Confidencial
Uma nova batalha

Uma nova batalha

Uma comitiva organizada pelo prefeito de Irati, Jorge Derbli, esteve em Curitiba esta semana na Invest Paraná, para retomar a busca pelos investimentos da Nissin no estado. Há, aproximadamente, quatro anos a empresa estuda se instalar no Paraná. Sua planta que, inicialmente, era menor e necessitaria algo próximo a cinco alqueires, dobrou de tamanho. Isso fez com que as necessidades da empresa fossem maior. Agora, Irati tem de derrubar gigantes como a Fazenda Rio Grande para trazer a Japonesa NISSIN para o município.

Uma tarefa de todos

Os japoneses da Nissin já estiveram em Irati. E mais de uma vez. Estudaram várias hipóteses e informações, dizem que optaram pela região metropolitana de Curitiba. Mas nenhum esforço é em vão! Vai depender de muito detalhe técnico e muita força política. E não força isolada. Vamos precisar que todos os políticos que tenham interesse em Irati se unam numa força só. Todos puxando para o mesmo lado. Apenas assim nossas chances aumentam. Porque é melhor ter algo para dividir com muitos, do que nada para dividir com ninguém.

Sem falsas expectativas

O prefeito Jorge Derbli não levanta grandes expectativas. Uma porque a japonesada já esteve na cidade e avaliou o caso. Outra porque existem grandes concorrentes. E, ainda, para refrescar a memória, existem os traumas da Tirol e daquela de biodiesel que nem lembro o nome mais. Mais uma decepção, melhor, não! Então, o prefeito prefere estar na batalha, mas sem ilusões.

Ferro quente

O melhor jogo político para o governador seria sempre a instalação no interior. Em Curitiba e região metropolitana, em Ponta Grossa, uma a mais ou a menos não teria a mesma repercussão que em Irati, por exemplo. O interior está ansioso por emprego e prosperidade, coisa que o povo japonês sabe trazer como ninguém. E se isso vier, seu nome seria marcado como com “ferro quente”, não sai nem com plástica. Ainda para lembrar que o último que trouxe grandes empresas na região foi na época de Jaime Lerner, de lá para cá mais ninguém.

X-Salada

E chega de falar de empresa, agora vamos falar de política. Me assopraram que o ex-prefeito, Odilon Burgath,está declinando de disputar as próximas eleições em Irati. Será? Mas de contra peso me disseram que para ampliar a base do deputado federal Aliel Machado (PSB) seu assessor o X-Salada será candidato a prefeito. Será que quer imitar o Josué?

Pesquisa na praça

Das “bocas de Matildes”, como diria e ex-prefeito, Rodrigo Hilgemberg, veio a informação que houve pesquisa feita e bancada pela oposição a Cleonice, em Fernandes Pinheiro. Após ver o resultado,Rosene Pabis,está se confirmando como pré-candidato a prefeito pelo MDB. Quero ver na inauguração da Câmara a Prefeita Cleonice que foi gestora da obra e Rosene que é presidente da Câmara, de frente a frente no mesmo palanque.

Ripa e sarrafo

Em Mallet, a decisão do TCE, que foi contra o pré-candidato, Rogerio Almeida, trouxe alívio à situação. Mas nada de alegria porque cabe recurso. A decisão foi referente a diárias que Rogerio e o ex-secretário de Finanças do município realizaram. Almeida disse que a decisão é descabida e tendenciosa. Rogerio disse que vai mostrar que estava certo e a própria decisão afirma que não houve prejuízo ao erário.

Fim do mandato

O prefeito, Adelmo Klosowski, de Prudentópolis, comemorou esta semana a aprovação das contas de 2019 de seu mandato. Desde que assumiu a Prefeitura procurou quebrar a longa sequência de ter prefeito envolvido em escândalo ou cassado. Colou transparência e rigor na coisa pública o que levou a esta condição. Não é populista, mas colocou Prudentópolis em visibilidade no estado e no Brasil, pelo rigor das contas e mostrando que quando não desvia, sobra para fazer as coisas melhores.

10 alq

O projeto da empresa Nissin dobrou de tamanho. No início, cinco alqueires eram suficiente para sua instalação.

Todos contra Osnei

Por falar em Prudentópolis, a cidade pode ter um fato inédito. Todos sabem que o vice, Osnei Stadler, é o candidato do prefeito Adelmo para sucedê-lo. Parece que oposição está preocupada e, segundo “bocas de Matildes”, está se unindo para enfrentar Osnei. Parece que o pareô vai lembrar os grandes amistosos do Brasil contra o resto do mundo. Em Prud será Osnei contra toda oposição. Que os jogos comecem!

Voltou o “mano a mano”

Em Inácio Martins, o prefeito Junior parece que vai disputar com o Padre Marcos Milek mesmo. Informações de cocheira, confirmam a pré-candidatura do Padre Marcos (PSB) à prefeitura, tendo como vice a esposa do ex-prefeito, Marino Cida Kutianski (Podemos). Uma carta da CNBB colocava em dúvida a candidatura, mas segundo pessoas próximas ao padre, esta semana, ele teve buscando apoio de familiares para iniciar seu projeto político.

Troca de secretários

Troca de secretários

O secretário de Indústria e Comércio de Irati, Marcel de Deus, foi exonerado da Secretaria. O prefeito Jorge Derbli confirmou a informação na tarde de quinta-feira (30). Marcel que era membro da diretoria da ACIAI recebeu o convite de uma empresa para desenvolver um trabalho e aceitou a tarefa. Durante sua estada na Secretaria, ele foi elogiado pelo seu trabalho técnico, inclusive no plenário da Câmara pelo presidente Nei Cabral.

Quem assume

A pasta, que tem como meta desenvolver o setor empresarial da cidade e suas ramificações, será gerida por Samanta Regina dos Santos Ferreira. Samanta já trabalhou na Secretaria por, aproximadamente, 30 meses na gestão Jorge Derbli. Sua posse se dá a critérios técnicos, uma vez que, é turismóloga e tem o perfil de ser, como diz o prefeito, “pé de boi”. A secretária vê na sala do empreendedor, na parceria com o Sebrae e no micro credito da Fomento Paraná, importantes ferramentas para superar a crise que a Covid-19 trouxe a todos. Ainda, com isso, quem deve ganhar força também é o turismo.

De supetão 

Quem esteve na surdina visitando a pavimentação entre Irati e São Mateus do Sul foi o governador Ratinho Junior. Acompanhado do secretário da SEIL, Sandro Alex, visitaram a obra, conversaram com moradores ribeirinhos e com funcionários da empresa. O governador salientou que tiraram do papel a obra que segue mesmo com os percalços da pandemia. Na visita, estiveram apenas o governador e o secretário.

Com Covid-19

O prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, terá agora um testemunho com propriedade. No último domingo, 26, ele informou que testou positivo para a Covid-19. Ele está de quarentena, mas passa bem. O seu vice, Renato Hrinczuk, por ter estado com o prefeito nos últimos dias, ficou de quarentena, portanto não assumiu prefeitura, mas o teste dele resultou negativo na quinta-feira (30). Como Rodrigo está bem, desenvolve suas atividades de casa e promete novidades no seu retorno.

Reformas

Os deputados, Hussein Bakri e Artagão Junior, articularam a liberação de recursos para reformas em escolas na região. Hussein articulou recurso junto a Secretaria Estadual de Educação para a escola Antônio Xavier da Silveira de Irati, e Afonso Alves de Camargo de Rio Azul. Já Artagão Junior, a pedido do vereador Hélio de Mello, pediu e foi atendido com recurso para a escola do Rio do Couro, que sofreu com vendaval.

Festa, Pinga e Foguete

O ex-prefeito de Imbituva, Rubinho Pontarolo, foi condenado a três anos e quatro meses de reclusão por ter usado dinheiro público em despesas incompatíveis. Rubinho foi prefeito na vacância do seu pai, Zezo Pontarolo, que teve o seu registro de candidatura cassado o que impediu que o vice assumisse. Como Rubinho era o presidente da Câmara, ele assumiu a prefeitura por quase dois anos, estando à frente da Prefeitura nos anos de 2009 e 2010.

