Tosse Crônica: entenda suas causas e qual o tratamento

A tosse crônica é caracterizada pela persistência de sintomas por mais de oito semanas, em adultos

Dr. Bruno L. Alencar
Otorrinolaringologista
CRM 18299 RQE 13511

Consideramos tosse crónica quando esta persiste por mais de oito semanas nos adultos ou mais de quatro semanas nas crianças. A tosse aguda (quando possui uma duração inferior a oito semanas nos adultos e quatro semanas nas crianças), como são exemplos o resfriado comum, a gripe, entre outras. Por sua vez, a tosse crónica está frequentemente associada a patologias crónicas.
Uma tosse ocasional é normal, permite limpar irritações e secreções dos pulmões e evita infeções. Quando alguma coisa irrita a garganta ou as vias aéreas, a tosse é uma forma de eliminar esses irritantes e, assim, defender o organismo. No entanto, uma tosse que persiste por semanas geralmente é o resultado de um problema médico.
Sintomas na tosse crónica
Afirmamos que se trata de uma tosse seca quando não existem secreções e de uma tosse produtiva quando existem secreções.

Uma tosse crónica pode ocorrer juntamente com outros sinais e sintomas, que podem incluir:
• Nariz obstruído ou coriza;
• Gotejamento pósnasal (sensação de líquido escorrendo para a garganta);
• Necessidade de limpar frequentemente a garganta e dor;
• Rouquidão;
• Pieira e falta de ar;
• Azia ou gosto amargo na boca;
• Em casos raros, tosse com sangue (hemoptises).
A tosse crônica pode retirar-lhe qualidade de vida, pois para além do incômodo, pode interferir no seu sono e deixá-lo exausto. Casos graves de tosse crônica podem causar vômitos, tonturas e até fraturas de costelas.


Causas da tosse crônica
As seguintes causas, isoladamente ou em combinação, são responsáveis pela maioria dos casos de tosse crônica:
• Asma
• Infecções
• Doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).
• Doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).
• Gotejamento pósnasal
• Medicamentos para tensão arterial.
• Outras causas


Diagnóstico na tosse crônica

O médico recolherá a história clínica e hábitos e fará o exame físico. Uma história clínica detalhada e um exame físico podem fornecer pistas importantes sobre as causas da tosse crónica.
Tenha em atenção os seguintes dados para fornecer ao médico:
• Descrições detalhadas dos seus sintomas;
• Informações sobre os problemas médicos dos seus pais ou irmãos;
• Todos os medicamentos, incluindo fármacos de venda livre, vitaminas, preparações de ervas e suplementos alimentares que você toma;
• Histórico de tabagismo;
• Outros dados relevantes.
O médico também pode solicitar análises e exames que lhe permitam obter um diagnóstico definitivo, a saber:
• Exames de imagiologia – Raios-X.
• Tomografia computadorizada (TC ou TAC). Provas funcionais respiratórias.
• Análises laboratoriais.
• Exames Endoscópicos.
Tratamento da tosse crônica
Determinar a causa da tosse crônica é crucial para o tratamento eficaz. Em muitos casos, mais de uma causa subjacente pode estar na origem da tosse crônica. Os medicamentos (ou remédios) usados para tratar a tosse crônica podem incluir:
• Anti-histamínicos, corticosteróides e descongestionantes nasais.
• Medicamentos inalados para asma;
• Antibióticos;
• Inibidores da secreção ácida;
• Supressores de tosse.
Não use medicamentos sem receita, exceto para a febre (anti-piréticos) e analgésicos, para tratar tosses e resfriados em crianças com menos de 6 anos de idade. Além disso, considere evitar o uso desses medicamentos em crianças menores de 12 anos.


Estilo de vida e tosse crônica
Siga o plano que o seu médico lhe prescrever para tratar a causa da sua tosse. Para além desse plano, deixamos-lhe, aqui, algumas dicas que poderá seguir para aliviar a tosse:
• Beba líquidos. Fazer uma boa hidratação ajuda a diluir o muco na garganta;
• Chupar rebuçados para tosse ou pastilhas elásticas. Elas podem aliviar a tosse seca e aliviar a garganta irritada;
• Hidratar o ar. Use um umidificador de névoa fria ou tome um banho de vapor;
• Evite fumo de tabaco. Fumar ou respirar o fumo passivo irrita os pulmões e pode piorar a tosse causada por outros fatores.