Confidencial de sexta-feira (20)

Foto: Reprodução Hospitalidade peculiar  O prefeito Jorge Derbli recebeu no Rodeio na ‘casa do prefeito’ durante as festividades de aniversário

Foto: Reprodução

Hospitalidade peculiar 

O prefeito Jorge Derbli recebeu no Rodeio na ‘casa do prefeito’ durante as festividades de aniversário da cidade, vários deputados e lideranças. Desde o pré-candidato ao senado, Beto Richa, a deputados como Valdir Rossoni, Sandro Alex, Marcio Pauliki, Leandre Dal Pont, deputados e pré-candidatos como Marcello Richa, Artagão Junior, Nelson Justus, Alexandre Curi, Felipe Lucas, dentre outros. Todos recebidos com a hospitalidade que lhe é peculiar.

Visitas no Centenário 

Foto: Reprodução

O prefeito Rodrigo Solda, de Rio Azull, também reuniu várias autoridades principalmente durante o desfile do centenário. Todos acompanharam o prefeito durante o corte do bolo de 100 metros. Lideranças como o ex-governador do Paraná, Beto Richa, fizeram uma caminhada pelo centro do município. O prefeito Solda junto de Richa e de Marcello, além de outras autoridades, também visitaram uma das panificadoras mais tradicionais da cidade, a Ki Paladar, ponto de referência no município.

Convenções paranaenses

Inicia no sábado 21 as convenções no Paraná. O PSD de Ratinho Junior abre o calendário com a convenção que será realizada na sede do Paraná Clube. Mas o vice e os candidatos ao Senado na chapa podem não ser definido na convenção. Deste ato deve ser homologado as candidaturas dos deputados que atuam na região como Evandro Roman e Sandro Alex, ambos do PSD, e Leandre Dal Ponte, do PV, que deve apoiar Ratinho.

Os outros

O PMDB também tem convenção na mesma data. Mas não devem definir nada de novo. Requião deve ir ao Senado e ainda procuram abrigo para a legenda. Tem conversa com Osmar e tentam se aproximar de Cida. Na mesma data também o PROS realiza o evento. Deste último, teremos a definição se o vereador Roni Surek, de Irati, sairá ou não candidato a deputado estadual, dobrando com Toninho Wantchem.

O PSDB independente

O pré-candidato a senado no Paraná, o ex-governador, Beto Richa, tem adeptos em vários palanques. Este é um dos motivos que está fazendo com que o PSDB reflita sobre a possibilidade de sair independente. Beto tem apoio de prefeitos e lideranças que preferem o Ratinho, como o presidente da ALEP, Ademar Traiano. Outros defendem apoiar a candidata a governadora Cida Borgueti, como é o caso dos deputados estaduais Paulo Litro, André Bueno, Bernardo Carli e Evandro Junior. E ainda alguns poucos prefeitos que estarão com Osmar Dias como o prefeito de Pato Branco apoia Beto Richa. Agora cresce a possibilidade de simplesmente seguir com a candidatura avulsa de Richa, que estaria livre para fazer suas alianças na proporcional. Mas até a convenção do partido, que não disputa o governo, tudo deve se definir.

Cida no dia 5

Já o PP de Cida Borguetti tem sua convenção marcada para o próximo dia (5). Nesta semana cresceu o nome do deputado federal, Alex Canziani, como o nome ideal para assumir a vice de Cida, mas parece que o deputado está empolgado com a candidatura ao Senado. Embora se reconheça em Ricardo Barros um excelente estrategista político, ainda não se enxerga um vice a altura se mantendo a candidatura de Osmar.

Osmar Dias ainda isolado

O PDT de Osmar Dias tem apenas dois pequenos partidos aliados, o PSL e o SOLIDARIEDADE. Para não fechar com o MDB e ter que engolir atravessado um vice, Osmar busca no PRB uma legenda que lhe possibilite participar da eleição. Volta e meia sai um comentário dizendo que Osmar declinou da candidatura e sairia a estadual. Se por ventura Osmar desistisse da disputa a eleição ao governo do Paraná, a eleição seria de apenas um turno.

Candidato a estadual

O vereador Marcelo Rodrigues pediu afastamento por dois meses da Câmara de Irati. O afastamento é em virtude de sua possível candidatura a deputado estadual pelo PP. Quem assume é Jorge Zem, também do PP, que vai mover céus e terra para que Marcelo se eleja ou pelo menos seja valorizado pela Cida, se eleita, é claro. É que nessa situação a cadeira de Marcelinho na Câmara seria de Zem, que trabalha em benefício próprio. Esta semana Marcelinho protocolou junto ao partido ofício requerendo que seja mantido para sua candidatura o número que se elegeu vereador.

Barros para presidente

O Paraná passa por um momento impar na história. Além de ser o centro de todo um desembaraço da Lava Jato pode também ter dois candidatos a presidente do Brasil. Além de Álvaro Dias (Podemos), também o ex-ministro e deputado federal, Ricardo Barros, do PP, colocou o seu nome para a disputa nacional. Barros foi chamado pela direção nacional do PP onde colocou o nome à disposição para disputar a vaga. Com esta atitude teremos a família buscando uma alta escala na política (pai – presidente, mãe governadora e filha deputada) ou será apenas uma estratégia para a eleição no Paraná.

País ‘Hermano’

O prefeito Adelmo Klosowski, de Prudentópolis, liderou uma delegação que foi à Argentina vender o produto Prudentópolis. Na verdade, eles foram mostrar o potencial turístico do município tanto com a finalidade de buscar investidores tanto como buscar turista no país hermano. Adelmo tem se destacado pelo investimento que tem feito no setor com o objetivo de impulsionar o turismo municipal na cidade das cachoeiras gigantes.

2 dos quatro Condomínios do Idoso liberados no Paraná, 2 são para a região Sudeste.

 A eleição deste ano é como plantação de café. Os frutos serão colhidos depois de dois anos

José Carlo Leandro (Kibe)