7

Parece número de mentiroso, mas é a quantia de vezes que Rubinho Pontarolo cometeu o delito de se apropriar de dinheiro público

Com tornozeleira?

O Ministério Público apontou na acusação que Rubinho fazia festa com o dinheiro do cidadão de Imbituva. Segundo o MP, por no mínimo sete vezes, ele pagou casas noturnas como a Woods e motéis na região de Curitiba com o dinheiro da prefeitura, inclusive, tirando notas para cobrir as despesas da farra. Ainda cabe recurso, mas a vida política da família Pontarolo está cada vez mais enrolada. Mas Rubinho poderá cumprir o regime em casa com regras especiais. Será que é com tornozeleira?

Com Sandro Alex

O prefeito Jorge Derbli esteve com o secretário Sandro Alex, nesta semana. Ele entregou ofício solicitando a pavimentação com pedra irregular para a comunidade da Barra do Gavião. Segundo o secretário, sua família tem origem naquela localidade. Por várias vezes, contava em programas de rádio que fazia das férias que passava quando guri nas bandas da Barra do Gavião. O prefeito Derbli foi no ponto fraco do secretário.

Marasmo político

Embora estejamos em ano eleitoral, o clima não faz jus a época. Nesta semana, tudo quieto. Talvez o que esteja causando este fenômeno seja o misto da Covid-19, com falta de dinheiro e postergação das eleições. Como tudo se define nas previas das convenções, tudo ainda tem tempo para acontecer. Única novidade é que o PSD de Prudentópolis parece que não vai ter candidato. Diniz que se ensaiava para ser o candidato a prefeito declinou da candidatura segundo contam as “bocas de matildes”. No mais, tudo em silêncio.

Nei nas escolas

O presidente da Câmara de Irati, Nei Cabral (PV), aproveitou o recesso da Câmara de Vereadores para fazer uma série de visitas a todas as escolas do município. Nei foi verificar a estruturas e, ao final, levará ao prefeito uma pauta de pedidos levantados pelo presidente.

Asfalto do Califórnia

O vereador Alberto Schereda teve papel preponderante na viabilização do recurso de R$1 milhão aplicado em pavimentação no bairro Jardim Califórnia em Irati. Schereda fez o pedido a SEIL e conseguiu do secretário a obra que recupera pavimentos já deteriorados do bairro.

“A dança do caixão” 

“A dança do caixão” 

Após o falecimento do “Zé do Caixão”, um povo animado de Imbituva se apoiou no meme da “dança do caixão” para tentar extravasar da tensão provocada pela pandemia. Mas, nesta festa, estava um vereador, que participava da brincadeira. O vereador Toto disse que isso foi um almoço em família, sem aglomeração. O vereador disse que o vídeo foi usado por politicagem para tentar denegrir sua imagem. Segundo o vereador, o vídeo não teve a intensão de zombar de ninguém e pede desculpas se alguém se ofendeu com a brincadeira que foi restrita em um almoço, não em festa, nem em balada.

Ação conjunta

Em Curitiba, na quinta (23), a deputada Leandre Dal Ponte (PV-PR), representou a Bancada Federal Paranaense em uma reunião entre o governador Ratinho Junior, o secretário de Saúde, Beto Preto e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na pauta, ações conjuntas de enfrentamento à pandemia do coronavírus. Leandre foi a deputada mais votada em nossa região e tem uma ação muito forte na área da saúde. A reunião mostra alinhamento das ações entre o Governo do Paraná e o governo Brasileiro.

Novidade em Rebouças 

Fiquei sabendo por “bocas de Matildes”, que o ex-candidato Hildefonso, está “namorando” o empresário Nereu da Drabeki. Hildefonso teria convidado para ocupar a vaga de vice numa possível dobrada. Mas aí levantam outras situações e a pessoa de Nereu estaria sendo sondada para outras dobradas. Inclusive, com a possibilidade de ser lhe oferecido a vaga de candidato a prefeito. Espicula-se que se Nereu entrar na política, outro empresário poderia declinar da disputa, deixando de concorrer o cargo de vice na dobrada que tem por titular o atual alcaide.

Calçamentos

O prefeito Adelmo termina sua gestão de aproximadamente seis anos à frente da prefeitura de Prudentópolis, sendo o prefeito que mais executou obras de pavimentação na história do município. Mas há um destaque importante a ser feito na pavimentação com pedras irregulares, feita em larga escala ligando comunidades importantes como a de Patos Velhos. Ainda há de se ressaltar a agilidade e qualidade do serviço prestado.

Banco de Sangue

O banco de sangue da 4ª regional de Saúde trocou de comando. Agora está sob a chefia de Amauri Kubaski, um dos maiores escudeiros do 1º Suplente de deputado estadual, Felipe Lucas (Cidadania). Amauri sempre foi um aguerrido das campanhas de Lucas e sua nomeação aliado ao motivo de não se observar uma grande movimentação nas redes sociais de Felipe leva a um questionamento. Será que o Dr. Felipe será candidato nas próximas eleições?

Leviano demais

Dizem que no amor e na guerra vale tudo. Vamos incluir a isso também as campanhas eleitorais. Mas não podemos misturar e querer tirar de uma pandemia situações para se promover como oposição. É normal utilizar-se de vídeos e comentários para mostrar sua conduta. Mas usar de fatores ligados situações críticas é “leviano” demais.

Fim da Casa da Gestante

Os serviços que o CIS prestava a Casa da Gestante está por acabar. A Casa da Gestante abrigava mulheres com grávides de alto risco ou mães que tinham crianças recém-nascidas internadas na UTI Neonatal da Santa Casa de Irati, que é referência para o Estado do Paraná. Mulheres da região e de todo o Paraná utilizavam desta ferramenta, que vai deixar de existir. Isso porque foi encerrado um convênio (61/16) entre o CIS e COMSUS. O Estado mantinha a casa desde sua abertura, em setembro de 2006. Com o fim deste convênio, ficará mais caro para as mulheres, que às vezes, têm de usar esta estrutura por meses para acompanhar seus filhos. Para reverter isso precisa que as ações políticas sejam atendidas criando uma forma de manter a estrutura com portas abertas. Quem tem mando, que haja.

 R$ 20 mi 

É a soma dos investimentos em pavimentação que O Governo Jorge Derbli está fazendo, tanto na cidade quanto no interior.

Novo líder

Presidente Jair Bolsonaro sinalizou à aliados que deve escolher o deputado, Ricardo Barros (PP-PR), para ser líder do governo na Câmara, mas ainda não definiu uma data para o anúncio da decisão. O deputado já exerce hoje a função de vice-líder no Congresso. A informação foi confirmada pelo Congresso em Foco com um ministro. Ricardo Barros é avaliado há mais de um mês para substituir o deputado Vitor Hugo (PSL-GO), como líder do governo, com a chancela do presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira (PI).

Mudanças eleitorais

A eleição deste ano será diferente, mas nem mesmo a pandemia mudou algumas determinações do TSE. Uma delas é a redução de sessões eleitorais. Algo próximo à 20% do número de sessões eleitorais será diminuído no estado. O número máximo de eleitores de uma sessão foi aumentado de 420 para 600. A inexigibilidade da biometria e uma eleição com dois votos (prefeito e vereador) podem não a tornar ágil o suficiente para evitar longas filas.

IPVA parcelado

Por unanimidade e em menos de 24 horas, a Assembleia Legislativa aprovou – em 1ª e 2ª votação – dois projetos de lei que concedem alívio financeiro aos motoristas paranaenses em decorrência dos reflexos provocados pela pandemia do coronavírus. Um deles permite que o IPVA 2020 (que esteja vencido ou ainda não foi pago) seja parcelado em até 6 vezes. O líder do Governo, deputado Hussein Bakri, explica que o projeto do IPVA já teve a votação concluída e será enviado à sanção governamental.

Espaço garantido

Espaço garantido

Em contato com a vereadora, Enilce Simão (Preta), (PSD – Imbituva, representante da bancada do partido na Câmara do município, o ocorrido na última quinta-feira (16), em Irati, o líder do governo na Assembleia, deputado, Hussein Bakri, ressaltou a importância do PSD de Imbituva manter a representatividade no executivo do município. Hussein disse que o PSD precisa continuar a trajetória exemplar que tem em Imbituva e para isso é importante que esteja no executivo e a vereadora Preta tem as condições necessárias e o nosso apoio para isso.

