Unidade da Gripe tem horário estendido

Município tem 42 casos confirmados do coronavírus; 35 já estão recuperados

Com o aumento dos casos de coronavírus em Rio Azul, a Secretaria da Saúde ampliou o horário de atendimento da Unidade de Referência para Síndrome Gripal, destinada a pacientes sintomáticos respiratórios. De acordo com a secretária Rosane PopoviczSchirlo, desde o dia 20 de agosto a unidade atende diariamente das 7h45 às 22h, inclusive aos fins de semana e feriados.

Segundo Rosane, o objetivo é que a população fique atenta e procure a unidade ao observar os primeiros sintomas. “Procure primeiro a Unidade da Gripe. Os casos mais graves, conforme protocolo, é que são encaminhados ao hospital”, explica a secretária de Saúde.

O boletim divulgado pela pasta na quinta-feira (03), apontava 42 casos confirmados da Covid-19. Destes, 35 já estão recuperados. Ainda há 12 casos suspeitos. “Com esse aumento de casos, e surgimento de casos em que as pessoas não tiveram contato com cidadãos de outros municípios, e nem têm ligação com os casos já confirmados, estamos em uma contaminação comunitária”, afirma Rosane.

INVESTIMENTOS

Para Rosane, a Secretaria de Saúde passou por uma revolução desde 2017. Ela aponta as melhorias na Farmácia Básica, disponibilização de medicamentos, renovação da frota, aquisição de equipamentos e financiamentos para projetos da Saúde. “No início da gestão, encontramos unidades de saúde que não tinham nem lugar para o paciente sentar. Era um descaso mesmo”, diz.

O prefeito Rodrigo Solda comenta que a Saúde passou por uma readequação. “Na Saúde, não existia gestora com papel de administrar a pasta, o vínculo que precisa ter com o Estado, com o Consórcio (CIS-Amcespar), e no encaminhamento para hospitais. A saúde básica é obrigatoriedade do município, mas o básico não é simples. Agora, o básico é feito de uma forma completa,fazendo o possível para as pessoas serem tratadas e curadas aqui mesmo em Rio Azul”, afirma.

Grande destaque do prefeito e da secretária de Saúde são os funcionários públicos, que ganharam mais visibilidade. “Temos vários funcionários qualificados. Nessa situação atípica da pandemia, é visível que as equipes estão fazendo atendimentos que, anos atrás, não se fazia em Rio Azul”, disse Solda.