Namais Perfeita...
Dicas para organizar os estudos

Estamos na época das provas de vestibular e ENEM e para quem já passou ou está passando por essa fase sabe muito bem que para alcançar um bom resultado é necessário muito empenho e dedicação, mas não é só isso. Como tudo em nossa vida exige organização, nos estudos não é diferente, essa etapa não precisa ser estressante, difícil e complicada como muitos julgam, a organização pode auxiliar para deixar este período mais leve, tranquilo e até mesmo contribuir para o resultado final. Se você está se preparando para um processo seletivo e busca dicas para organizar seus estudos, confira as sugestões que preparamos.

FOCO

Saber onde se quer chegar é fundamental para definir o caminho, por isso tenha clareza nos objetivos, faça a você mesmo algumas perguntas: Porque estou estudando? Porque me candidatei a determinado curso? O que desejo alcançar com meus estudos? Ter objetivos claros ajuda a focar nos resultados.

CRIE UM CRONOGRAMA

Programe suas obrigações e inclua o tempo que você vai dedicar aos estudos diariamente, tendo o tempo correto para cada atividade fica mais fácil dedicar-se por completo a cada uma delas e principalmente aos estudos. Quanto as matérias, opte por começar a estudar pelas mais difíceis, com mais energia e a mente livre, ficará mais fácil sua compreensão.

VISUALIZE O CRONOGRAMA DIARIAMENTE

Deixe o cronograma em lugar visível, quando mais claro e de fácil visualização for, mais fácil será seguir o plano.

FAÇA ANOTAÇÕES

Tenha sempre por perto um bloco de anotações, quando se escreve, nosso cérebro consegue absorver melhor as informações.

CUIDE DO SEU CORPO E MENTE

Crie uma rotina de estudos e intervalos, pois eles são fundamentais para arejar a cabeça, levantar um pouco, tomar uma água e fazer um lanche. Aliás não esqueça de manter uma boa alimentação. Para uma mente sã o corpo precisa estar em ordem.

AMBIENTE TRANQUILO

Escolha um bom local de estudos, evite lugares movimentados e com muito barulho. Evite utilizar celulares, redes sociais ou coisas que possam tirar a atenção.

UTILIZE AS FERRAMENTAS A SEU FAVOR

Aproveite todos os recursos disponíveis, hoje em dia com a internet ficou muito mais fácil estudar e ter acesso aos conteúdos, tais ferramentas além de serem mais práticas ainda deixam os estudos mais dinâmicos e menos cansativos, mas cuidado com o foco, atente-se para não se distrair e acabar usando a ferramenta para perder o controle. Por fim, mesmo com uma rotina criada, aproveite todo tempo disponível, a concorrência nestes processos seletivos costuma ser grande, por isso seu diferencial pode ser um tempo a mais que você tirou para estudar.

Boa prova!

Os Efeitos da Bagunça em nossa Vida.

Efeitos Físicos: Saúde

Quando os espaços estão sobrecarregados as chances de acumularem poeira e mofo são bem maiores. Casas desorganizadas e com muita acumulação de produtos sem uso, são um paraíso para os germes e bactérias, sem falar ainda no risco de lesões por quedas. Outro perigo eminente é o acúmulo em áreas com fontes de calor, perto de lareiras, fogões, churrasqueiras, fiação elétrica etc.

Além disso não ser capaz de encontrar um par de tênis quando está indo para a academia ou uma chave quando se está saindo de casa, pode atrapalhar muito sua rotina, causando transtorno desnecessário.

Efeitos Emocionais: Estresse

A desordem aumenta muito o nível de estresse pois passa a impressão de que tudo está fora do controle. A sensação da bagunça em casa torna o ambiente desagradável, ao invés de relaxante e prazeroso e muitas vezes as pessoas por não saberem por onde e como devem começar vão procrastinando a decisão de arrumar. O que faz com que o nível de estresse só aumente.

Outra causa emocional da bagunça é que ela pode desencorajar os moradores a convidar vizinhos, amigos ou familiares para entrar, por vergonha e o que é pior, as vezes até mesmo pessoas para fazerem os reparos e consertos necessários para no dia a dia.

Efeitos Financeiros: Custos

A papelada geralmente é o grande vilão da bagunça, e se não tiver um cuidado especial pode se tornar algo bem caro. Faturas que passam despercebidas, extratos, mala direta, tudo isso acumulado, pode ser deixado de lado e ocasionar juros e taxas desnecessárias.