O peso das decisões

Independente da escala de governo tomar decisões num momento de pandemia é uma posição que deve estar tirando o sono de muitos governantes. Isso porque é o presidente, o governador ou o prefeito que arcam com a responsabilidade do sucesso ou erro das decisões tomadas. Portanto, quanto mais técnicas e mais embasadas, mais leves se tornam. Mesmo que não agradem a todos até porque são milhares de opiniões diferentes levando em conta os seus problemas.

Decisões em tempo de crise

“Tomar decisões em momento de crise é como um comandante de grandes aviões diante de uma situação de emergência a bordo, as ações devem ser tomadas em pleno voo e enquanto a situação acontece, tendo como parâmetro a experiência, os fatos e os protocolos existentes na cabine, indicadas pelo fabricante e usadas no mundo todo. Junto com toda a tripulação todos tentam fazer o seu melhor para que o fim seja exitoso ou com o menos vítimas possíveis ou nenhuma. Enquanto isso, em terra firme e segura, outros que já foram comandantes ou almejam ser, ficam achando possíveis soluções para a emergência vividas pelos a bordo”. Pensamento expressado em redes sociais de Agostinho Basso que comanda o comitê da Covid-19 em Irati.

Autorização protocolada

Em Rio Azul, a Câmara de vereadores liderada pela oposição através de ofício passou o comando das ações da pandemia para o prefeito. Agora a oposição fica criticando a administração pela condução de ações do combate à pandemia. Mas nem poderia se esperar algo diferente de representantes populares com este pensamento, que tentaram travar as ações da administração o mandato inteiro. Ainda mais agora que se aproxima as eleições, não agiriam diferente. Enquanto isso, os vereadores da situação procuram auxiliar a administração nas ações realizadas.

Relaxamento

O prefeito Jorge Derbli deverá anunciar na próxima terça-feira (21) novas medidas para combater o coronavírus em Irati. Imbituva e Irati são os municípios onde mais casos estão expandindo. Em apenas uma semana Irati teve um aumento de 80%, enquanto Imbituva registrou 19 casos num único dia. Momento da população se conscientizar e tomar as medidas necessárias de higiene e manter o distanciamento social.

75% é a aprovação do governador Ratinho Junior no Paraná

8ª Cia

O deputado Hussein Bakri, líder do Governo na Assembleia, esteve na região e dentre os assuntos tratados estava a liberação para que a sede da 8ª Cia Independente da Polícia Militar seja implantada em área do governo do estado junto ao DER. O pedido foi do Conselho de Segurança, presidida por Luís Carlos Ramos (Bola). Segundo o deputado Hussein, a PM após readequado o ambiente será utilizado até que novos investimentos ocorram. É uma ação administrativa do governo que já se iniciou e dentro de pouco tempo já poderá se falar na mudança da PM para o novo local junto do 15º DER. Quem acompanhou o deputado na agenda, em Irati, foi o pré-candidato, Emiliano Gomes.

Toda crise possui três elementos: uma solução, um prazo de validade e uma lição para a vida.

Mais emprego

O prefeito Rodrigo Solda recebeu na última semana Rodrigo Assis, representante do grupo “Quero Quero”. A loja de departamentos fará um investimento de R$ 2 milhões no município para instalar uma loja na rede. Segundo os empresários, Rio Azul é um município em desenvolvimento que oferece um bom campo para expandir a rede. O prefeito comemora que além de trazer produtos diferenciados também gera empregos no município. A loja será instalada na rua Barão do Rio Branco.

Os municípios de Irati, Teixeira Soares e Rio Azul fizeram aniversario, mas sem festividades. Em Teixeira, o ato cívico foi simbólico em um representante de cada setor para não aglomerar. Embora em situação difícil algo em comum entre os prefeitos Jorge Derbli, Rodrigo Solda e Lula Thomaz. Os três vêm defendendo que o momento agora é de cuidar das vidas. A política tem sua hora apropriada.

Bem avaliado

O governador, Ratinho Junior, está conseguindo se comunicar bem com seu povo. Uma pesquisa apontou sua aprovação neste momento de crise. Mesmo com as decisões que muitas vezes são impopulares, o seu governo tem mantido a aprovação. Segundo O deputado Hussein Bakri(PSD), isso se deve ao pensamento do governador focado na vida dos paranaenses.

Lockdown

O prefeito Jorge Derbli publicou na última quarta-feira (8) um dos decretos mais polêmicos de todos durante a pandemia. Nele determina o fechamento de todo o comércio nos sábados, domingos e feriados. Um decreto que por um lado polêmico, principalmente, pelo fechamento dos supermercados, mas que tenta mostrar o que a população não quer ouvir ou praticar, que é isolamento social. Para isso ele deixa implícito que as ações que vem praticando são descoladas das eleições que vem a frente. A ação do prefeito foi baseada em orientações do “Comitê de Crise” e também do provedor da Santa Casa, Ladislau Obrzut Neto.

Decisões difíceis

As decisões que vários gestores públicos têm tomado frente a da pandemia sempre são decisões difíceis. Elas não agradam a todos e como toda esta situação em que vivemos é nova e não há receita, é preciso ter o bom senso para tomar as decisões. Elas devem ser fundamentadas em orientações técnicas, porque se fosse dar ouvido ao povo seriam milhões de opiniões diferentes. E se for para errar, tem de ser o menos possível e sempre com a visão de poupar vidas.

Números

Os números estão a toda prova por aí. Várias pesquisas realizadas apenas para “consumo” estão na região. Em Rio Azul, por exemplo, colocou um balde água fria na oposição de Solda. Em Irati, números mostram que a reeleição é uma tendência e já é perceptível a mudança no clima político de adversários do proveito.

100 

Número de empregos que a empresa Kadesh vai gerar em Teixeira Soares

Encontro as claras

O prefeito Jorge Derbli se encontrou na semana passada com o pré-candidato a prefeito do PSD, Emiliano Gomes. O encontro foi na residência do contador, Francisco Cordeiro, mais conhecido como Chico da Vila. A conversa foi uma tentativa de composição, ou uma conversa mais amistosa nesta tentativa. Derbli e Emiliano estavam afastados desde que Gomes saiu da Secretaria de Industria e Comércio. Derbli diz que todas as conversas são saudáveis e melhoram o processo eleitoral. Resta saber quem propôs a conversa.

Improvável não impossível

Uma dobrada entre Derbli e Emiliano pode ser improvável. Isso porque com a pré-candidatura do jovem político, mas nem tanto, e sua saída da Secretaria que ocupava, deu espaço para que outros partidos como o PV, avançassem na busca de indicar um candidato a vice para Derbli. Ainda não há de se descartar o DEM que abrigou o vice, Amilton Komntski, que ainda pode pleitear o cargo. Tornar Gomes vice de Derbli pode fazer que Derbli perdesse apoios importantes do grupo que o rodeia. E ainda, tem a família Lucas, com quem Derbli ainda não conversou, mas... Política é política e tudo o que é improvável hoje pode ser possível amanhã.

Franco atirador

“O MDB de Irati terá candidato a prefeito nas próximas eleições”. Essas foram as palavras do advogado criminalista, Josué Hilgemberg. Conhecido do plenário do Júri onde atua, diz que é pré-candidato a prefeito de Irati. Segundo Hilgemberg, tem o apoio de João Arruda e outros membros do MDB estadual como do deputado, Anibeli Neto. O MDB tem um dos maiores tempos de rádio e Josué deve atuar na próxima eleição como “franco atirador”, papel que Odilon Burgath exerceu em sua primeira campanha a prefeito.

Franco atirador II

Josué não figura nas pesquisas de “consumo” realizadas até o momento. Isso até porque não tinha essa condição explícita. Dono de uma oratória teatral, Josué pode ser o elemento químico explosivo da próxima campanha. Como advogado criminalista tem a habilidade de contornar e reverter situações pela oratória e astúcia. Como franco atirador diz que não vai atacar ninguém, mas sua conduta não diz a mesma coisa. Recentemente, estava compondo uma dobrada com Odilon, mas declinou devido as fragilidades do candidato, disse o criminalista a este colunista.

