Dor de garganta no inverno: quais são os sintomas e como evitar o problema

É nesse período que as alergias, sinusites, gripes e resfriados se apresentam com mais frequência

Dr. Bruno L. Alencar

Otorrinolaringologista

CRM 18299 RGE 13511

Você sofre com dor de garganta no inverno? Esse problema pode se tornar bem mais frequente para diversas pessoas nas épocas mais frias. Por isso, é importante ficar atento para reforçar os cuidados com o seu sistema imunológico.

Relação entre dor de garganta e inverno

É impossível ignorar a influência da mudança climática no quadro de saúde. Com o frio, além do aumento da incidência dos casos, os agravantes se tornam mais frequentes. Por isso, é importante fortalecer as defesas do organismo para se adaptar ao novo período.

Nas temperaturas mais baixas, os vírus acabam circulando com maior facilidade e se espalham pelos ambientes fechados, em busca de um hospedeiro quente e úmido, o corpo humano. Com a circulação de várias pessoas dentro de um mesmo espaço, ele acaba se proliferando muito mais rapidamente.

Além disso, é nesse período que as alergias, sinusites, gripes e resfriados se apresentam com mais frequência. Nesses casos, a dor de garganta acaba se tornando um sintoma consequente e, muitas vezes, inevitável.

Sintomas somatizados à dor de garganta no inverno

Durante o inverno, também é comum experimentarmos sintomas típicos das épocas mais frias. A dor no corpo e a febre são alguns exemplos disso. Muitas vezes, eles não são a causa da dor de garganta, mas frequentemente estão associados ao quadro.

O mesmo ocorre com quem tem maior sensibilidade ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, e que, só de senti-las, acaba manifestando sintomas como congestão nasal, espirros e até mesmo coriza. Quem tem outros quadros reincidentes, especialmente, aqueles relacionados ao sistema respiratório, também pode sofrer com o desconforto na garganta.

Como evitar adoecer no inverno

Afastar o desconforto e diminuir a necessidade de uso de um remédio para dor de garganta, é possível com alguns cuidados. O primeiro e mais importante é evitar ambientes que são mais propícios para a proliferação do vírus, como escritórios e cômodos com grande circulação de pessoas, mas pouca ventilação.

Se for inevitável, prefira sempre abrir as janelas e arejar os locais. Além disso, é preciso reforçar seus cuidados com uma alimentação equilibrada, uma rotina saudável de sono e a prática de exercícios físicos regulares. Tudo isso ajudará a manter seu corpo funcionando em dia e a fortalecer o seu sistema imunológico.

Outra dica é que você faça, todos os anos, a vacina preventiva contra o vírus da gripe. Isso pode evitar uma série de indisposições e a consequente dor de garganta, que pode surgir como um sintoma com o desenvolvimento da doença.

A dor de garganta no inverno é bem comum para grande parte das pessoas. Por isso, é importante conhecer os cuidados preventivos para tentar passar pelo período mais frio do ano sem problemas de saúde.