Agricultores familiares participam de Programa Paraná Mais Orgânico

Os agricultores receberão incentivos para a produção sustentável e cuidado com o meio ambiente

Redação

A Secretaria de Agricultura de Imbituva, juntamente com os agricultores familiares, participam do Programa Paraná Mais Orgânico que tem o apoio do Governo do Estado. Com o projeto, os pequenos produtores receberão estímulos para adotarem métodos inovadores e tecnológicos baseados na agricultura orgânica e na organização nos processos de comercialização da produção.
O incentivo vem para que a produção seja sustentável e os produtores recebam um valor melhor pelos produtos. Para que tenham a possibilidade de aumentar a comercialização e desenvolver práticas agrícolas que preservem o Meio Ambiente e a saúde.
No final do mês de agosto, foi iniciado o processo de certificação orgânica dos produtores da agricultura familiar do município. Nesse primeiro momento, os agricultores serão assistidos pelos Engenheiros Agrônomos bolsistas da UEPG e pelos profissionais da Secretaria de Agricultura de Imbituva para que desenvolvam práticas agrícolas nos princípios orgânicos e obtenham êxito neste processo e na conquista da certificação. O Programa Paraná Mais Orgânico possibilita que agricultores familiares, interessados em produzir alimentos de maneira orgânica, obtenham a certificação dos produtos de forma gratuita.


Mais projetos

De acordo com o secretário de Agricultura, Tiago Castro, a pasta já disponibiliza dois técnicos em agropecuária para dar apoio aos pequenos produtores nos diversos sistemas de produção. Segundo ele, já foi aprovada uma lei que torna gratuita a inseminação artificial em bovinos e outra lei específica para disponibilizar aos pequenos produtores, tratores e implementos. Castro acrescenta que a Prefeitura de Imbituva, através da Secretaria de Agricultura, está trabalhando para a regulamentação da lei pertinente ao Serviço de Inspeção Municipal – SIM.
Imbituva receberá, neste mês, dois médicos veterinários para atuarem no Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal S.I.M./POA. O objetivo é possibilitar que os pequenos produtores possam regularizar empreendimentos agroindustriais como queijarias, mel, ovos e embutidos.
“Neste primeiro semestre, realizamos o transporte gratuito do calcário para correção da acidez do solo. Pretendemos melhorar este trabalho de logística para o próximo ano. Buscamos atender um número cada vez maior de pequenos produtores”, destaca.
Conforme Castro, com o apoio da pasta, os pequenos produtores estão criando a Associação dos Agricultores Familiares de Imbituva – ASSAFIM. O objetivo é possibilitar que estes pequenos produtores tenham uma união formal, para participarem dos incentivos públicos ao setor.