Quantos Candidatos?

Irati pelo cenário atual pode ter até oito candidatos. O prefeito Jorge Derbli (PSDB), candidato natural à reeleição, Felipe (Cidadania) ou Rafael Lucas (PSC), que estão próximos ao governo, Emiliano Gomes pelo novo grupo do PSD, Odilon Burgath (PDT), representado da esquerda. Ico Ruva (PSL) formando um grupo alternativo e ligado ao presidente, Nelsinho Antunes e ainda alguém do PT que teria a missão de bater no prefeito. Agora surge mais Josué Hilgember (MDB), que deve figurar pelo momento na parte de baixo da tabela. Mas aí vem as coligações para o executivo que está permitida que diminui um pouco o número de jogadores. Porque senão vai ter gente passando vergonha com o número de votos. Porque decidir tudo no facão não dá!

Gerando emprego

O prefeito, Lula Thomaz, traz uma importante conquista para o município de Teixeira Soares, em seu aniversário. Pelas redes sociais ele anunciou a implantação na cidade da empresa Kadesh que atua na produção de calçados para o setor industrial. A geração de emprego atualmente é uma meta difícil e Lula consegue colocar em prática mais uma etapa de seu discurso. A previsão é de gerar 100 a 150 empregos diretos. A empresa será instalada no terreno que foi adquirido com recurso do Finisa.

Sem Covid

O governador Ratinho Jr (PSD) testou negativo para a Covid-19. A testagem aconteceu após um assessor testar positivo para o vírus. Esta foi a 3ª vez que o governador fez isolamento por suspeita de contrair o vírus. Agora, o governador já está cumprindo agenda normal. Quem retornou ao expediente foi o líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri, que foi infectado pelo vírus, mas já está de alta. No isolamento, agora, apenas o presidente Jair Bolsonaro, que após ridicularizar a pandemia foi contaminado.

Caráter

No fim de semana, o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, afirmou que recusou convite de Bolsonaro para o cargo de Ministro da Educação. As informações são do portal Terra. Ele chegou a ser sondado para assumir o ministério, mas o presidente optou por outro nome. Agora, foi Feder que não aceitou o convite de Bolsonaro.

Plauto vai apoiar Paulik em PG

O empresário e ex-deputado Márcio Paulik, (SD), pré-candidato a prefeito, formalizou a aliança com o deputado estadual, Plauto Miró Guimarães Filho (DEM). Como retribuição, Plauto quer o apoio a sua reeleição para o nono mandato consecutivo de deputado, em 2022. Com a definição da pré-candidatura do vereador, Ricardo Zampieri (Republicanos), à Prefeitura que até então era cotado como possível vice de PaulikI, a vaga fica em aberto. Embora PaulikI e Plauto concordem que o Democratas não precisa, necessariamente, estar na chapa, a vice deve ‘cair no colo’ do vereador, Sebastião Marinardes Júnior (DEM), que sonha com isso.

MP defende observação de decreto estadual

Segundo o MP-PR os municípios paranaenses devem atender as disposições previstas no Decreto 4.942/2020 (alterado, parcialmente, pelo Decreto 4.951/2020), editado pelo Governo do Estado na terça-feira, 30 de junho, e que estabeleceu medidas sanitárias mais restritivas para o enfrentamento da Covid-19, em todo o estado. O entendimento consta de Nota Técnica expedida nesta quinta-feira, 2 de julho, pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública do Ministério Público do Paraná, a todas as Promotorias de Justiça do estado com atribuição na área da saúde.

Jorge investe em mobilidade

Investindo em mobilidade

O prefeito Jorge Derbli apresentou, esta semana, para discussão, um programa de investimento em ciclovias em Irati. A ideia é criar uma malha de ciclovias que tornem o veículo uma importante ferramenta de transporte e lazer. As ciclovias serão espaços mais seguros que os cidadãos terão para se locomover. Derbli chamou para discussão pessoas que têm envolvimento com o setor, além do presidente da ACIAI, Elias Mansur, que representa o comércio local.

 30 km

Esta é a extensão da Ciclovia que Derbli quer implantar em Irati

Será ou não

Ao falar sobre um curso online, que o Cidadania (23) estadual realizou no dia 02/07, tratou o ex-prefeito de Irati, Felipe Lucas, como pré-candidato a prefeito de Irati. Lucas está no Cidadania, mas tem no PSC sua melhor aproximação com o governo Ratinho Junior. Segundo informações da base do partido, tanto o PSC como o Cidadania têm discutido sua participação no quadro político local.

Felipe ou Rafael

O candidato pode ser Felipe (Cidadania) ou até mesmo Rafael(PSC), que tem condição passível de candidatura. O que o partido pratica, neste momento, é a arte de conversar. E isso com ambos os lados para decidir a candidatura num momento mais a frente. Segundo as informações, o único partido que ainda não sentou foi PSDB do prefeito Jorge. Embora livre, o partido pretende dialogar com o governo o seu alinhamento na cidade. Isso demostra que a conversa é não afrontar o governo na decisão.

Fatos e boatos

Informações de “cocheira” contam que Emiliano Gomes esteve, esta semana, visitando o atual vice-prefeito, Amilton Komintski(DEM). A fofoca, ainda, diz que Emiliano teria convidado, ou iniciado uma conversa, no sentido de ter Amilton como seu vice. Acredito mais que isso não passe de boato, uma vez que, Amilton esteve até a janela no PSD e pela hombridade não aceitaria ser vice. Mas política é política. Mas uma coisa é fato: Gomes tem conversado muito.

Novos carros

O deputado Artagão Junior esteve nesta quinta (2), em Guamiranga, entregando dois veículos. Montana que serão destinados à Secretaria da Agricultura. O pedido foi do vereador Marcos Nass via Artagão Junior e viabilizado pelo Governo Ratinho Junior. O secretário da Administração, Ruy Machado, que recebeu os veículos, comentou que a Agricultura é uma das Secretarias que precisa constantemente de investimento, principalmente, no segmento de inseminação artificial onde um dos veículos vai estruturar. Na entrega, ainda, estiveram o vereador, o secretário de Agricultura, Olicir Moleta, e o ex-prefeito João Orestes Fenker. O valor viabilizado junto a SEAB é de, aproximadamente, R$110 mil.

Tratamento de respeito

Uma cena que deveria ser uma constante no relacionamento público. Na entrega dos veículos em Guamiranga, dois lados políticos estiveram no mesmo palanque quando se trata de benefícios para o município. O ex-prefeito, Ruy Machado, atualmente secretário da Administração, recebeu os veículos que vieram por demandas do grupo liderado pelo também ex-prefeito, João Orestes Fenquer, que estava na entrega. O pensamento de trabalhar pelo município tem o seu momento e viver a política também tem o seu. É o respeito mútuo que faz com que o município prospere.

Iratiense de destaque na SEJU

O Sociólogo, Mauro Rockenbach, assumiu a Secretaria da Justiça Família e Trabalho do Paraná. Mauro já vinha sendo cotado para o cargo com a saída de Nei Leprevost, que tenta um espaço no PSD para disputar a prefeitura de Curitiba. Com a posse de Mauro, que foi diretor da Sudis, uma iratiense passa a ter mais destaque no governo. A advogada, Lyana Bacil, filha de Elizete Bacil, que já trabalhou com Ortega na SEDU e a muito trabalha com Mauro, acompanhará Rochembach na SEJU, atuando junto do secretário. Mais uma iratiense trilhando um caminho importante no governo do estado.

Contra empresários???

Boatos vindos de Imbituva contam que algumas lideranças políticas buscam desarticular o sistema administrativo baseado na administração privada. Um dos maiores exemplos de sucesso deste sistema foi a administração de Bertoldo Rover que colocou nos eixos as contas públicas de Imbituva. Informações dão conta que uma reunião com membros do PP como Pedrinho e Moraes, do Podemos, Zaqueu e Mari, além do PSC de Durval e Élcio Galvão, tentam compor um grupo para fazer este enfrentamento. O objetivo do grupo, ainda, seria lançar candidatos dentre eles para enfrentar o PSD na próxima eleição.