Mas não é só nos papeis que o prejuízo pode aparecer, a despensa e geladeira, quando em desordem, podem causar compras desnecessárias. A perda de produtos por data de validade, ou a recomprar por não se saber o que tem no armário, é visivelmente percebida após uma organização no ambiente.

Enfim, tudo pode se tornar mais leve, mais fácil e mais saudável. Basta dar o primeiro passo em direção a mudança. Os resultados de um ambiente organizado são imensos desde a saúde até o bolso.

Mas se não souber por onde começar existem profissionais dispostos a ajudar neste processo. Lembre-se o importante é sempre dar o primeiro passo.

Casa organizada X Crianças pequenas: Como conciliar?

Pode parecer clichê mas não tem jeito, a organização começa em se desfazer dos excessos, ou seja, evite guardar e manter itens sem utilidade, principalmente os ligados as crianças uma vez que crescem muito rápido e acabam deixando muita coisa como roupas e calçados que não usam mais, brinquedos antigos, material escolar de anos anteriores.

Depois da faxina feita, separe tudo por categoria e rotina de uso, para ajudar aposte nas caixas organizadoras, que se tratando de organização são uma ótima opção e quando envolve crianças são ainda mais úteis. Separe brinquedos, livros, jogos e até roupas, assim além de ficar organizado ainda ficará mais fácil para a própria criança encontrar suas coisas sozinha. Ainda para a organização, os baús e os pufes com tampa também são uma ótima opção para guardar os brinquedos.

As dicas que demos até aqui são muito importantes, porém, o principal para conseguir criar uma rotina de organização com crianças é envolver elas no processo, e é aí que muitos pais erram, se a criança não é estimulada desde pequena a contribuir para a organização do local em que vive, por mais simples que seja sua participação, mais difícil será o processo de aprendizado conforme ela for crescendo, sem falar que mais trabalhoso será para a mãe dar conta de todas as tarefas.

Solicite o auxílio da criança para ajudar com tarefas que condizem a sua idade, como separar roupas e brinquedos que não gosta ou não usa mais, a organização dos brinquedos de forma que ela mesma saiba exatamente o lugar de cada item, e principalmente a importância do compromisso de sempre quando um item for retirado do local que ele seja devidamente guardado após seu uso.

Há outras tarefas que os pequenos podem ir ajudando aos poucos, como auxiliar a lavar o pet, lavar as folhas da salada, preparar a lancheira, arrumar a cama, tirar o pó, enfim, atividades apropriadas a cada idade.

É importante delegar tarefas, mas também incentivar as crianças a desenvolverem o senso de escolha, isso ajudará no crescimento e independência dos mesmos. Você pode começar pedindo para a criança ajudar na escolha da roupa que vai vestir ou na separação dos brinquedos que ela não gosta ou brinca mais para uma doação por exemplo, aos poucos tais tarefas entraram naturalmente na rotina do pequeno.

Este processo de inserção das crianças na organização da casa vai muito além de uma ajuda para os pais que trabalham fora, é uma forma de aos poucos eles irem aprendendo sobre o cuidado com o próprio corpo, com suas coisas e com a vida em conjunto, tais atividades vão ajudar no desenvolvimento da criança.

Por fim, além de incentivá-las sempre lembre de parabenizá-las pelo trabalho feito, que ao mínimo que seja para os pequenos, começar a fazer atividades sozinhos pode ser o máximo, por isso sempre lembre de recompensá-los com um elogio. 

Hora de Dormir!

Nosso quarto é nosso refúgio mais íntimo. É lá que recarregamos nossas energias, porém é lá também onde passamos momentos agradáveis em família, as crianças adoram passar um tempo por lá, vendo TV ou tomando café na cama. Mais a qualidade do quarto influencia diretamente no nosso sono e na nossa saúde. Por isso devemos evitar a bagunça neste local, especialmente nos armários, pois como é o maior móvel é também o mais fácil de se transformar em um depósito.

Vamos para algumas dicas que devemos levar em conta na hora de decorar nosso refúgio pessoal.

Cama

A cama Box geralmente possui rodízios facilitando a movimentação para a limpeza. Por não possuir quinas pode evitar acidentes. Já as camas de madeira têm um charme todo especial. Olhar a cabeceira de frente para quem entra torna o quarto mais agradável. Evite encostá-las na parede, isso facilitará o acesso e a troca das roupas de cama. Não esqueça de considerar a vista da janela quando estiver deitado. É agradável olhar a copa de uma árvore ou o céu ao invés de um prédio vizinho.

