principais e até os nossos produtores”, conta Juliana. Ainda, ela explica que a utilização das pedras atende também as demandas dos beneficiados pelo Programa Porteira Adentro.
As pavimentações serem voltadas para os espaços rurais tem uma relevância ainda maior por ocorrer no município de Teixeira Soares. “Hoje, 85% do nosso município vem da agricultura e é aqui e para aqui que acontece esse trabalho, a explosão e depois a britagem. E a gente leva até os produtores, às estradas principais e isso ajuda os produtores rurais, como também o transporte escolar do nosso município”, explica a vice-prefeita.
O trabalho de extração ocorre em diferentes etapas. Primeiramente, uma máquina realiza a quebra das pedras maiores, retirando-as da parede em que estão naturalmente fixadas. Após esse processo, uma escavadeira leva as rochas, já em um tamanho menor, para a britadeira, que tem como função reduzir ainda mais o calcário, produzindo o que conhecemos como as pedras britas, utilizadas em várias esferas da construção civil.
Assim que a britadeira termina o trabalho, o calcário está pronto para ser levado ao seu destino. “E é essa pedra já britada que vai para as estradas do município”, explica Edson Luís Padilha, um dos agentes de serviço na obra. Padilhaconta que com o material que já foi produzido, foi possível carregarem torno de 1,800 cargas de pedras.