Estudo sobre os Pedágios

A Assembleia Legislativa do Paraná confirmou que representantes da EPL (Empresa de Planejamento e Logística) vão explicar, em audiência a ser ainda marcada, os estudos sobre a nova modelagem de concessão das rodovias paranaenses. Os deputados querem acesso aos detalhes sobre a forma de contratação das concessionárias e as cobranças de tarifas.
As atuais concessões vencem em novembro de 2021.

Micheleto assume a administração

O deputado estadual Marcel Micheletto (PL) anunciou, na sessão remota desta quarta-feira (1º), que está se licenciando do cargo no Legislativo para assumir a função de secretário de Estado da Administração e da Previdência no Governo do Paraná. Micheletto lembrou das dificuldades que enfrentou na vida pessoal, agradeceu o apoio e enalteceu o companheirismo do deputado Ademar Traiano (PSDB), de quem é amigo pessoal. Quem assume a cadeira deixada por Micheletto é o suplente da coligação PR-PRB/PHS/PR/Avante, Gugu Bueno. Micheleto ocupará o cargo de Reinhold Sthephanes, que vai para Agepar.

Eleições 2020

Avenida Paraná

O prefeito Jorge Derbli visitou esta semana as obras da Avenida Paraná. A readequação da via, que é a mais importante da Vila São João é parte de um investimento de R$ 10 milhões em pavimentação asfáltica no município. “A Avenida Paraná era fruto de reivindicação da comunidade há muitos anos e com planejamento e gestão conseguimos contemplá-la”, disse Derbli. “Um conjunto de obras está mudando a realidade desta área e a readequação da avenida foi apenas uma consequência do trabalho”.

Reabrir o cadastro eleitoral seria "um caos".

Luís Roberto Barroso, presidente do TSE

“In Loco”

O deputado e secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, acompanhado do chefe do DER, Fernando Furiatti, fizeram uma vistoria nas obras da PR-364. Mesmo com os atrasos que a Covid-19 trouxe as obras não pararam, mas também não estão no ritmo tão ágil quanto o cronograma exige. Sandro disse que fazer a fiscalização “in loco” possibilita inteirar-se tanto das dificuldades como dos avanços de uma obra, podendo assim, dar uma resposta mais ágil a população. Ele confirmou os investimentos na estrada que a pouco foi estadualizada entre Marmeleiro e Rebouças que deverão acontecer com a economia da licitação do trecho Irati a São Mateus do Sul. Emiliano Gomes e Amanda Grechinski estiveram com o secretário na obra.

Se a moda pega

O vereador de Irati, Rogério Kuhn (PV), apresentou na Câmara uma PL que normatiza e instrui como deverão ocorrer as transições após as eleições municipais. Segundo o vereador, este é um passo importante para a gestão que entra no executivo em um mandato. Ter de forma clara as informações possibilita que não haja desculpas de uma nova gestão que prejudique o bom andamento da administração. A lei que está tramitando pela Câmara terá validade apenas para os próximos pleitos de 2024.

Em Guamiranga já tem

Em Guamiranga já existe uma lei criada pelo próprio prefeito Ângelo Machado que institui e normatiza a transição de administração. Foi uma iniciativa do prefeito que com a visão de deixar mais transparente a transição propôs no início do seu mandato uma lei com tais regras. Lá, o município já trabalha com simulações administrativas e contábeis para que assim que se tenha o resultado das eleições e já possa iniciar uma transição independente do resultado. Parece que em breve Irati estará no mesmo caminho.

Estão conversando

Pelas “bocas de Matildes”, conta-se que o PSD e o PV conversaram. A bancada na Câmara composta de quatro vereadores, dentre os quais, dois com pretensões mais expressivas, além do presidente da legenda estiveram na reunião. O casal Smolka, o Emiliano e Amanda representaram o PSD. O assunto com certeza uma tentativa de ajustes para a próxima disputa. Será?

De partida? 

Outra informação “de cocheira” é que a direção do IAP de Irati pode mudar. Para substituir Marcelo Matos, uma mulher. Céu Cristina Simão de 43 anos, natural de Curitiba, é consultora socioambiental, montanhista, fotógrafa e guia de ecoturismo e aventura. Desenvolve projetos e estudos socioambientais há mais de 15 anos, em diversas regiões do Brasil. Especializada nas áreas de licenciamento e regularização ambiental, geoprocessamento dentre outras. Marcelo seria o primeiro chefe de escritório a cair na administração Ratinho Junior. Mas tudo pode não passar de boatos.

Calma, não é parar

“Mesmo quando o mundo pede um pouco mais de calma”, como diz a música de Lenine, o momento da pandemia traz a reflexão, mas não deixa a vida parar. Ainda mais agora que o congresso nacional definiu a data das eleições. Então, é preciso com cuidado retomar a discussão da política local. Isso porque não podemos chegar ao pleito sem discutir os fatos que mexem com nossa realidade. Ter calma, é desacelerar, mas não é parar. Isso faz com que a classe política sem tirar os olhos da pandemia, também olhe mais para o processo eleitoral.

Mexe e remexe

Um dos casos é Inácio Martins, que tem seu quadro mudando a cada pouco. No mexe e remexe, parece que a proibição do Padre Marcos Melek ser candidato é fato. Relembrando que uma carta da igreja fazia com que os pretensos candidatos tivessem que abdicar da batina. Com isso, segundo conta os bastidores, o padre teria abdicado da disputa. Mas aí o PSC volta a ter planos. Informações de “cocheira” contam que o ex-prefeito, Marino, voltou a procurar os PSC para composição. Marino indicaria sua esposa como vice na chapa do padre, que pode estar “fazendo água”.

Candidato Laranja

Mas o município pode ter um candidato laranja. Laranja sim, pelo codinome que Daniel Monzillo Gonçalves tem entre os próximos. O fato é tanto que no WhattsApp a fruta é colocada como símbolo. Mas, a forma carinhosa ou irreverente de nominá-lo não muda o fato que Monzillo “Laranja” pode ser o nome do PSC que concorra a prefeito, em Inácio. Nome novo, não disputou cargos eletivos e de atuação na comunidade ainda entra na família do prefeito Junior Benato, uma vez que é primo do alcaide. Monzillo pode ter o apelido de “Laranja”, mas não é de amarelar! A disputa promete.

Novas datas

O Congresso Nacional escolheu como 15 de agosto e 29 do mesmo mês as datas do primeiro e segundo turno das eleições. Para nós, aqui na “terrinha” é a primeira data que tem relevância. É a partir desta data que teremos os novos e velhos gestores determinados. Mas as mudanças alteram as datas, mas não reformam o quadro político. As mudanças acontecem proporcionalmente. As eleições terão um adiamento de 42 dias.

Proibição de apresentação de programas de rádio ou televisão por pré-candidatos: de 30 de junho para 11 de agosto. Convenções partidárias: de 20 de julho a 5 de agosto, para 31 de agosto a 16 de setembro. Prazo de registro de candidaturas: de 14 de agosto para 26 de setembro. Liberação de propaganda eleitoral e comícios: de 16 de agosto para 26 de setembro.

Convenção virtual

Uma das novidades da mudança do calendário eleitoral é a possibilidade de as convenções serem virtuais. Com o fim das coligações para proporcionar as convenções terão a finalidade de aprovar as coligações na majoritária, com a definição dos candidatos a prefeito e vice. As convenções marcam sempre a arrancada da campanha que neste ano será de forma inovadora. Mas como será ainda não sabemos. O que sabemos é que será o menos presencial possível.

Desincompatibilização

Para quem ainda não se desincompatibilizou em virtude das eleições, será válido os prazos considerando a nova data. Mas para aqueles que já o fizeram, respeitando a lei vigente será mantido a data. A PEC 18/2020 determina que os chamados prazos móveis, cujas datas não estão estabelecidas por lei, mas vinculadas à data da eleição, também deverão ser alterados.