Cabeceira

Modelos acolchoados trazem mais conforto para apoiar o corpo quando estamos sentados, ou assistindo TV. Outra opção é um papel de parede ou pintura na altura da cabeceira. Elas ajudam a criar uma base para todos os elementos que estão a frente.

Criado Mudo

Existem vários móveis que podem ser usados como criado mudo, além dos tradicionais, mesas ou prateleiras são ótimas opções. Até mesmo uma cadeira pode cumprir esta função. Tenha apenas o cuidado de respeitar a altura do colchão.

Iluminação

Quando estamos deitados é inevitável olhar diretamente para a luminária. Por isso escolha um Plafon com iluminação indireta, de preferência os que tem vidro fosco ou tecido. Não esqueça que o abajur ao lado da cama com acendimento ali mesmo, é mais funcional. A grande maioria das pessoas gosta de dormir no quarto totalmente escuro. Mas a cortina é um excelente filtro para a luz do dia, mantem a privacidade e permite que a luz entre.

Roupas de Cama

Um kit básico é composto por um lençol de baixo, geralmente com elástico, um lençol de cima, capas para os travesseiros, colcha ou edredom. O quarto é o único ambiente da casa onde você pode e deve abusar do branco. Afinal quanto mais clean o ambiente maior a sensação de limpeza e calma que precisamos para relaxar. Mantas e almofadas decorativas dão um toque especial na decoração. Utilize peças que possam ser utilizadas também na sala.

Armários

Seja planejado ou comprado pronto, o armário deve contar com prateleira, gavetas, cabideiro e sapateira. Evite armários de canto, pois o acesso as roupas é mais complicado. As portas de abrir são uma solução econômica e geralmente são mais profundos. Já as portas de correr libera a área a sua frente, porem rouba na profundidade, já que precisam de mais espaço para correr. Se o espaço permitir, o ideal é ter um closet para guardar suas roupas. Além de ser um luxo ainda ajuda a manter a ordem no quarto.

Uma cômoda também ajuda na estocagem, podendo até ser colocada ao lado da cama como criado mudo. Para compensar a altura da peça, preencha com alguns quadros a parte de cima.

Poltronas e cadeiras

São ótimas para aumentar a sensação de estar no ambiente e ajudam na hora de se vestir. O móvel com uma estampa apropriada ajuda na decoração. Mas tome cuidado para não deixar roupas em cima. Se você tem este hábito procure colocar um cabideiro na parede ou atrás da porta. As poltronas podem ser usadas para apoiar as almofadas, porem somente na hora de dormir.

Tendências Primavera-Verão 2019/2020

A estação mais amada vem chegando e já podemos deixar as peças mais pesadas no armário e substituir pelas mais leves, na nossa primavera/verão 19/20 aparecem muitas coisas que remetem a reflexão, leveza e a transparência, seja nas cores ou na modelagem.

A diversificação de materiais e paleta de cores é marcante, vindo de tons pastéis até o vermelho berrante. As cores suaves que transmitem leveza como o verde menta, o azul, voltam com tudo! Os poás, babados, tule e o linho serão umas das tendências de verão.

Vamos conhecer o que estará em alta na nova temporada?

TIE DYE: “amarrar - pintar” consiste numa técnica de tingimento que cria roupas incríveis e personalizada mostrando que o imperfeito também é belo.

NEON: outra tendência que vai permanecer, as cores vibrantes dão um verdadeiro up em qualquer visual.

NEO MINT: a cor destaque da temporada de verão é o Neo Mint, tom de menta. Transmite sensação de frescor e suavidade.

LISTRAS COLORIDAS: uma das tendências que promete virar febre são as listras coloridas, em diversos tons misturando cores vibrantes e alegres.

TRANSPARÊNCIA: utilizado tanto em acessórios como também em roupas e sapatos, ousada e moderna essa tendência combina com tudo deixando o look mais divertido.

POÁ: estampa atemporal, vale todos os tamanhos e cores, mas ganha destaque as padronagens maiores, com bolas grandes.

MULLET DRESS: o vestido possui a parte da frente menor que a de trás, o que quebra a regra e o protocolo de que o vestido tem que ser simétrico em toda a sua composição.

MANGA BUFANTE: tendência forte em blusas e vestidos. Ideal para harmonizar a silhueta do tipo físico pêra.

