Vigilância Sanitária promove reunião sobre segurança alimentar

Guilherme Gonçalves e Karina Ludvichak

O Código de Saúde do Paraná, Lei nº 13.331 de 2021, em seu artigo 395, dispõe sobre a organização, regulamentação, fiscalização e controle dos serviços de saúde do Estado do Paraná, além de prever ações de educação sanitária em manipulação de alimentos. Segundo Guilherme Gonçalves, médico veterinário e responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M) de Guamiranga, a equipe da Vigilância Sanitária do município participa frequentemente de reuniões públicas relacionadas a prevenção de doenças transmissíveis por alimentos (DTA´s) e dá orientações técnicas sobre a legislação direcionada às boas práticas de manipulação.


Por isso, no dia nove deste mês, a convite dos conselheiros da Paróquia Menino Jesus, foram prestados esclarecimentos sobre a importância de comunicar à Vigilância Municipal a agenda de eventos do pavilhão, principalmente naqueles em que houver preparo de alimentos. O Padre Clóvis Marques da Silva Oliveira, presidente do conselho, participou da reunião tirando dúvidas sobre os procedimentos legais para utilização do espaço de festas da Igreja.

“Entre as orientações básicas que o presidente do conselho recebeu está o cuidado de manter amostras dos alimentos oferecidos nos eventos, em congelamento, por no mínimo 72 horas e também de solicitar licença sanitária aos prestadores de serviço de alimentação que locarem o espaço para eventos”, explica Gonçalves.

Esteve presente o presidente do conselho da Paróquia Menino Jesus – Foto: S.I.M de Guamiranga


Ainda no dia nove, nas dependências do Centro de Treinamentos de Agricultores (CTA) do município, os técnicos da Vigilância Sanitária e do S.I.M participaram da apresentação do projeto estrutural e arquitetônico da Packing House da Associação da Agricultura Familiar de Guamiranga (AAFAG). “Neste encontro, foi dado ênfase às normas técnicas de produção e transformação de alimentos e dos princípios fundamentais de estabelecer precisamente o fluxo da matéria prima e sua influência na contaminação do produto final”, finaliza Guilherme.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.