Também Muda

O prazo para que o TSE julgue os pedidos de candidaturas (20 dias antes), por exemplo, pode ir para 26 de outubro e o início da propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio (35 dias antes) iria para 12 de outubro. O projeto veda a reabertura de prazos já vencidos, como os de filiação partidária, alteração de domicílio eleitoral e a janela eleitoral, que permite mudança de partido por parte dos candidatos.

Irati pode ter Educação como vocação

IRATI PODE TER EDUCAÇÃO COMO VOCAÇÃO

Há muito tempo vem se discutindo qual seria a vocação de Irati. Com a vinda da Universidade Campo Real para o município, e analisando todo o cenário que se forma neste sentido, com universidades a distância e presenciais, além da condição geográfica da cidade, podemos analisar que o ramo da Educação pode ser esta referência. Atualmente, Irati tem mais de cinco Universidades a distância, em breve, deverá ter quatro presenciais com mais de 20 cursos, trazendo vários benefícios para a cidade. Ressalva-se o trabalho realizado que a longo tempo se concretizou neste passo importante.

A saúde pública é nossa principal preocupação, logo atrás vem a preservação da democracia

Luís Roberto Barroso, presidente do TSE

JORGE - O CICERONE

O Prefeito Jorge Derbli exerceu com maestria o papel de ciceronear (pessoa responsável por apresentar a cidade e deixar as pessoas a vontade) o reitor da Universidade Campo Real, Edson Aires da Silva, e sua equipe. Há vários meses Derbli conduzia a equipe em busca do melhor imóvel, dando atenção para que tudo desse certo. Vários locais foram vistos até que Derbli apresentou, já sem muita expectativa, o antigo colégio das irmãs do Riozinho. Com o ato de entusiasmar a compra do colégio, e fazer com que a Universidade se instalasse em tempo definitivo, mostra o comprometimento com a cidade. O passo de agora, completa outras etapas iniciadas em tempos atrás como a criticada na compra do Colégio Santa Maria dos padres Capuchinhos e doado ao estado pelo então prefeito, Alfredo Vander Neut, e depois na transformação da Unicentro, foram pontos de partida importantes para o processo. Depois a vinda do IFPR na gestão do prefeito Sérgio Stoklos, com participação de Felipe Lucas e, agora, com um passo importante sintonizado na busca incessante do conhecimento. Derbli faz esse papel com coerência e assertividade. Coloca mais uma ferramenta para população da região ter acesso à educação de qualidade. Às vezes, o processo é lento, mas acontece quando não se desiste.

QUEM PARTICIPOU

Na última Sessão da Câmara, quem fez o anúncio da chegada da Campo Real, em Irati, foi o vereador Marcelinho Rodrigues que é da comunidade. Ele apresentou um vídeo com depoimento do prefeito Jorge Derbli numa visita à Guarapuava, em que teria ocorrido o convite formal para a instituição ser instalada em Irati. Desta viagem, participaram os vereadores Nei Cabral e Marcelinho Rodrigues.

SEM CHAMINÉ

O vereador Hélio de Mello fez menção ao ressaltar a vinda da Universidade para Irati como uma indústria sem chaminé. “É emprego que vem para o município e renda que não vai embora”. Além da qualificação da mão de obra e do conhecimento que acontece com mais efetividade. Hélio ainda defendeu na mesma sessão o empréstimo para concluir o ginásio de esportes que está paralisado. Irati devolve um lugar de ensino para o ensino e ainda avança para se transformar num polo de educação. O pedido de R$ 10.500 mi tramitou na Câmara no ano passado, mas teve de voltar este ano. A conclusão da obra propícia um belíssimo ginásio para a cidade a ser referência no esporte regional. Segundo Hélio, Derbli quebrou a barreira da judicialização para que a obra possa ser concluída. E a Câmara faz a sua parte aprovando o empréstimo. Mello ainda parabenizou o comércio por cooperar com as medidas de combate à Covid-19.

IR ANTONINHO ZANLORENSI

A Câmara de vereadores de Irati aprovou um PL que nomeia como Antoninho Zanlorensi a estrada que liga a Br 277, ao Pinho de Baixo. De propositura do vereador Roni Surek, a estrada faz uma merecida homenagem a um dos mais fortes representantes da Cultura Italiana em nosso município. Dentre seus feitos recentes, junto de uma comitiva, Antoninho foi a Brasília a convite do deputado Evandro Roman defender a produção do vinho artesanal.

BARTOSKI, REALIDADE OU LENDA

O vereador Tucho Bartoski (PSD), conseguiu mais uma vez desperdiçar o uso da tribuna. Com um discurso de mais de 10 minutos onde pouca gente entendeu. Dentre ameaças e justificativas, Tucho não disse nada com nada. Nenhuma mensagem plausível ficou de tudo. Talvez tenha falado por código “morse” não foi. Que pena. Tempo desperdiçado.

“R$ 10.5 mi”

Valor de financiamento aprovado por unanimidade na Câmara de Irati.

NOVO HORÁRIO

Devido a mudança de horário do comércio e também das repartições públicas, o presidente da Câmara sugeriu a alteração do horário das sessões para as 17h durante o período da pandemia. Nei, ainda enalteceu a vinda da universidade Campo Real, também explicou o uso da tribuna. Acredito que até o presidente ficou constrangido com a falta de nexo de alguns que usam da estrutura.

SIGILO QUEBRADO

O Ministro Alexandre de Moraes do (STF) relator do inquérito que apura atos antidemocráticos determinou a quebra do sigilo bancário da deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), de Castro. A deputada que é apoiadora de Bolsonaro, negou que tenha financiado os atos antidemocráticos, mas confirmou sua presença nas manifestações. Além de Aline, outros 10 deputados tiveram o sigilo quebrado. Aline é a única deputada até o momento do Paraná. Aline Sleutjes disse que o sigilo das suas contas bancárias está aberto ao STF e ao Poder Judiciário.

ELEIÇÕES 2020

Na terça-feira (16), o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, o presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia e do Senado, David Alco Lumbre, entraram em um acordo sobre o adiamento das eleições municipais deste ano. A eleição deve acontecer em 2020, para evitar que os mandatos de prefeitos e vereadores sejam prorrogados. Três sugestões foram apresentadas: primeiro turno em 15 de novembro, com segundo turno em 29 de novembro; primeiro turno em 6 de dezembro, com segundo em 20 de dezembro e a manutenção do primeiro turno em 4 de outubro, com segundo turno em 25 de outubro. Mas a versão que mais ganha força é da eleição do primeiro turno em de novembro.

Derbli não quer Lockdown, mas...

Assista a Coluna Confidencial também em vídeo

 

Lockdaw depende de comportamento de empresarios

O prefeito Jorge Derbli busca uma sintonia, mas com rigor no setor produtivo da cidade. Antes de aplicar um rigor maior, principalmente na fiscalização do comercio da cidade, mais uma vez ele reuniu proprietários de supermercado e Aciai para sensibilizar o setor. Derbli procura fugir de um Lockdown (confinamento). "Mas isso depende, exclusivamente, da atuação dos empresários", disse o prefeito. Mas alertou que a PM e GM vão entrar nos estabelecimentos para fiscalizar.

Em defesa da Ucrânia

 O prefeito Adelmo Klosowski, de Prudentópolis agiu com firmeza ao emitir carta de repudio direcionada a Fernando Haddad (PT). O ex-candidato a presidente do Brasil, fez uma postagem na sua conta no twiter dizendo que “Bolsonaro expulsou médicos de Cuba e importou terroristas da Ucrânia. Bela troca!”.  Segundo Adelmo a postagem e o uso de símbolo nacionais da Ucrânia em manifestações extremistas é uma agressão ao povo Ucraniano, no Brasil e na própria Ucrânia.

 

 “O povo ucraniano não merece tal agressão desnecessária e gratuita, tampouco merece a ligação da sua cultura e história a desvirtuados movimentos de extremismo, sejam eles quais forem”

Adelmo Klosowski

Recurso para Hospital

O prefeito Lula Thomaz, de Teixeira Soares, recebeu a liberação de recursos de R$ 2 milhões, para a reforma do hospital do município, que ficou fechado por dois anos. A Fecomércio contribuiu com recursos para custeio dos projetos complementares. Lula enalteceu o apoio do Governo Ratinho Junior e do secretário estadual de Saúde, Beto Preto,  neste momento de dificuldades que vivem, principalmente, os pequenos municípios. É a união de todos no combate à maior pandemia que o planeta atravessa. Com este recurso, o hospital terá uma revitalização e ampliação em sua estrutura.