LINHO: material leve, com aparência delicada, que contém certa elegância, vem fortíssimo no verão.

CALÇA CARGO: chegou no inverno e vai permanecer no verão, traz um estilo dos anos 90/2000. Vai bem de tênis ao salto alto.

ALFAIATARIA: Pantalonas, saias midi, pantacourt, a proposta da temporada é usar com peças modernas como cropped para deixar o visual mais despojado.

E aí, gostou das tendências? Quero deixar bem claro que a melhor tendência é usar aquilo que nos faz bem, sem regras e imposições, sempre respeitar nosso estilo, o mais importante é vestirmos de nós mesmos e jamais esquecer da nossa essência!

Montando o quarto do seu bebê.

A maternidade é um momento muito importante para uma família e todo o período de espera é único e especial, por isso a atenção a cada detalhe é fundamental. Desde a escolha do berço, a decoração, as roupinhas, tudo é escolhido com muito cuidado e muito amor. É tanta novidade neste período que muitos pais não sabem nem por onde começar a se preparar, principalmente os de primeira viagem.

Uma coisa é certa em todas as famílias, o que os pais querem é aproveitar muito este momento, curtir a barriga crescendo a cada mês, fazer fotos para eternizar esta fase, o chá de bebê, enfim a gestação é um sonho realizando e apesar da ansiedade de logo ter o bebê nos braços, é um momento mágico e que deve ser aproveitado da melhor maneira possível.

A última coisa que os papais precisam neste momento são preocupações, certo que a detalhes como a decoração que ninguém pode fazer ou decidir no lugar dos pais, mas dedicar tempo demais à decoração do ambiente e se esquecer do aspecto funcional, não dá.

E não é só isso, detalhes como a caixa de remédios, estoque de fraldas, itens de banho, dentre outros que precisam ser providenciados, nove meses parece tempo para organizar tudo, mas na realidade é tanta coisa que deixar tudo prontinho para a chegada do bebê além de levar tempo, ainda pode ser bem cansativo para as mamães.

Mas para deixar esta fase mais fácil e prazerosa para as mamães há o trabalho da Personal Organizer, a ideia é deixar o quarto funcional para os papais e aconchegante para o bebê é claro, deixar tudo preparado para atender as necessidades do baby fazendo com que os pais possam aproveitar de verdade cada momento.

O trabalho da Personal Organizer irá auxiliar na organização e montagem do quarto e espaços destinados ao bebê, montagem da lista e na compra do enxoval, consultoria na compra dos produtos para bebê e mamãe, organização da mala para levar a maternidade e na criação de uma rotina familiar após o nascimento da criança.

Como as casas atuais estão cada vez menores e consequentemente os quartos também, aproveitar todo o espaço é fundamental para a funcionalidade, assim uma profissional em organização auxiliará tanto na disposição da mobília, nichos e prateleiras como na arrumação e separação de todos os itens do bebê, como as roupinhas separando por categoria e tamanho, tornando mais fácil o uso no dia a dia.

Pode até parecer fácil, mas se for pensar em todos os itens que um bebê pode e vai precisar no decorrer dos dias, se percebe que não é tão simples assim. Não dá para se preocupar com itens essenciais como um termômetro por exemplo, somente quando o bebê precisar, não é mesmo?

Se você está grávida, certamente concorda que a organização para a chegada do seu bebê passa longe de ser um trabalho, mas que tal deixar este momento ainda mais especial? Conte com a ajuda de um Personal Organizer e se preocupe apenas em aproveitar cada momento.

Decorando com almofadas!

Mudanças no visual interno de uma casa nem sempre precisa significar reformas ou móveis novos, a decoração pode alterar o estilo e dar uma cara nova para um ambiente sem muito trabalho e gastando pouco.

Dentre os principais itens de decoração, as almofadas se destacam por serem elementos fáceis na hora de incrementar um ambiente. Capazes de mudar o estilo, transmitindo leveza e conforto e até mesmo se tornando o ponto focal de uma sala.

Com diferentes tamanhos, cores, estampas e formatos é possível deixar a decoração mais divertida, sofisticada ou lúdica, dependendo da referência que se está buscando.

Para um ambiente com cores fortes e elementos marcantes o ideal é investir em peças em tons neutros como o preto, branco e cinza, agora se o ambiente é clean pode-se apostar em tons mais chamativos e até em estampas.

