Votação para os colégios cívico-militares encerra hoje

Chefe do NRE reforça a importância do voto nos colégios Duque de Caxias e João de Matos Pessoa

Chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE), Marcelo Fabricio Chociai Komar, reforça a importância do voto de pais e mães de alunos que estudam nos colégios Duque de Caxias e João de Matos Pessoa, para decidirem se querem que estas escolas se tornem colégios cívico-militares ou permaneçam no modelo tradicional. A votação se encerra hoje, quarta-feira (28), estando disponível desde as 8h até às 20h.

COLÉGIOS CÍVICO-MILITARES 

A lista dos novos colégios cívico-militares da região foi divulgada na segunda-feira (26), pelo líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri (PSD) ao lado do Governador Ratinho Junior (PSD). De acordo com o programa, a gestão compartilhada entre militares e civis vai ocorrer do 6.º ao 9.º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. A implantação do modelo será de escolha livre da comunidade escolar por meio de consulta pública.

Numa gestão compartilhada, as aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto policiais militares serão responsáveis pelas áreas de infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Haverá um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além de um diretor cívico-militar e de 2 a 4 monitores militares conforme o tamanho da escola. Todos esses policiais serão inativos e voluntários, sendo remunerados por meio de diárias criadas por lei em 2017.

As escolas terão uma carga horária maior para aprofundar temas como cidadania, civismo e educação financeira. O desempenho dos colégios será medido continuamente por meio de metas que serão traçadas, e os uniformes dos alunos serão adquiridos pela Secretaria da Educação. Em caso de haver alta procura, a ocupação das vagas pelos alunos será definida por sorteio.