“Quem quer dinheiro?”

Dono de um dos bordões mais conhecidos na TV brasileira, agora Silvio Santos vai dar palpites também na comunicação do Governo de Jair Bolsonaro. Para tentar conter a crise na imprensa, melhorar sua imagem  e agradar ao mesmo tempo o “centrão”, grupo de partidos que JB defenestrou na campanha, com o qual agora faz aliança, foi anunciado a recriação do Ministério das Comunicações. Para gerenciar a nova pasta Bolsonaro nomeou Fabio Faria (PSD-RN),  genro de Silvio Santos, empresário dono do SBT. O novo ministro, que é casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, uma das seis filhas do homem do Baú da Felicidade. O SBT é uma das emissoras de TV mais fiel a Bolsonaro.

Quem é Fábio

 Agora os ministérios são 23, 8 a mais dos 15 prometidos em campanha. Segundo a revista Veja, Fábio Faria é autor de um projeto de lei que pretende fazer com que “qualquer serviço que permita a divulgação de conteúdo publicamente”, como as redes sociais, exijam a vinculação de CPF ou CNPJ de seus usuários às suas respectivas contas. A medida facilitaria a identificação de autores de postagens ofensivas, criminosas e de notícias falsas, e combater perfis falsos.

                                                        “110%

                  Valor do crescimento de casos de Covid-19 em cinco dias, em Irati

Páreo de Rio Azul

Parece que o páreo de Rio Azul já foi definido para as próximas eleições. Rodrigo Solda é candidato nato a reeleição, ou melhor dizendo, pré-candidato. Mas a oposição coloca o nome de dois vereadores para a disputa. A dobrada seria encabeçada pelo vereador Leandro Jasinski ex-PV e atualmente PSD, tendo como vice Jair Boni do PSB. Leandro é apoiado pela deputada Leandre, mas o deputado Sandro Alex, que fez mais votos no município não teve representatividade expressiva na dobrada. Ou alguém será traído no processo.

PV de Inácio vai apoiar Benato

O Partido Verde de Inácio Martins informou, através de Júlio Mendez que unificou as bases de apoiadores da deputada Leandre, tal como, do deputado estadual Estacho. Ainda, durante a janela partidária, trouxeram para a legenda dois vereadores: Sid Lopes, ex-PSB e Sandra Daniel, ex-PR. Júlio, ainda, informou que está na expectativa do partido a ampliação destas vagas nas eleições deste ano. Este processo de fortalecimento pelo qual passou o partido, em Inácio, ainda determinaram que o partido irá apoiar o prefeito Junior Benato a reeleição.

A espera de um milagre

 

Irati recebeu no final do ano passado um castramóvel com emenda do deputado Evandro Roman (Patriota). Mas até esta data, o veículo ainda se encontra parado no almoxarifado central da prefeitura. Segundo informações, as exigências para que o equipamento passe a ser usado ainda necessitam de um investimento de mais R$ 70 mil. Enquanto o veículo está parado, a proliferação de cães acontece à solta em nossa cidade. A cidade espera uma decisão rápida sobre o assunto, até porque quando a prefeitura recebeu o castramóvel não havia pandemia.

 

Transparência

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou, nesta quarta-feira (10), projeto de lei que dará mais transparência ao cálculo de revisão de tarifas de empresas prestadoras de serviços públicos no Paraná. De autoria do deputado Homero Marchese, a proposta recebeu uma emenda do Líder do Governo, Hussein Bakri, tornando mais claros os mecanismos para facilitar a vida dos paranaenses no momento de entender os reajustes de serviços de luz, água, gás, pedágio, transporte público, entre outros.

Patriotas tem executiva em Irati

 

O Patriotas (51) reuniu seus filiados na terça-feira (9) para elevar de provisória para diretório. Patrícia da Luz foi conduzida a presidência tendo Paulo Secco como Vice. No partido, também, está filiado o provedor da Santa Casa, Ladislau Obrzut que é vice presidente estadual da legenda, onde tem como presidente estadual o deputado Federal Evandro Roman. Na mesma legenda esta Robson Krupzak procurador jurídico do município de Irati.  O Partido é próximo a Derbli e está nos planos indicar um vice numa composição na majoritária, uma vez que segundo eles, nomes para isso o partido tem. Para as próximas eleições o partido deve apresentar uma chapa completa de vereadores. Em seus quadros atualmente existem mais de 120 filiados.

 Ratinho quer que a economia circule

A informação foi antecipada pelo chefe da Casa Civil, Guto Silva, em entrevista à rádio CBN Curitiba nesta quarta-feira (10). O pacote deve incluir medidas de apoio a empresários, à manutenção de investimentos privados no Estado e de incentivo às compras de pequenos comerciantes pela população. “Estamos finalizando este pacote com ações para fazer a economia circular. Nosso grande desafio é sair da crise com rapidez”, explicou. Segundo ele, o governo está fazendo um trabalho muito forte junto aos empresários para que os investimentos que estavam previstos possam ser mantidos.“O que estamos desenhando agora são ações de continuidade de atração de investimentos, com menos burocracia, mais segurança jurídica para que os investidores continuem colocando recursos no Paraná, e de financiamento ao setor produtivo, facilitando o acesso ao crédito para os pequenos negócios”, disse.

 MP quer ampliação das campanhas de orientação

Giacoia, enviou um ofício ao governador Ratinho Junior (PSD) no fim da noite de segunda-feira (8) pedindo para que o governo estadual revise a flexibilização do distanciamento social. Gilberto Giacoia também pediu para que o Governo do Paraná explique com transparência os critérios técnicos que fundamentaram a liberação de cada uma das atividades para que essa flexibilização não traga efeitos graves e irreversíveis à saúde das pessoas que vivem no estado. Outro pedido do procurador-geral foi para que as ações de ampliação do afastamento social sejam retomadas e acrescidas, assim como campanhas de orientação e de esclarecimento para o público. A repercussão desta nota pode ter desdobramento também nos municípios. Uma vez que Giacoia está pedindo ao governador caberá também aos prefeitos serem mais efetivos nos cumprimentos. Podem esperar as correspondências do MP municipal.

 

Vidas Negras Importam

Vidas negras importam no Paraná

Mauro Rockenbach, Superintendente Geral de Diálogo e Interação Social do Estado do Paraná, enalteceu a visão do governo Ratinho Junior, em reconhecer a importância do movimento negro, repudiando todos os atos de racismo e vandalismo no Estado. Tanto que para isso, criou um órgão específico para dialogar com o movimento negro e com todas as chamadas minorias - a SUDIS. Rockenbach é cotado para assumir a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho-SEJUF, no lugar de Ney Leprevost que deixou o cargo esta semana. “Temos um Secretário de Estado negro, servidores e servidoras, não temos racismo institucional, vidas negras nos importam sim. Vamos continuar trabalhando para isso, óbvio que sem vandalismo”, disse Mauro.

Segue nota, em anexo foto ilustrativa de servidor Denilto Laurindo da Sudis com o Governador.

Apoio para coligar

Hilgemberg esteve esta semana com o presidente Estadual da Legenda no Paraná, o ex-deputado, João Arruda, que apoia a dobrada para a próxima eleição. O partido tem de buscar espaço para crescer. Se Derbli não dá, podemos contribuir com a candidatura do PDT. Josué disse que o MDB não sentiu espaço no time do prefeito Derbli. Embora algumas pessoas do partido sejam mais ligadas ao prefeito, não houve valorização, segundo Josué. O perfil do MDB é mais próximo do PDT e tem de ver o que é melhor para o MDB retomar seu crescimento.

Articulando

Dagoberto Wadzyk, articulador da deputada, Leandre Dal Ponte, na região está fazendo uma série de reuniões com intuito de ouvir como os políticos estão vendo o cenário político local. E está ouvindo muitas reclamações da atual administração, principalmente, na condução política.