Lembrando que as cores neutras são mais fáceis de harmonizar com móveis e outros objetos de decoração, principalmente para os casos em que não se quer correr o risco de sobrecarregar o ambiente.

Ao utilizar almofadas coloridas, uma ótima opção é escolher uma cor e trabalhar suas tonalidades, assim a decoração fica mais divertida e harmoniosa, mas sem fugir do elegante.

Para ambientes mais descontraídos os modelos com estampas, referências temáticas ou personalizados dão um charme todo especial.

Outra forma de dar uma cara bem estilosa para o ambiente é mesclar almofadas de tamanhos e formatos diferentes, o resultado é um cenário ainda mais moderno.

Independentemente do estilo, tamanho ou cor da sala de estar há modelos de almofadas que se encaixam perfeitamente para cada ambiente, deixando o espaço mais confortável e charmoso. Vale a pena apostar!

Confira algumas fotos que preparamos para você e inspire-se para a nova decoração da sua sala!

Foto: Blog Namais Perfeita...
Foto: Blog Namais Perfeita...
Foto: Blog Namais Perfeita...
Foto: Blog Namais Perfeita...

 

Como organizar seu Home Office

Nos dias de hoje está cada vez mais comum o trabalho em Home Office, para quem não sabe o Home Office é uma modalidade de trabalho que utiliza um escritório flexível, não necessariamente uma casa, ele pode ser definido como um tele trabalho, trabalho remoto ou à distância e pode ser realizado além de casa como já mencionado, cafés, hotéis, até mesmo locais menos convencionais como parques.

Existem duas maneiras de se trabalhar em casa: empreendedor autônomo ou como contratado de uma empresa. Independente da opção, saiba que trabalhar em casa traz consigo grandes responsabilidades e muita dedicação, nestes casos você pode descobrir que o seu horário de trabalho pode não ser mais o comercial e que suas semanas podem não terminar nas sextas-feiras.

Entretanto, estes não são os únicos problemas, um dos principais é saber lidar com as distrações que estão presentes no local alternativo de trabalho. Para isso é importante manter o foco e estabelecer algumas regrinhas.

Separamos algumas dicas essenciais para se trabalhar em Home Office:

- Escolha um espaço claro e arejado: Se você vai trabalhar em casa opte por um cantinho com bastante luz natural, isso ajuda a manter a disposição durante a jornada de trabalho.

- Ambiente clean e pouco carregado: A frase menos é mais se encaixa perfeitamente aqui, é normal que se queira investir em uma decoração diferenciada, já que a intenção é distinguir este espaço do restante da casa, porém uma decoração muita carregada pode acabar tirando a atenção, elementos visuais em excesso acabam distraindo, assim, prefira investir em funcionalidade.

- Organização em primeiro lugar: Não é porque o trabalho é em casa que não precisa ter cuidado e organização, por isso evite levar itens da casa para o ambiente de trabalho e vice e versa. É preferível que este espaço seja uma peça separada para evitar a bagunça entre ambientes. Quanto aos móveis, aposte em peças amplas e organizadores para deixar tudo mais arrumado, aposte em uma mobília que vá trabalhar a seu favor, se você utiliza computador, tome sempre cuidado com a postura, isso também interfere na produtividade.

- Defina os horários: Isto parece óbvio, mas nem sempre é o que acontece, fatores como prazo podem ajudar a dificultar ainda mais este ponto, entretanto é importante saber quando o expediente começa e termina, para não interferir na rotina do lar, afinal, a sua casa apenas abriga o seu trabalho, mas não é uma extensão dele;

- Gerencie as tarefas: Disciplina é fundamental, por isso o cuidado com prazos é essencial, nada de deixar postergar trabalhos só porque possuem prazos longos, independente do lugar, exerça a responsabilidade.

- Cuidado com conflitos: Trabalhar em casa pode por vezes gerar conflitos com outros moradores, por isso mais uma vez falamos da importância de se ter um cômodo separado, para que ambos ambientes não se misturem.

- Tenha um espaço para relaxar: Uma poltrona gostosa, uma máquina de café, são alguns exemplos que podem ajudar a relaxar a cabeça e o corpo quando estiverem cansados.

E, se mesmo com essas dicas você ainda tem dúvidas de como montar seu espaço, disponibilizar a mobília, decoração e manutenção, conte com o trabalho e as orientações de uma profissional em Organizer, que além de deixar seu espaço com uma cara mais profissional ainda te ajuda a criar e organizar uma rotina.