Teixeira Soares realiza XII Conferência Municipal de Assistência Social

Mais de 300 pessoas participaram pela transmissão ao vivo

Redação

Na semana passada, aconteceu a XII Conferência Municipal de Assistência Social. O intuito do encontro virtual foi discutir a política de assistência social enquanto direito da população e dever do Estado. O evento foi sediado na Câmara de Vereadores e foi transmitido ao vivo por meio do Facebook da Secretaria da Família e Desenvolvimento de Teixeira Soares.
A conferência foi dividida em cinco eixos temáticos: Eixo 1 – proteção social não – contributiva e o princípio de paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades; Eixo 2 – Financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos; Eixo 3 – controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários; Eixo 4 – Gestão e acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferências de renda como garantias de direitos e proteção social; Eixo 5 – Atuação do SUAS em situações de calamidades públicas e emergências.
A representante do escritório regional da Justiça, Família e Trabalho, Thais Lourenço, participou do evento. Na ocasião afirmou que Teixeira Soares tem empreendido esforços necessários para a garantia da oferta do serviço socioassistenciais e também criando e implantando novos serviços. A secretaria deu os exemplos do CREAS, o qual se destina a atender famílias ou indivíduos em situação de violação de direitos e também o serviço de acolhimento de crianças e adolescentes na modalidade de acolhimento familiar. Thais ainda fez o convite ao público para participar da Conferência Estadual de Assistência Social, que acontece nos dias 20 e 21 de outubro.
O prefeito de Teixeira Soares, Lula Thomaz, também participou do congresso. Para o prefeito é muito importante o avanço na assistência social. “O tema me chama muito atenção porque é onde a gente consegue chegar nas pessoas que mais precisam dessa política pública. Fico feliz e satisfeito em saber que a nossa Secretaria de Assistência Social está bem representada, porque cada um de nós é um soldado e quando somos um time nos tornamos um exército”, destaca.
De acordo com Amauri Klossowski, o espaço teve como proposta fortalecer e reafirmar a assistência social como política pública, que garante os direitos e também dar seguimento ao centro de atuação, que seriam os usuários. Dessa forma, “é necessário debater o acesso aos serviços, as demandas reais, os direitos sociais, e o controle social na perspectiva da política da assistência social. O congresso tem como foco fomentar o processo reflexivo sobre essas políticas”, diz o secretário.