Cuidado com a Soberba

Parece que o prefeito, Jorge Derbli, está sorrindo atoa com números que lhe contaram ao pé da orelha sobre sondagem acontecida nos últimos dias. Mas há de se ter cuidado, porque o bom posicionamento pode trazer a soberba que não é bom para ninguém. É bom lembrar que treino, é treino e no jogo tudo é diferente. O momento agora é de treino, a campanha é o jogo.

Vai ou não vai!

Parece que a candidatura do Padre Marcos Melek, de Inácio Martins, está em “stand by”. Uma carta vinda da alto Clero impede que padres ou religiosos disputem cargos eletivos nas esferas do poder. Se fato for, isso impediria que o padre fosse candidato. Mas segundo informantes, o Marcos continua atuando politicamente e acredita que nos próximos dias isso será revertido e poderá manter sua intenção de ser candidato a prefeito de Inácio Martins.

Nenhum saiu

Nenhum dos secretários do prefeito, Jorge Derbli, saiu de seus cargos para disputar alguma vaga no legislativo Iratiense. Então não veremos neste pleito nomes como Xoxolo, Mundio Gnatkoski e outros que poderiam pleitear uma cadeira no legislativo iratiense. Resta saber se o empenho dos secretários será o mesmo.

Menosprezado, MDB se aproxima de Odilon

O MDB de Irati presidido pelo advogado, Josué Hilgemberg, está deixando (deixou) a base de apoio do prefeito Odilon Burgath, para iniciar negociação com o PDT do ex-prefeito. Segundo Josué, Burgath ofereceu o cargo de vice para a fusão dos partidos. O advogado ainda fala que o prefeito não fez nenhum movimento para ter o partido próximo dando um sentido de menosprezo.

Enfraquecendo a Mídia

Segundo a CPI que trata da Fake News apontou que o governo federal investiu milhões em blogs que geravam e espalhavam as fake News. Esta semana, segundo o blog O Antagonista, o governo federal retirou R$ 83,9 milhões do programa Bolsa Família e injetou na área de Comunicação. O dinheiro será tirado especificamente dos programas de transferência de renda destinados a famílias do Nordeste. Segundo o Ministério da Cidadania, o valor médio do Bolsa Família era de R$ 191,86 em março. Com os R$ 83,9 milhões destinados à Comunicação, seria possível pagar o benefício uma vez a mais de 437 000 famílias. O governo Bolsonaro dá sinais de atuar firmemente num processo de enfraquecer a mídia tradicional. No Paraná o processo é inverso. Ratinho Junior age pra valorizar e fortalecer a imprensa paranaense.

Data das eleições

Ainda há muita dúvida sobre a mudança das datas das eleições deste ano. Enquanto se fala em mudar para 15 de novembro ou 6 de dezembro, o 1º turno, outra corrente mais silenciosa trabalha para que seja mantida as mesmas datas constitucionais. E isso acontece por vários motivos, inclusive pela questão de uma série de dificuldades de transição, aprovação das contas eleitorais, diplomação e outras.

Data das eleições II

Outro motivo pode ter mais força. Com o auxílio pandêmico do Governo Federal, os municípios terão situações mais equilibradas nos meses de junho, julho, agosto e setembro. Os administradores municipais preveem que a partir daí os municípios vão mergulhar numa grande crise, se precedentes. Se as eleições acontecerem em outubro, os prefeitos estão em período mais confortável e se for em novembro ou dezembro, estarão no auge da crise e com muito mais desgaste.

Estadualização

O deputado Hussein Bakri anunciou esta semana uma notícia histórica para Rebouças, mas também para nossa região. É a estadualização da estrada que liga Rebouças ao Marmeleiro, assinada esta semana pelo governador, Ratinho Junior. Com esse ato é possível que o governo aplique a economia da licitação gerada licitação de Irati à São Mateus para fazer este trecho. Aos poucos a burocracia está sendo vencida.

Fake na Justiça

Vereadores apontam que uma notícia Fake foi disseminada por membros da imprensa local com a intenção de prejudicar os edis desta legislatura. A notícia fala da de aumento aprovado pela Câmara de Vereadores para os vereadores enquanto o que aconteceu de fato foi um aumento de mais de 4% dado aos servidores públicos de Irati. Segundo Rogério Kuhn (PV), a intenção foi prejudicar os vereadores uma vez que uma das pessoas que mais espalhou a matéria tem intenção política nas próximas eleições. Segundo ele, enquanto há um combate nacional ao “fake news” não podemos deixar que na nossa cidade ocorra dessa forma. Nos bastidores da câmara, se houve que o caso será encaminhado à justiça.

O silêncio dos inocentes...

É de ensurdecer o silêncio das oposições na nossa região neste momento de coronavírus. Parece que eles não querem se comprometer com as administrações. Deixam os prefeitos em conforto ou desconforto de absorver sozinho as críticas e poucos elogios que o momento lhes traz. Mas este silêncio também mostra descaso com a população e não conseguimos perceber que aqueles que também querem sentar na cadeira de prefeito ou vereadores pouco ou nada fazem em prol do povo neste momento.

Laços Iratienses

O governador, Carlos Massa Ratinho Junior, lamentou a morte dos servidores do Estado, Phelipe Abib Mansur, que ocupava a Superintendência de Governança Social da Casa Civil, João Ricardo Schneider, assessor e Paulo Rogério da Cruz, motorista, também lotados na Casa Civil. Os três funcionários do governo faleceram nesta segunda-feira (01) após acidente na BR-277, na região de Teixeira Soares, Centro-Sul do Estado. Phelipe Mansur que era cotado para a prefeitura de Foz do Iguaçu tinha laços com Irati. Era neto do ex-governador iratiense, João Mansur.

Quatro candidatos em Prud
A política de Prudentópolis pode se resumir a quatro candidatos a prefeito neste pleito. Os mais prováveis são Osnei Stadler (DEM), que será o sucessor de Adelmo, outra pré-candidata é Irajane Santini filiada ao PSL e filha do ex prefeito Vilson Santini que tem cadeira cativa no TC devido ao número de processos, o terceiro nome vem do PSD, Renam Diniz representa o grupo de Sandro Alex na disputa, é novo na politica e ainda não teve a experiência das urnas. O quarto nome é velho marinheiro, mas nunca ancorou na prefeitura, Divo Batista já disputou várias eleições, mas vem perdendo espaço nos últimos pleitos. Nomes como do Presidente da Câmara Joison Kuhn (PV) e de Machadinho, não concorrerão na disputa do executivo, Joison deverá ser candidato a vereador. 

Empasse para Ratinho
Em Prudentópolis e outros tantos municípios, o governador Ratinho Junior (PSD) terá alguns dilemas para enfrentar, enquanto Renan que é do PSD espera o apoio do governador e de sua base, também o prefeito tem a mesma expectativa. Segundo o prefeito Ratinho Jr teria prometido apoio ao seu candidato, uma vez que o prefeito vestiu a camisa do governador nas eleições que o colocaram no Palácio Iguaçu. Particularmente acredito que Ratinho se abstenha de apoiar um ou outro pessoalmente. Como sabe-se que tem voos maiores precisa de somar apoio e não dividir, se optar por um ou por outro perderá em vez de ganhar, portanto, o silencio ou o apoio amplo poderá ser a saída. 

Estrutura do governo
O Pré-candidato pelo PSD de Irati, Emiliano Gomes, levou alguns líderes rurais para agenda no governo, eles estiveram com o líder do governo Hussein Bakri e também com Sandro Alex (SEIL). Gilberto Laroca, Sidnei Marques, levaram demandas do Pinho e Guamirin. Ainda estiveram com secretario da Agricultura Norberto Ortigara. Segundo Gomes a ideia é levar pessoas que conheçam a fundo o seu setor para fortalecer suas demandas, também esteve com eles o vereador Tucho Bartoski.

                                                 “307”

É o número de pessoas que receberam o Auxilio Emergencial indevido na região da Amcespar.

“Fake news: ser enganado ou não ser? A decisão é sua!” -Autor Desconhecido